23
nov
09

Programação de 23 a 28 de novembro

23 a 28 de novembro

.

25, quarta, 19h: Lançamento do livro O dia em que Luca não voltou (Companhia das Letras), de Luís Dill. Bate-papo do autor com o escritor Oscar Bessi Filho.

Luca deveria chegar do colégio, mas isso não acontece.
Sem uma única pista, a família vai se esfacelando de dor.Um relato ficcional sobre uma história bastante real para muitas pessoas

Luca era filho único em uma família de classe média alta, vivia em um condomínio monitorado e não costumava dar trabalho — era bom aluno, craque de bola e o sonho de muitas meninas. Mas um dia Luca não voltou do colégio. Veio até o condomínio na condução de sempre, sumindo sem deixar rastro. O tempo vai passando, as notícias não chegam e a família se despedaça aos poucos.
Quem narra essa história de dor e aflição é Everaldo, filho da empregada, com doze anos quando tudo acontece, um a menos que Luca. Por meio dele, Dill fala, com muita emoção, de uma realidade terrível de nosso país — estima-se que quatro menores de doze anos desapareçam todos os dias no Brasil. E muitos são os pais que ficam sem resposta, esperando rever o filho sumido, ou pelo menos ter alguma explicação do que aconteceu. Ao final do livro, um apêndice apresenta os dados sobre crianças desaparecidas no Brasil e no mundo, indica os procedimentos a serem tomados — tanto para se evitar que algo aconteça quanto para que a busca seja a mais eficaz possível — e indica sites e números úteis.

.

O porto-alegrense Luís Augusto Campello Dill nasceu em 1965. Como jornalista, atuou nos mais variados meios de comunicação (rádio, jornal, tv), e atualmente é produtor executivo da rádio fm Cultura. Já publicou mais de vinte livros — entre eles Todos contra Dante, pela Companhia das Letras —, e participou de inúmeras coletâneas. Também é colaborador de jornais e revistas, e escreve roteiros para curtas e longas metragens. Possui o site www.luisdill.com.br , através do qual troca impressões com os leitores.

.

.

26, quinta, 19h: Lançamento do livro Mar da serenidade, de Sérgio Agra.

A serenidade interior

A saga de uma família de imigrantes italianos contada não com arquivos históricos, mas com a sensibilidade da memória e do olhar de uma menina. A investigação cuidadosa de suas reminiscências, a redescoberta da figura ao mesmo tempo distante e próxima do pai, a alegria, a agitação incessante em contraste com a nostalgia dos lugares e figuras inapagáveis da infância, a praia, o avô, os amigos, os primos.Sérgio Agra, através da sua percuciente personagem feminina reconstrói um cenário bonito, cheio de afetos e lembranças, cheio de pequenas dores e suaves revelações, da intimidade ao espanto, em torno do Chalé Grande, no litoral do Rio Grande do Sul.
Na verdade, ao costurar delicadamente engrenagens sociais já desfeitas pelo tempo, ao buscar incessantemente algo mais nos fatos simples da vida, ao não abrir mão de enxergar um sentido de humanidade em cada gesto, em cada momento, Sérgio Agra, como um navegador que singra as águas do tempo, faz, deste pequeno romance, uma definitiva trajetória de reencontro com seu próprio mar de serenidade interior. (José Fogaça)

.

Sérgio Agra é advogado. Nasceu em Porto Alegre, em 28 de agosto de 1948. Foi Colaborador do Suplemento Mulher, do jornal Folha da Tarde – Cia. Jornalística Caldas Jr. Atualmente, colabora para os jornais Gazeta do Sul, de Santa Cruz do Sul, Costa do Mar&Serra, de Capão da Canoa, e Litoralmania, de Osório. Participou de diversas antologias como Prêmio Apesul Revelação Literária – 1978 – Edição do Instituto Estadual do Livro e Cia. Jornalística Caldas Jr; Contos de Oficina 14 – 1995 – Oficina de Criação Literária do Instituto de Letras da PUCRGS – EDIPUCRGS; Crônica & Cidade e Conto & Cidade – Série Autor do Dia – 43ª Feira do Livro – Câmara Rio-grandense do Livro – Associação Gaúcha dos Escritores – 1997. Recebeu várias premiações, dentre estas 1º Lugar em Crônicas – Prêmio Apesul revelação Literária – 1978.

.

.

27, sexta, 19h: Sarau literário – Leitura de contos do livro DesAMORdaçados.

DesAMORdaçados – antologia de contos dos alunos da Oficina de Criação Literária da PUC ministrada pelo escritor e Doutor em Letras Luiz Antonio de Assis Brasil – apresenta o trabalho de treze jovens autores. Editada pela Libretos, a obra tem organização do professor Assis Brasil e prefácio da escritora Cíntia Moscovich. Clô Barcellos assina o design gráfico do livro. A ilustração de capa é de Carlos Filho.
A publicação traz três contos de cada um dos participantes, alguns oriundos do universo das letras, como Gabriela Silva e Viviane Grespan; outros da Comunicação Social – Marinella Peruzzo, Luciane Godinho da Silva, Ana Santos, Ana Kessler e Mauro Paz ou do Direito – Elisa Beylouni, Mariza Baur e Cícero Krupp da Luz. E alguns, ainda, de áreas diversas, como Juliana Eichenberg (biologia), Leonardo Wittmann (cinema) e Stela Rates (farmácia). No exercício da busca de uma dicção narrativa, todos já revelam sua personalidade literária.

.

.


Anúncios

0 Responses to “Programação de 23 a 28 de novembro”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


novembro 2009
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Categorias

Blog Stats

  • 710.840 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: