27
dez
09

Dica de leitura, por Jaime Medeiros Jr.

.

O poeta e médico pediatra Jaime Medeiros Jr. comenta O menino do dedo verde, de Maurice Druon, e O pequeno príncipe, de Antoyne de Saint Exupery.

Ontem terminei de ler O Menino do Dedo Verde, havia escutado muitas pessoas elogiar o livro. É indiscutivelmente um belo livro. Também havia escutado muitas vezes repetirem uma comparação comPequeno Príncipe, no Brasil acho que ainda mais reforçada; pois D. Marcos Barbosa fez a tradução de ambos. Ambos falam de um menino. De sua descoberta do mundo. E de flores. Ambos são profundamente metafóricos. Mas me parece que devemos aprofundar um pouco mais a nossa comparação. Descobrindo não somente semelhanças, mas também suas diferenças.

De um lado temos o principezinho que deixa a sua casa (asteróide), na qual cuida de uma rosa frágil, que necessita de seus cuidados para continuar a viver. A flor aqui se revela como símbolo de fragilidade. De outro lado Tistu não está preocupado em não ferir quem o cerca, mas sim em mudar o mundo, fazendo vingar flores e plantas de qualquer substrato que se lhe apresente. Pois qualquer coisa carrega em si sementes de flores. Aqui, portanto, as flores não significam o frágil, mas sim a força e o vigor de quem é capaz de mudar tudo. As flores aqui mais contestam do que testemunham as coisas do mundo.

Acho que como toda boa história, ambos nos levam a confrontar a morte. Mas o que nos diz um e outro sobre este mesmo tema. O principezinho morre, pois se entrega a picada de uma serpente que é capaz de lhe levar de novo a sua casa. Onde encontrará a rosa que ele deixou, e a quem ama. Já Tistu constrói uma escada que o leva ao céu. Para um a morte é um remédio, que nos leva a origem. Para outro, como nos diz Ginástico, a morte é o único mal contra o qual as flores nada podem.

O que nos leva o concluir de certa forma que ambos são diametralmente opostos. E neste caso, complementares. Um é o que poderíamos rotular como um livro de sabedoria. O outro como um livro de esperança (ilusão). Ambos infinitamente belos.

Jaime Medeiros Jr. é poeta portoalegrense (1964), pediatra. Autor do livro de poemas  Na ante-sala. Um dos produtores do Portopoesia.
filhosdeorfeu@blogspot.com

.

.

.

Um pouco mais sobre Maurice Druon

Escritor e político francês de origem russa (Paris, 1918-2009), Maurice Druon tinha também ascendência brasileira – seu bisavô era o jornalista e político maranhense Odorico Mendes, famoso pelas traduções das obras literárias clássicas de Homero e Virgílio.
Druon combateu no início da Segunda Guerra Mundial. Em 1942, deixou a França para trabalhar em Londres, ao lado do general Charles de Gaulle nos serviços de informação da “França Livre”. Foi nesse período que ele compôs, junto com Joseph Kessel, o “Canto dos Partidários”, que se tornou o hino-símbolo do movimento de resistência francesa.
No âmbito literário, em 1948, Druon recebeu Prêmio Goncourt por seu romance “As Grandes Famílias”. Entre 1955 e 1960, ele criou a série “Os Reis Malditos”, traduzida para vários idiomas. Mas o escritor tornou-se mundialmente célebre por sua única obra infanto-juvenil “O menino do dedo verde”, publicada em 1957. Vários prêmios para o conjunto de sua obra e ainda outras condecorações também já foram concedidos ao escritor.
Maurice Druon foi eleito em 1966 titular da Academia Francesa de Letras e ocupou o cargo de secretário perpétuo dessa instituição de 1985 a 1999. Foi também Ministro da Cultura durante o governo do presidente Georges Pompidou, de 1973 a 1974.  (Fonte: Radio France Internationale – http://www.rfi.fr/actubr/articles/112/article_13916.asp)

Um pouco mais sobre Antoine de Saint Exupéry

Apaixonado desde a infância pela mecânica, estudou a princípio no colégio jesuíta de Notre-Dame de Saint-Croix, em Mans, de 1909 a 1914. Neste ano da Primeira Guerra Mundial, juntamente com seu irmão François, transfere-se para o colégio dos Maristas, em Friburgo, na Suíça, onde permanece até 1917. Quatro anos mais tarde, em abril de 1921, Antoine inicia o serviço militar no 2º Regimento de Aviação deEstrasburgo, depois de reprovado nos exames para admissão da Escola Naval.

A 17 de junho, obtém em Rabat, para onde fora mandado, o brevê de piloto civil. No ano seguinte, 1922, já é piloto militar brevetado, com o posto de subtenente da reserva. Em 1926, recomendado por amigo, o Abade Sudour, é admitido na Sociedade Latécoère de Aviação, onde começa então sua carreira como piloto de linha, voando entre ToulouseCasablancaDacar, na mesma equipe dos pioneirosVacherMermozGuillaumet e outros. Foi por essa época, quando chefiou o posto de Cap Juby, que os mouros lhe deram o cognome de senhor das areias[carece de fontes].

Faleceu durante uma missão de reconhecimento sobre GrenobleAnnecy. Recentemente, o alemão Horst Rippert assumiu ser o autor dos tiros responsáveis pela queda do avião e disse ter lamentado a morte de Saint-Exupéry[1]. Em 3 de novembro, em homenagem póstuma, recebeu as maiores honras do exército. Em 2004, os destroços do avião que pilotava foram achados a poucos quilômetros da costa de Marselha. Seu corpo jamais foi encontrado.

(Fonte: Wikipédia – http://pt.wikipedia.org/wiki/Antoine_de_Saint-Exupéry)

Obras

L’Aviateur (O aviador) – 1926
Courrier sud (Correio do Sul) – 1929
Vol de nuit (Vôo Noturno) – 1931
Terre des hommes (Terra dos Homens) – 1939
Pilote de guerre (Piloto de Guerra) – 1942
Le Petit Prince (O Pequeno Príncipe ou O Principezinho) – 1943
Lettre à un otage
– 1943/1944

Póstumos

Citadelle – 1948
Lettres de jeunesse – 1953
Carnets
– 1953
Lettres à sa mère – 1955
Écrits de guerre – 1982
Manon, danseuse
– 2007
(Fonte: Wikipédia – http://pt.wikipedia.org/wiki/Antoine_de_Saint-Exupéry)

About these ads

1 Response to “Dica de leitura, por Jaime Medeiros Jr.”


  1. 1 suelen
    3 de março de 2010 às 16:42

    Dica…livro A Ordem é Amém eu li que é ótimo daqueles que vc não consegui para de ler!!!
    sinopse:Joseph Sulivam , um antigo corretor de imovéis , encontra na igreja a saída para seus problemas financeiros,e nessa nova trajetória , se torna pastor de mais uma igreja evangélica.Depara com situações que o levam a caminhos contrários da verdade , enganando os fiéis , e aumentando o seu patrimônio pessoal , mas DEUS tem planos para reverter essa situação.

    ele esta no site: http://www.seteseveneditora.com.br


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


dezembro 2009
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Categorias

Blog Stats

  • 452,408 hits

Comunidade

Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.454 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: