.

.

O jornal Vaia promove, com o apoio da Palavraria, desde 2008, uma série de encontros literários periódicos denominados Palavra – Alegria da Influência. Todos os encontros se realizam na Palavraria e têm entrada franca.

O programa, que tem a produção de Fernando Ramos (Jornal Vaia), promove encontros literários mensais, geralmente aos sábados, sempre com a presença de um escritor da nova geração (anfitrião do encontro) e de outro já consolidado no cenário literário e da predileção (referencial ou inspirador) do anfitrião, para conversar especialmente a respeito de seus trabalhos, ler textos e debater ideias sobre suas respectivas produções literárias e sobre a literatura em geral.

Já participaram do Palavra os escritores Everton Behenck e Fabrício Carpinejar, Sidnei Schneider e Jorge Rein, Monique Revillion e Charles Kiefer, Laís Chaffe e Celso Gutfreind, Reginaldo Pujol Filho e Luis Fernando Veríssimo (2008); Rodrigo Rosp e Ricardo Silvestrin, Leandro Dóro e Caio Riter, Ítalo Ogliari e Luiz Antonio de Assis Brasil, Marlon de Almeida e Maria Carpi, Reginaldo Pujol Filho e Amilcar Bettega, Luiz Horácio e Moacyr Scliar, Maria Rezende e Martha Medeiros (2009).

.

 

.

Programação 2010

A programação de 2010 será gradativamente apresentada abaixo, na medida em que a produção for definindo os agendamentos.

.

Novembro, 20, 18h30: Jeferson Tenório, Ronald Augusto e Sidnei Schneider conversam sobre a obra de Oliveira Silveira.

Jeferson Tenório nasceu no Rio de Janeiro, em março de 1977. É professor estadual de Literatura e Língua Portuguesa e também estudante de Letras da UFRGS.  Em 2007, foi destaque no prêmio Palco Habitasul, com o conto A beleza e a tristeza. Em 2008 e 2009, teve o conto adaptado para uma peça teatral, com estreia no Theatro São Pedro. Em 2008, foi menção honrosa no concurso de contos Paulo Leminski, com o texto Cavalos não choram.

 

Ronald Augusto. Poeta, músico, letrista e crítico de poesia. É autor de, entre outros, Homem ao Rubro (1983), Puya (1987), Kânhamo (1987), Vá de Valha (1992), Confissões Aplicadas (2004) e No assoalho duro (2007). É co-editor, ao lado de Ronaldo Machado, da Editora Éblis e também editor associado da revista virtual Sibila. Tem poemas traduzidos para o inglês e o  alemão. Publicou artigos e/ou ensaios sobre poesia em diversas revistas do Brasil e sites de literatura. Ministra oficinas e cursos de poesia e é integrante do grupo os poETs.

Sidnei Schneider é poeta, tradutor e contista. Autor dos livros de poesia Quichiligangues (Dahmer, 2008), Plano de Navegação (Dahmer, 1999) e tradutor de Versos Singelos/José Martí (SBS, 1997). Participa de Poesia Sempre (Biblioteca Nacional/MinC, 2001), Antologia do Sul (Assembléia Legislativa, 2001), O Melhor da Festa (Nova Roma, 2009) e de outras dez publicações. 1º lugar no Concurso de Contos Caio Fernando Abreu, UFRGS, 2003 e 1º lugar em poesia no Concurso Talentos, UFSM, 1995, de um total de treze premiações. Publicou artigos, poemas, contos e traduções de poesia em jornais e revistas.

 

Oliveira Ferreira da Silveira (Rosário do Sul, 1941 – Porto Alegre, 2009). Graduado em Letras – Português e Francês com as respectivas Literaturas – pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS. Docente de português e literatura no ensino médio exerceu atividades jornalísticas e foi ativista do Movimento Negro. Publicou até 2005 dez títulos individuais de poesia – Pêlo escuro, Roteiro dos tantãs, Poema sobre Palmares, entre outros – e participou de antologias e coletâneas no país e no exterior.

.

.

Outubro, 02, 18h: Liana Timm, Tania Mara Galli Fonseca e Armindo Trevisan.

Liana Timm. Artista multimídia, arquiteta, poeta e designer. 24 livros publicados, 66 exposições individuais, 112 coletivas, 14 prêmios recebidos. Dirige a Território das Artes Editora, especializada em artes visuais, literatura e ciências humanas.

Tania Mara Galli Fonseca| Professora titular do Instituto de Psicologia da UFRGS. Docente pesquisadora dos Programas de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional e Informática Educativa da UFRGS. Coordenadora da Coleção CARTOGRAFIAS. Membro da TDAEDITORA. Coordenadora do Grupo de Pesquisa que atua no acervo da Oficina de Criatividade do Hospital Psiquiátrico São Pedro.

Armindo Trevisan | Poeta, doutor em Filosofia pela Universidade de Fribourg, Suíça. Professor de História da Arte e Estética da UFRGS. Prêmio Nacional de Poesia Gonçalves Dias (1964), Prêmio Nacional de Brasília (1972), Prêmio APLUB de Literatura (1997), Patrono da Feira do Livro de 2001, Fato Literário RBS de 2004. Inúmeros livros de poesia e ensaios. Suas obras estão traduzidas em alemão, italiano, espanhol e inglês.

.

.

Setembro, 11, 18h: Altair Martins e Marco de Curtis. Sarau de abertura com Richard Serraria e Eliana Mara Chiossi.

 

Altair Martins nasceu em Porto Alegre, em 1975. É bacharel em Letras e mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS. Leciona em escolas de Porto Alegre e é responsável pela cadeira de Conto no Curso de formação de escritores das Unisinos, em São Leopoldo. Como escritor, estreou com a antologia de contos Como se moesse ferro (1999), seguida de Se choverem pássaros. A parede no escuro, seu primeiro romance, foi vencedor do segundo Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria primeiro romance, em 2009. Com seus livros anteriores, Altair Martins também foi vencedor do Prêmio Guimarães Rosa da Radio France Internationale, em 1999, do Prêmio Luiz Vilela e do Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, em 2001 e do Prêmio Açorianos na categoria Contos. Foi também finalista do Prêmio Jabuti em na categoria crônicas em 2001 com o livro Como se moesse ferro. A parede no escuro foi o vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2009 na categoria melhor romance de estréia.

Nascido em Porto Alegre, Marco De Curtis graduou-se em arquitetura e urbanismo pela UFRGS. Arquiteto, designer e aquarelista, atua na construção civil. Cursa a oficina de criação literária ministrada por Charles Kiefer desde 2005. Escreveu Camicases digitais, texto premiado pela revista Carta Capital. Teve seus contos publicados em diversas coletâneas. Sua narrativa Beijos de borboleta foi selecionada para compor a coletânea Curta o conto em concurso organizado pela RBS TV.

Richard Serraria é músico, compositor, poeta, professor universitário e agitador cultural com atuação na cena porto alegrense há mais de 15 anos. Também tem ligações fortes com o carnaval, sendo ritmista da bateria dos Imperadores do Samba no ano de 2002 e 2003 e também da União da Vila do IAPI em 2005 e 2006. Vem publicando regularmente artigos para o Jornal NH, no Caderno NH Escola, que circula no Vale do Sinos. É colunista da revista digital O dilúvio. Em 2008, lançou seu primeiro trabalho individual, intitulado Vila Brasil, investindo numa sonoridade acústica com leves toques eletrônicos, sob direção de Marcelo Corsetti e Ângelo Primon. Atualmente grava dois discos: o terceiro da Bataclã FC com previsão de lançamento para 2011 e o segundo solo, Pampa Esquema Novo, já com participações confirmadas e gravadas de Zeca Baleiro, Daniel Drexler e Pablo Grinjot.

Eliana Mara Chiossi é doutora em Letras pela Universidade Federal da Bahia (2002). Atualmente é professora adjunto da Universidade Federal da Bahia e atua como professora colaboradora no Programa de Pós Graduação em Letras e Diversidade Cultural da UEFS. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Estudos Culturais, atuando principalmente nos seguintes temas: critica literaria brasileira, estudos culturais, subalternidade, identidade cultural e literatura e lingüística. É responsável pelo projeto de implantação das Oficinas de Leitura e Produção de Textos no ILUFBA, atuando como professora e tem projetos na área de Escrita Criativa. Participa ativamente das jornadas literárias do SESC e de outras instituições. Em 2006, seu livro de contos, ainda não publicado, Mil folhas e uma, ficou entre os selecionados no concurso nacional Editora Record/SESC. Mantém três blogs de escrita: O Carteiro de Atlantis e o Laboratório do Carteiro de Atlantis, em conjunto com o escritor português Nuno Miranda Ribeiro e com a participação da ilustradora Carol Kzan; individualmente, mantém, desde 2007, o blog de escrita O Mundo tem inscrições sempre abertas.

.

.

Agosto, 13, 19h: Guto Leite e Paulo Seben

.
Guto Leite é poeta dos livros “Reflexos” (FEME, 2000), “Sintaxe da Última Hora” (Scortecci, 2006) e “Poemas Lançados Fora”(7Letras, 2007), além de premiado em diversos concursos literários e presente em diversas coletâneas de poesia. Cantor e compositor premiado em alguns festivais de canção, juntamente com a banda Abracabrália, da qual faz parte desde 2007. Roteirista dos filmes de curta-metragem “Bons sonhos, Maria” (2006), “Revés” (2009) e “Estado Senil” (2009). Argumentista da personagem Júlio César, que foi publicado pela primeira vez em setembro último. Dramaturgo, contista e romancista ainda inédito. Linguista pela Unicamp, especialista e mestrando em Literatura Brasileira pela UFRGS.

.


Paulo Seben. Professor desde 1979, atualmente na UFRGS, é Doutor em Letras. letrista de rock e MPG (Música Popular Gaúcha), ex-violonista. Ganhou o Prêmio Gaúcho de Literatura na categoria Poesia em 1998. Obra literária:  Tango da Independência (Unidade Editorial da SMC-POA, 1995), Mr. Hayde e o Homem-Tronco (fevereiro de 1988, disponível desde 2004 no site http://www.lojadosubsolo.com), Poemas Podres (parcialmente escrito na década de 1980), O Uraguai de Basílio da Gama (Ed. Feevale, 2001), Caderno Globo 33 (Instituto Estadual do Livro, 2002), A Escrava Isaura (adaptação para neoleitores, L&PM, 2003), além de ter participado de várias antologias.

.

Julho, 3, 18h: Christina Dias e André Neves.

.

 

Christina Dias nasceu em Porto Alegre em 1966. É autora de “O Quadro da Andréa”, indicado ao prêmio Açorianos de Literatura, “Menina Luz”, prêmio O Sul, Nacional e os Livros, “O galinheiro do Bartolomeu”, Prêmio Açorianos de Literatura de 2006, “Iberê menino” e “O armário do João-de-barro”, também indicado ao Prêmio Açorianos de Literatura de 2007. Mantém o blog Conversinhas.

André Neves nasceu no Recife. Formado em Comunicação Social, interessou-se também pelas Artes Plásticas e passou a dedicar-se exclusivamente universo da literatura e das imagens para crianças e jovens. No Brasil, ganhou prêmios importantes: Prêmio Luís Jardim, melhor livro de imagem 2003, Prêmio Jabuti 2004, Prêmio Açorianos de literatura 2005 e 2006, 2008. Também participou de mostras e exposições de ilustração no Brasil e no exterior como: XX Mostra Internazionale d’illustrazione per l’infanzia – Sármede 2002 e 2008 e Bienal Ilustração Bratislava 2005 e 2007. Tem vários títulos publicados no Brasil e no exterior. Atualmente, ele mora em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Experiência que tem contribuído para a criação híbrida de suas imagens. Mantém o blog Confabulando Imagens.

.

Junho, 5, 18h: Cássio Pantaleoni e Hilda Simões Lopes Costa

A história do escritor João Simões Lopes Neto, essência da cultura Rio-Grandense é repleta de curiosidades e fatos desconhecidos, segredos que somente os mais próximos do autor poderiam revelar. Hilda Simões Lopes Costa, prima do escritor, e Cássio Pantaleoni, fundador e autor da Editora 8INVERSO, conversam sobre fatos e visões deste regionalista, ângulos de um artista e de um Rio Grande do Sul ainda vivos em todos nós, mas que nunca tivemos chance de conhecer.

.

Hilda Simões Lopes Costa. Nascida em Pelotas, é bacharel em Direito, mestre em Sociologia pela Universidade de Brasília e professora universitária aposentada pela Universidade Federal de Pelotas. Fez duas oficinas de Criação Literária, uma com Luiz Antonio de Assis Brasil, em Porto Alegre e, a outra, no Centro Cultural de Las Americas, no México. Há 12 anos, ministra oficina de criação para jovens e escritores em Pelotas e, mais recentemente, em Porto Alegre.  Em 2009, foi patrona de Feira do Livro de Pelotas. Publicou dois livros de ensaios sociológicos: Do Abandono À DelinqüênciaSenhoras e Senhoritas, Gatas e Gatinhas. Contos e poesias em inúmeras coletâneas de autores gaúchos. E os livros: A Superfície das Águas, prêmio Açorianos de Literatura, 1998 pelo Instituto Estadual do Livro; Cuba, Casa de Boleros, conjunto de crônicas,  finalista prêmio açorianos, pela AGE; Um Silêncio Azul, AGE; o romance A Anatomia de Amanda, pela editora Juruá, de Curitiba, lançado ano passado e onde a autora analisa a obra ‘A Paixão Segundo GH’ de Clarice Lispector e  o livro didático Manual de Criação Literária, pela Baraúna, São Paulo.

.
Cássio Pantaleoni. Nasceu em Pelotas, mas ainda muito cedo trocou a terra natal por Porto Alegre. É Mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do RS, com especialização em Fenomenologia e Hermenêutica. Sua dissertação tratou do projeto de superação da metafísica desenvolvido na obra “Ser e Tempo”, de Martin Heidegger. Estudou com grandes intelectuais gaúchos, como o Dr. Ernildo Stein, Dr. Evilázio Borges, Dr. Jayme Paviani e Dr. Celso Luft. Executivo atuante na área de Tecnologia da Informação e sócio-fundador da Editora 8INVERSO. Menção Honrosa no Concurso de Contos Josué Guimarães, edição 2008, promovido pela Associação Sul-brasileira de Letras, possui quatro livros publicados – Os despertos, Literalis, 2000; Ninguém disse que era assim, Literalis, 2002; Desmascarando a incompetência, Literalis, 2005; e o recém lançado Histórias para quem gosta de contar histórias, 8INVERSO, 2010. Profundamente influenciado pelo pensamento de Heidegger e Gianni Vattimo, sua obra se nutre dos fundamentos da formação filosófica para desenvolver temas que gravitam em torno da complexidade das relações humanas.

.

.

Maio, 08, sábado, 18h30: Paulo Tedesco e Paulo Ribeiro.

Paulo Tedesco nasceu em Caxias do Sul, em 1970. Consultor gráfico-editorial, colaborou para diversos jornais e sítios eletrônicos no Brasil e nos Estados Unidos, onde morou por cinco anos. Publicou, em 2004, Quem tem medo do Tio Sam?, fruto de sua experiência em solo norte-americano. Faz oficina literária com Charles Kiefer desde 2004 e já participou de diversas antologias de contos. Atuando desde 2004 em Porto Alegre no mercado gráfico e editorial, mantém sua Oficina do Livro, que vem ajudando editoras e autores a concretizar seus planos de publicação. http://paulotedesco.blogspot.com/

.

 

Paulo Ribeiro. Doutor em Letras pela PUC-RS, jornalista, leciona na Universidade de Caxias do Sul. Estreou em 1989 com o romance Glaucha. Recebeu o Prêmio Henrique Bertaso por Vitrola dos Ausentes, melhor narrativa longa, em 1994, ano em que a mesma novela foi indicada para o Prêmio Açorianos de Literatura. De lá para cá, além manter coluna de crônicas no jornal Pioneiro de Caxias do Sul, vem consolidando sua obra em publicações individuais e coletivas com novelas, contos, crônicas e ensaios.

.

.

Abril: 10, sábado, 18h: Jaime Medeiros Jr. e Ronald Augusto

.

Jaime Medeiros Jr. é poeta portoalegrense (1964), pediatra. Autor do livro de poemas Na ante-sala. Um dos produtores do Portopoesia. Colabora no blog Filhos de Orfeu – http://filhosdeorfeu.blogspot.com/ e publica crônicas quinzenais no blog da Palavraria.

.

Ronald Augusto. Poeta, músico, letrista e crítico de poesia. Nasceu em Rio Grande (RS), em 1961. Publicou, entre outros livros, Homem ao Rubro (1983), Puya (1987), Kânhamo (1987), Vá de Valha (1992), Confissões Aplicadas (2004) e No assoalho duro (2007). É integrante do grupo os poETs, co-editor, ao lado de Ronaldo Machado, da Editora Éblis e também editor associado do website Sibila.

.

.

.

Março: 27, sábado, 18h: Ana Mariano e Donaldo Schüler.

Ana Mariano. Nascida e residente em Porto Alegre. Formada em direito pela UFRGS, trabalha na profissão. Participa de grupos de criação literária orientados pela professora Léa Masina e pelo professor Charles Kiefer, bem como do curso de História da Filosofia ministrado pelo professor Donaldo Schuler. Tem contos e poemas publicados em revistas literárias e antologias como Outras mulheres (Dublinense, 2010), 102 que contam (Nova Prova), Brevíssimos! (Nova Prova), 30 contos imperdíveis (Mercado Aberto) e Antologia dos contistas bissextos (L&PM). Publicou, em 2006, o livro de poemas Olhos de Cadela (L&PM), finalista do prêmio Açorianos 2007. Trabalha na revisão de seu primeiro romance – Atado de Ervas.

.

Donaldo Schüler. É doutor em letras e livre-docente pela UFRGS e pela PUCRS, professor titular emérito em língua e literatura gregas da UFRGS, pós-doutor pela USP. Ministrou cursos em nível de graduação e de pós-graduação no Brasil, Estados Unidos, Canadá, Uruguai, Chile e Argentina. Colabora frequentemente com grandes jornais e revistas literárias das principais capitais do Brasil, além de Portugal e México. É autor de mais de três dezenas de livros nas áreas da ficção, ficção infanto-juvenil, poesia e ensaio. Traduziu do grego Antígona, Édipo em Colono, Sete Contra Tebas e a Odisséia. Sua tradução de Finnegans Wake, de James Joyce, foi premiada pela Associação Paulista de Críticos Literários e com o Jabuti da Câmara Brasileira do Livro. Donaldo Schüler é Gaúcho Honorário, Cidadão Honorário de Porto Alegre e detentor da Medalha Negrinho do Partoreio. Recebeu o Prêmio Fato Literário e o Açorianos de Literatura nas categorias tradução e literatura infanto-juvenil. Recebeu a Medalha de Mérito Cruz e Souza do Estado de Santa Catarina, a comenda Infante Dom Henrique, em Portugal, e o Prêmio John Jameson pela difusão da cultura irlandesa no Brasil.
[Veja mais em http://schulers.com/donaldo/]

.

.

Fevereiro: 26, sexta, 18h30: Marcelo Spalding e Luiz Paulo Faccioli

 

Marcelo Spalding é formado em jornalismo, mestre e doutorando em Literatura pela UFRGS, professor da Oficina de Criação Literária da Uniritter, editor do portal Artistas Gaúchos, autor dos livros As cinco pontas de uma estrela, Vencer em Ilhas Tortas, Crianças do Asfalto, A Cor do Outro e Minicontos e Muito Menos‘, vice-presidente da Associação Gaúcha de Escritores e colunista do Digestivo Cultural. Recebeu dois Prêmios AGES Livro do Ano (2008 e 2009) e um Prêmio Açorianos de Literatura (2008). É vice-presidente da Associação Gaúcha de Escritores na gestão 2010-2011. Como acadêmico, é especialista em miniconto e em Literatura Digital.
[Veja mais em http://www.marcelospalding.com/]

Luiz Paulo Faccioli nasceu em Caxias do Sul em 1958 e lá viveu até 1977, quando mudou-se para Porto Alegre, cidade onde mora atualmente. É músico, compositor, juiz Allbreed e Instrutor pela The International Cat Association – TICA. Autor de Elepê (contos, WS Editor, 2000), Estudo das Teclas Pretas (novela, Record, 2004), Cida, a Gata Maravilha (infanto-juvenil, Galera Record, 2008) e Trocando em miúdos (contos, Record, 2008), participou das antologias Porto Alegre: curvas e prazeres (contos eróticos, WS Editor, 2002), Os Cem Menores Contos Brasileiros do Século (Ateliê Editorial & eraOdito editOra, 2004) e 35 segredos para chegar a lugar nenhum (crônicas, Bertrand Brasil, 2007), entre outras. Integra o grupo Casa Verde, participando das seis coletâneas lançadas pelo selo entre 2005 e 2008: Fatais, Contos de bolso, Contos de bolsa, Era uma Vez em Porto Alegre, Contos de algibeira e Contos comprimidos. É crítico literário, colunista do portal Artistas Gaúchos, colunista de literatura da Band News e o atual Presidente da Associação Gaúcha de Escritores. [Veja mais em http://www.luizpaulofaccioli.com/]

.

.

Janeiro: 16, sábado, 18h30: Rafael Bán Jacobsen e Cíntia Moscovich

 

Rafael Bán Jacobsen nasceu em 21 de maio de 1981 em Porto Alegre. É físico, professor, pianista e escritor. Participou de inúmeras coletâneas e tem grande quantidade de artigos publicados em jornais e revistas. Em 1998, lançou seu primeiro livro individual, Tempos & Costumes, recebendo o Prêmio Açorianos de Destaque em Narrativa Longa. Em 2005, lançou seu primeiro romance, Solenar, também agraciado com o Açorianos em 2006. Em 2009, lançou seu segundo romance, Uma Leve Simetria, finalista no Prêmio Açorianos de Literatura 2009, na categoria Narrativa Longa. Seu terceiro romance, Imemorial das Pedras, no prelo, foi contemplado com a concorrida Bolsa Funarte de Criação Literária em 2009. É sócio do Grêmio Literário Castro Alves (GLCA), da Casa do Poeta Rio-Grandense (CAPORI), membro do Partenon Literário e ocupante da Cadeira número 11 da Academia de Artes Ciências e Letras Castro Alves (AACELCA). Trabalha, atualmente, com pesquisa em Cosmologia e em Física Nuclear e de Partículas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde realizou bacharelado e mestrado.

.

Cíntia Moscovich. Nascida em 15 de março de 1958 em Porto Alegre, Cíntia Moscovich é escritora, jornalista e mestre em Teoria Literária. Em 1996, publicou sua primeira obra individual, O reino das cebolas, que mereceu a indicação ao Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro. Em 1998, lançou a novela Duas iguais – Manual de amores e equívocos assemelhados, que recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura, na modalidade de Narrativa Longa, em 1999. Em outubro de 2000, lançou o livro de contos Anotações durante o incêndio, merecendo outra vez o Prêmio Açorianos de Literatura. Em 2004, publicou a coletânea de contos Arquitetura do arco-íris, livro que lhe valeu o terceiro lugar em contos no prêmio Jabuti, além da indicação para o Prêmio Portugal Telecom de Literatura Brasileira e para a primeira edição do Prêmio Bravo! Prime de Cultura. Em novembro de 2006, lançou o romance Por que sou gorda, mamãe?. Essa obra mereceu indicação para o Prêmio Portugal Telecom e venceu ainda o Prêmio Açorianos de Literatura, na categoria Narrativa Longa e Livro do Ano. Em dezembro de 2007, lançou seu sexto livro individual, o romance infanto-juvenil Mais ou menos normal, que faz parte da série Cidades Visíveis, da Publifolha.

.

.

 

Janeiro: 16, sábado, 18h30: Cíntia Moscovich e Rafael Jacobsen.

Rafael Bán Jacobsen nasceu em 21 de maio de 1981 em Porto Alegre. É físico, professor, pianista e escritor. Participou de inúmeras coletâneas e tem grande quantidade de artigos publicados em jornais e revistas. Em 1998, lançou seu primeiro livro individual, Tempos & Costumes, recebendo o Prêmio Açorianos de Destaque em Narrativa Longa. Em 2005, lançou seu primeiro romance, Solenar, também agraciado com o Açorianos em 2006. Em 2009, lançou seu segundo romance, Uma Leve Simetria, finalista no Prêmio Açorianos de Literatura 2009, na categoria Narrativa Longa. Seu terceiro romance, Imemorial das Pedras, no prelo, foi contemplado com a concorrida Bolsa Funarte de Criação Literária em 2009. É sócio do Grêmio Literário Castro Alves (GLCA), da Casa do Poeta Rio-Grandense (CAPORI), membro do Partenon Literário e ocupante da Cadeira número 11 da Academia de Artes Ciências e Letras Castro Alves (AACELCA). Trabalha, atualmente, com pesquisa em Cosmologia e em Física Nuclear e de Partículas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde realizou bacharelado e mestrado.

Cíntia Moscovich. Nascida em 15 de março de 1958 em Porto Alegre, Cíntia Moscovich é escritora, jornalista e mestre em Teoria Literária. Em 1996, publicou sua primeira obra individual, O reino das cebolas, que mereceu a indicação ao Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro. Em 1998, lançou a novela Duas iguais – Manual de amores e equívocos assemelhados, que recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura, na modalidade de Narrativa Longa, em 1999. Em outubro de 2000, lançou o livro de contos Anotações durante o incêndio, merecendo outra vez o Prêmio Açorianos de Literatura. Em 2004, publicou a coletânea de contos Arquitetura do arco-íris, livro que lhe valeu o terceiro lugar em contos no prêmio Jabuti, além da indicação para o Prêmio Portugal Telecom de Literatura Brasileira e para a primeira edição do Prêmio Bravo! Prime de Cultura. Em novembro de 2006, lançou o romance Por que sou gorda, mamãe?. Essa obra mereceu indicação para o Prêmio Portugal Telecom e venceu ainda o Prêmio Açorianos de Literatura, na categoria Narrativa Longa e Livro do Ano. Em dezembro de 2007, lançou seu sexto livro individual, o romance infanto-juvenil Mais ou menos normal, que faz parte da série Cidades Visíveis, da Publifolha.

http://www.cintiamoscovich.com/blog/

.


0 Responses to “Palavra – Alegria da influência/2010”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Categorias

Blog Stats

  • 393,849 hits

Comunidade


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.256 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: