Author Archive for Luiz Heron da Silva

21
ago
14

Aconteceu na Palavraria, nesta quarta, 20: Lançamento do livro A invenção do cinema brasileiro: Modernismo em três tempos, de Paulo Paranaguá. Bate-papo do autor com mediação de Flávio Koutzii.

.

aconteceu

.

20, quarta, 19h: Lançamento do livro A invenção do cinema brasileiro: Modernismo em três tempos, de Paulo Paranaguá, Bate-papo do autor com mediação de Flávio Koutzii. (Casa da Palavra)

.

paulo paranaguá  01.

paulo paranaguá 02paulo paranaguá 03paulo paranaguá 04 paulo paranaguá 05.

.

.

.

.

.paulo paranaguá

.

paulo paranaguá 06paulo paranaguá 07 paulo paranaguá 08 paulo paranaguá 09.

.

.

.

.

.

paulo paranaguá 10paulo paranaguá 11 paulo paranaguá 12 paulo paranaguá 13.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

21
ago
14

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 23, 18h: Lançamento do cd Verde fosco roxo cinza, com pocket show da banda Musa Híbrida. Promoção Festipoa Revisitada e Sampleada.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

 

23, sábado, 18h: Lançamento do cd Verde fosco roxo cinza, com pocket show da banda Musa Híbrida. Promoção Festipoa Revisitada e Sampleada.

cd musa híbrida a

 

Musa Híbrida se espalha pelo mundo, vamos refazer o mundo. Híbrido de poesia e canção, composições que transitam por letras dos compositores ALÉRCIO e CUQUI; poesia, não só contemporânea como a do argentino Cristian de Nápoli e da pelotense Laura Schuch, mas também a provençal de Arnaut Daniel – na tradução de Augusto de Campos. Híbrido de instrospecção e musa híbridaextrospecção, mesclando elementos orgânicos e eletrônicos; eletroincidências / eletroelegâncias; violão, bandolim, contrabaixo, guitarra, caixa com vassouras, grooves de bateria somado a batidas programadas, sintetizadores, samples e outras potencialidades tecnológicas comandadas pelo multi-instrumentista VINI ALBERNAZ. A busca de um som contemporâneo, atual, com letras que se aproximam ora da literatura, ora do próprio universo da canção.

 

.

Palavraria - livros a.

.

 

19
ago
14

Vai rolar na Palavraria, nesta quarta, 20, Lançamento do livro A invenção do cinema brasileiro: Modernismo em três tempos, de Paulo Paranaguá

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

 

20, quarta, 19h: Lançamento do livro A invenção do cinema brasileiro: Modernismo em três tempos, de Paulo Paranaguá (Casa da Palavra)

a invenção do cinema brasileiro

Paulo Antonio Paranaguá faz uma apresentação inovadora da história do cinema brasileiro em três tempos: os anos 1920, as décadas de 1930 e 1940, onde se destacam as figuras de Mário Peixoto, Humberto Mauro e do crítico Paulo Emilio Salles Gomes, e o Cinema Novo, com a presença de Glauber Rocha e Joaquim Pedro de Andrade. O fio condutor da exposição é a relação do cinema com o movimento modernista. Esta chave de leitura, adotada pela primeira vez, possibilita a consideração de aspectos nunca abordados da história do cinema brasileiro.

Paulo Antônio Paranaguá nasceu no Rio de Janeiro, mas vive há anos na França. É escritor e jornalista. Fez doutorado na Universidade de Paris-Sorbonne. Seus trabalhos como crítico e historiador cobrem a produção cinematográfica de vários países da América Latina e apresentam uma visão de conjunto da história do cinema no continente. Alguns de seus livros são: “Le cinéma en Amérique Latine: le miroir éclaté, historiographie et comparatisme” (Paris, 2000), “Luis Buñuel: El” (Barcelona, 2001), “Cine Documental en América Latina” (Madri, 2003), “Tradición y modernidad en el cine de América Latina” (Madri-México, 2003), “El nuevo documental ibero-americano/O novo documentário ibero-americano 2000/2008” (Madri 2009). Paulo Antonio Paranaguá foi membro de júris de festivais de cinema e organizou mostras de cinema brasileiro, mexicano e cubano no Centro Georges Pompidou, em Paris.

 

.

Palavraria - livros a.

.

 

19
ago
14

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 16, Sarau das Seis, sobre literatura infanto juvenil, com Jeferson Tenório, Lígia Sávio, Caio Riter e Robertson Frizero.

.

aconteceu

.

sábado, 16, Sarau das Seis, sobre literatura infanto juvenil, com Jeferson Tenório, Lígia Sávio, Caio Riter e Robertson Frizero.

.

sarau das seis 01.

sarau das seis 02sarau das seis 03 sarau das seis 04 sarau das seis 05.

.

.

.

.

.

.

sarau das seis 06sarau das seis 07 sarau das seis 08 sarau das seis 09.

.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

19
ago
14

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 16, 11h: Lançamento do livro Clube do mistério, de Edson Antoni

.

aconteceu

.

Sábado, 16, 11h: Lançamento do livro Clube do mistério, de Edson Antoni  .

.

Edson Antoni 01.

Edson Antoni 02Edson Antoni 03 Edson Antoni 04 Edson Antoni 05.

.

.

.

.

.

.

Edson Antoni 06Edson Antoni 07 Edson Antoni 08 Edson Antoni 09.

.

.

.

.

.

.

Edson Antoni 10Edson Antoni 11 Edson Antoni 12 Edson Antoni 13.

.

.

.

.

.

 

.

Palavraria - livros c.

 

17
ago
14

Programação de 18 a 23 de agosto de 2014

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

De 18 a 23 de agosto de 2014

.

19, terça, 19h: Confraria de Leitura Reinações. Em debate o livro Extraordinário, de R. J. Palacio. Coordenação de Marô Barbieri.

reinações agosto

 

.

Palavraria - livros a.

.

20, quarta, 19h: Lançamento do livro A invenção do cinema brasileiro: Modernismo em três tempos, de Paulo Paranaguá (Casa da Palavra)

a invenção do cinema brasileiro

Paulo Antonio Paranaguá faz uma apresentação inovadora da história do cinema brasileiro em três tempos: os anos 1920, as décadas de 1930 e 1940, onde se destacam as figuras de Mário Peixoto, Humberto Mauro e do crítico Paulo Emilio Salles Gomes, e o Cinema Novo, com a presença de Glauber Rocha e Joaquim Pedro de Andrade. O fio condutor da exposição é a relação do cinema com o movimento modernista. Esta chave de leitura, adotada pela primeira vez, possibilita a consideração de aspectos nunca abordados da história do cinema brasileiro.

Paulo Antônio Paranaguá nasceu no Rio de Janeiro, mas vive há anos na França. É escritor e jornalista. Fez doutorado na Universidade de Paris-Sorbonne. Seus trabalhos como crítico e historiador cobrem a produção cinematográfica de vários países da América Latina e apresentam uma visão de conjunto da história do cinema no continente. Alguns de seus livros são: “Le cinéma en Amérique Latine: le miroir éclaté, historiographie et comparatisme” (Paris, 2000), “Luis Buñuel: El” (Barcelona, 2001), “Cine Documental en América Latina” (Madri, 2003), “Tradición y modernidad en el cine de América Latina” (Madri-México, 2003), “El nuevo documental ibero-americano/O novo documentário ibero-americano 2000/2008” (Madri 2009). Paulo Antonio Paranaguá foi membro de júris de festivais de cinema e organizou mostras de cinema brasileiro, mexicano e cubano no Centro Georges Pompidou, em Paris.

 

.

Palavraria - livros a.

.

23, sábado, 18h: Lançamento do cd Verde fosco roxo cinza, com pocket show da banda Musa Híbrida

cd musa híbrida a

 

Musa Híbrida se espalha pelo mundo, vamos refazer o mundo. Híbrido de poesia e canção, composições que transitam por letras dos compositores ALÉRCIO e CUQUI; poesia, não só contemporânea como a do argentino Cristian de Nápoli e da pelotense Laura Schuch, mas também a provençal de Arnaut Daniel – na tradução de Augusto de Campos. Híbrido de instrospecção e musa híbridaextrospecção, mesclando elementos orgânicos e eletrônicos; eletroincidências / eletroelegâncias; violão, bandolim, contrabaixo, guitarra, caixa com vassouras, grooves de bateria somado a batidas programadas, sintetizadores, samples e outras potencialidades tecnológicas comandadas pelo multi-instrumentista VINI ALBERNAZ. A busca de um som contemporâneo, atual, com letras que se aproximam ora da literatura, ora do próprio universo da canção.

 

.

Palavraria - livros a.

.

 

16
ago
14

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 16, 11h: Lançamento do livro Clube do mistério, de Edson Antoni

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

 

16, sábado, 11h: Lançamento do livro Clube do mistério, de Edson Antoni

clube do mistério - edson antoni

O Clube do Mistério é uma espécie de sociedade secreta. Quatro amigos se reúnem na sede da árvore para inventar aventuras e resolver desafios. Numa tarde tranquila, Francisco, Ana, Frederico e Laura encontram um tesouro escondido e começam a investigá-lo. E essa descoberta vai levar a histórias incríveis sobre a cidade em que vivem.

.

Palavraria - livros a.

.

 

13
ago
14

Aconteceu na Palavraria, nesta terça, 12, Lançamento do livro Mesmo sem dinheiro comprei um esqueite novo, poemas de Paulo Scott. Bate-papo do autor com Cristiane Cubas, Diego Grando e Pedro Gonzaga

.

aconteceu

.

12, terça, 19h: Lançamento do livro Mesmo sem dinheiro comprei um esqueite novo, poemas de Paulo Scott. Bate-papo do autor com Cristiane Cubas, Diego Grando e Pedro Gonzaga. (Cia das Letras)

.

paulo scott 01paulo scott 02.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

13
ago
14

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 11, Lançamento do livro Uma vida que segue, de Manoel Ianzer

.

aconteceu

.

11, segunda, 19h: Lançamento do livro Uma vida que segue, de Manoel Ianzer

.

manoel Ianzer 01.

manoel Ianzer 02manoel Ianzer 03 manoel Ianzer 04 manoel Ianzer 05.

.

.

.

.

.

manoel Ianzer 06manoel Ianzer 07 manoel Ianzer 08

.

.

.

.

.

manoel Ianzer 09 manoel Ianzer 10.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

11
ago
14

Vai rolar na Palavraria, nesta terça, 12, Lançamento do livro Mesmo sem dinheiro comprei um esqueite novo, poemas de Paulo Scott. Bate-papo do autor com Cristiane Cubas, Diego Grando e Pedro Gonzaga.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

12, terça, 19h: Lançamento do livro Mesmo sem dinheiro comprei um esqueite novo, poemas de Paulo Scott. Bate-papo do autor com Cristiane Cubas, Diego Grando e Pedro Gonzaga. (Cia das Letras)

Mesmo sem dinheiro_POA

Paulo Scott é um dos nomes mais originais da poesia brasileira nos dias atuais. Seus versos, burilados de uma forma que parece ter surgido com facilidade – um verdadeiro feito -, se aproximam da ficção ao apresentarem histórias e episódios sobre amores perdidos e recém-adquiridos, derrocadas da vida, a violência nas relações humanas, a busca pelo sublime no cotidiano e o dia a dia de um escritor no Brasil.
Nada mais atual, ainda mais para um poeta que também escreve romances. Tal como o chileno Roberto Bolaño, que atacava na prosa e na poesia, Scott deixa a energia da ficção ingressar nos seus versos. Assim, a força narrativa dos poemas permite que os leiamos como se fossem pequenos contos, e se espraia pelos temas tratados – em forma de busca do escritor por uma personalidade genuína e não apenas uma “encenação” para a mídia e as redes sociais -, únicos em nosso panorama. Isso, claro, sem dar as costas para a nossa melhor tradição literária.
Ou, como diz com grande pertinência o poeta e tradutor Paulo Henriques Britto: “Neste livro, Paulo Scott deixa bem claro ter plena consciência do que se exige de sua geração, surgida num momento em que, pela primeira vez, após bem mais de meio século, cada poeta tem de construir sua linguagem a partir de um legado diversificado e acachapante, sem as rotas de percurso alternativas que balizaram, para o bem e para o mal, aqueles que os antecederam”.

paulo scottPaulo Scott nasceu em Porto Alegre, em 1966, e mora no Rio de Janeiro desde 2008. É autor dos romances Voláteis (Objetiva), Habitante irreal (Alfaguara), livro ganhador do Prêmio Fundação Biblioteca Nacional 2012, concluído com o apoio da Bolsa Petrobras de Criação Literária 2010 e Ythaca Road (Cia das Letras); do volume de contos Ainda orangotangos (Bertrand Brasil), adaptado para o cinema por Gustavo Spolidoro no longa-metragem de mesmo título que venceu o 13o Festival de Cinema de Milão, e do livro de poemas A timidez do monstro (Objetiva).

.

Palavraria - livros a.

.

 

 




agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias

Blog Stats

  • 426,237 hits

Comunidade


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.362 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: