Arquivo de março \31\UTC 2010

31
mar
10

A crônica de Jaime Medeiros Jr.: Pequena jornada

.

Pequena jornada, por Jaime Medeiros Jr.

.02

Peguemos agora esta pequena condução que está a nos aguardar lá fora. Façamos uma breve viagem de reconhecimento de nossa pequena região. Primeiro dirijamo-nos ao norte. Observemos a noite escura, toda a família chegando ao porto do Rio, vindos da terrinha, sem saber uma palavra sequer em português. Salim, aos 3 anos, ali em meio deles. O pai com um bilhete onde se tem o endereço de um conhecido, que talvez lhe saiba orientar onde moram os parentes, o bilhete metido ao acaso no bolso, e que resistiu todos os meses de viagem até o Brasil. O pai tenta mostrar o bilhete a alguém que lhe decifre o conteúdo, pouca luz, mesmo ali embaixo do poste de alumiar, descobre o chofer de praça, um preto, que busca ao bolso uma caixa de fósforos e diz “luz”, “luz”. O pai finalmente entende, “nur”.  O bilhete se decifra, e o negro os conduz até a casa daquele conhecido, em segurança. E eles chegarão até seus parentes.*

.

.

Rumemos agora a oeste, procuremos outra paragem agradável. Então divisamos o bebê durante o seu despertar. Observemo-lo, e vejamos “o de um tudo” que se dá neste momento, ele a emergir do estado de inconsciência para o de tomar ciência do mundo. Mas dependendo da rapidez com que fará a passagem da inatividade para a atividade, logo em seguida poderá estar em alerta máximo, o que no bebê se confunde com o choro, “alerta vermelho”, onde tudo se quer e nada se tem, e aí já se perdeu a ciência de tudo. Neste momento se tiveres um pediatra por perto, ele tolherá a atividade dos braços que certamente estão se movendo convulsamente, e se não houver fome, deverá ser o suficiente para que ele retorne àquele alerta calmo. Senão só uma madona, a consoladora, de colo e seios fartos o fará acalmar. Donde podemos concluir, a ciência é filha do estado de alerta calmo, com que se emerge da inconsciência. Nur na escuridão.

.


.

Sigamos a nossa jornada. Repousamos um pouco. Estamos no sul, agora nos deparamos com uma sociedade “primitiva”. E no centro daquele acampamento, temos uma fogueira, o encontro de todos diante daquela luz, ao lado temos um poste, “um poste de alumiar”, um eixo que nos liga com um outro lugar. Sempre que levantarmos acampamento, leva-se o poste. Sempre que assentarmos em um outro qualquer lugar, ergue-se o poste, e tudo em suas cercanias se alumia. Dessa nossa luz se faz o mundo e a ciência daquilo que é e se alumia, e daquilo que não é e permanece na escuridão. Nur na escuridão.

.


.

Depois de tudo, ainda nos resta o leste. Estamos ao pé do mestre, ele fala a uma turma atenta e silenciosa, uma aula sobre foco narrativo, e nos mostra que o narrador pode ser onisciente ou descer as imanências da coisa esquecendo-se de quem é, e nos contar a história feita com os olhos de carne de quem também tem história e tentar descortinar o mundo com a luz de seu pequeno isqueiro. Mas no fim, ainda resta a mesma velha pergunta, quem nos narra essa história? Nur na escuridão?

* História que se encontra em “Nur na escuridão”, de Salim Miguel, e que aqui relato de memória e um tanto adaptada à exigüidade do texto.

.

Jaime Medeiros Jr. é poeta portoalegrense (1964), pediatra. Autor do livro de poemas Na ante-sala. Um dos produtores do Portopoesia. Colabora no blog Filhos de Orfeu – http://filhosdeorfeu.blogspot.com/

.

.


30
mar
10

Aconteceu na Palavraria: encontro de Ana Mariano e Donaldo Schüler

Sábado, 20, o pessoal que deu uma chegada na Palavraria curtiu o agradável e divertido – e instrutivo – papo entre a poeta e contista (e logo-logo romancista também) Ana Mariano e seu convidado, o múltiplo professor e artista Donaldo Schüler. Era a terceira edição deste ano do Palavra – Alegria da Influência, programa produzido pelo Fernando Ramos do Jornal Vaia. Registros do evento.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

29
mar
10

Promoção de Páscoa Palavraria – Editora Leitura

.

.

Promoção de Páscoa Palavraria – Editora Leitura

.

.

Nesta Páscoa, dê livros da Editora Leitura para as crianças. Livros com 30% de desconto. Promoção válida de 29 de março a 03 de abril de 2010. Estoque limitado.

Escolha os livros na lista abaixo e faça sua compra na Palavraria.


Rua Vasco da Gama, 165 – Bom Fim.
Telefone 51 3268 4260 ou palavraria@palavraria.com.br.

.

Alegria, Alegria (DVD), 2007. Giselle Vargas e Carlos Felipe. DE R$ 25,00 POR R$17,50. As mais belas canções de nossa infância estão neste livro que acompanha um CD com 100 cantigas e parlendas do folclore brasileiro.

Coleção Alegria, Alegria (livro + DVD), 2007. Gisele Vargas e Carlos Felipe.  DE R$68,00 POR R$47,60. As mais belas canções de nossa infância estão neste livro que acompanha um CD com 100 cantigas e parlendas do folclore brasileiro.

Almanaque da criança, 2003. Amir Mattos. DE R$ 45,00 POR R$31,50.
‘Almanaque da Criança’ traz diversas pegadinhas, piadas, curiosidades sobre animais e passatempos para o jovem leitor brincar e se divertir.

O azulão e o sol, 2009. Walmir Ayala.  DE R$22,00 POR R$15,40.

O barco, 2008.  DE R$16,90 POR R$11,80

Belas lendas brasileiras, 2009. Raquel Teles. DE R$48,00 POR R$33,60. O livro apresenta uma coletânea de seis lendas brasileiras escritas para se lembrar eternamente.

Brinquedos do bebê, 2006. Raquel Teles.  DE R$24,90 POR R$17,40.

Bruxas, magos e duendes, 2009.  DE R$65,00 POR R$45,50. Bruxas, Magos e Duendes é uma coletânea de histórias emocionantes que lhe conduzirá a uma terra de magia e encanto de onde retornará são e salvo.

Contos e encantos dos 4 cantos do mundo, 2003. Cléo Busatto e Paulo Maia.  DE R$48,00 POR R$33,60. Este livro traz contos de todas as partes do mundo, despertando, nas crianças, uma visão ampla das diferentes culturas e da importância de respeitar o que lhe é diferente. Acompanha CD.

As cores, 2006. Miniquebra-cabeça.  DE R$ 16,90 POR R$11,80

As cores das aves – Livro de pano, 2008.  DE R$29,90 POR R$20,90.

Era uma vez – Fábulas de Esopo e de La Fontaine. Amir Mattos. 2007. DE R$40,00 POR R$28,00.

Grande livro das adivinhações, Mário Souto Maior. 2002.  DE R$45,00 POR R$31,50. O livro é pura diversão e entretenimento para toda a família.

O grande livro das aventuras. 2008.  DE R$48,00 POR R$33,60. Este livro traz onze histórias de autores clássicos da literatura de aventuras, adaptados para que o leitor conheça os personagens mais viajados, os mais intrépidos, os que sobrevivem sempre, os que ajudam aos outros, os que se vingam do destino ou aqueles que sofrem, mas acabam vencedores. Ilustrado, este livro inclui títulos como – Robinson Crusoé, de Daniel Defoe; Viagem ao Centro da Terra, de Julio Verne; David Copperfield, de Charles Dickens; O Fantasma de Canterville, de Oscar Wilde; O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas; O Último dos Moicanos, de James F. Cooper; Tom Sawyer, de Mark Twain; Moby Dick, de Herman Melville; entre outros.

Grande livro das curiosidades, Amir Mattos. 2001. DE R$ 45,00 POR R$31,50. A obra traz curiosidades sobre Idiomas, ditos populares, invenções, vida sexual, coincidências, e outras.

O grande livro das lendas medievais. 2008. DE R$48,00 POR R$33,60. Nestas páginas, estão reunidos relatos inspirados em episódios históricos como ‘A Canção de Rolando’, ‘O Cantar de Mio Cid’ ou ‘O Canto dos Nibelungos’. O leitor também encontrará as aventuras dos Cavaleiros da Távola Redonda; as de Gawain, no Cavaleiro Verde; as de Ivan, no Cavaleiro do Leão; as de Lancelote, no Cavaleiro da Carreta; as de Percival; e as aventuras de Robin Hood.

O grande livro do folclore, Carlos Felipe e Maurizio Manzo. 2004. DE R$28,00 POR R$19,60. ‘O Grande Livro do Folclore’ brasileiro é resultado de um trabalho de pesquisa, colhido durante anos por um dos maiores folcloristas do Brasil- Carlos Felipe Horta- filósofo, sociólogo, jornalista, seresteiro, professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Na hora de fazer a pesquisa, professores, pais e alunos vão encontrar neste único volume, ricamente ilustrado, tudo de que precisam saber sobre as diversas formas de manifestações folclóricas do povo brasileiro – festas, danças, canções, lendas, mitos, costumes, vestuário, linguagem, culinária, divididos de acordo com as regiões do País.

O grande livro dos magos, Antonio Tello e Edgar Sicilia. DE R$48,00 POR R$33,60. ‘O grande livro dos Magos’ reúne as histórias de magos, como Merlin, Nibelungo, Cassandra, Paracelso, Nostradamus, Flamel, entre outros. Por este livro, o leitor vai mergulhar em um universo mágico e encantado, onde homens, mulheres e outros seres usaram seus admiráveis poderes para o bem… ou para o mal. E para atingir os mais diversos objetivos, esses magos lançaram mão de toda a sorte de artifícios – poções mágicas, livros, capas, instrumentos musicais.

O grande livro dos seres fantásticos. Manuel Calderon e Ferran Alexandri. DE R$48,00 POR R$33,60. Bem-vindos ao mundo dos seres fantásticos! Nele você descobrirá a vida de 44 seres criados pela imaginação do homem. Seres malignos e benignos, animais e humanos ou humanóides, enormes e diminutos, femininos e masculinos, viverão histórias e lendas diante de seus olhos.

Histórias da criação, Walmir Ayala. 2007. DE R$ 39,00 POR R$27,30. Essas ‘Histórias da criação’, poeticamente contadas, apresentam o fascinante mistério da criação para crianças e jovens. As narrativas se passam em um universo fantástico, construído com a leveza e a profundidade próprias da linguagem do poeta e romancista Walmir Ayala. Ele é também autor de significativas obras da literatura para adultos, como À beira do corpo e As ostras estão morrendo.

Histórias da vovó (+ CD), Maria da Conceição de Oliveira Teles. 2001. DE R$48,00 POR R$33,60 .

O livro das perguntinhas, Domingos Pelegrini. 2008. DE R$18,00 POR R$12,60. O livro conta a história de uma menina que, desde que acorda até a hora em que vai dormir está sempre pensando em perguntas. Então, nasceu ‘O livro das perguntinhas’, filho portanto, da filha de Pellegrini.

O livro do bebê. Raquel Teles. 2003. DE R$39,00 POR R$27,30. Delicadamente ilustrado e com espaços temáticos para colocação de fotos, o livro destina-se a acompanhar as primeiras experiências de um bebê em diversas ocasiões, tais como a gestação, o nascimento, o batizado, as primeiras palavras, os primeiros acontecimentos marcantes, etc.

A magia dos contos de fadas, Raquel Teles. 2005. DE R$42,00 POR R$30,00. Contem as seguintes historias; Tres Porquinhos, Branca de Neve, Cinderela e Chapeuzinho Vermelho.

O melhor dos contos da Índia. 2003. DE R$48,00 POR R$33,60. A incrível história dos príncipes pandavas é uma lenda que retrata, em forma de aventuras, parte dos antigos costumes, crenças e tradições da Índia.

O tigre Sami, Vários autores. 2006. DE R$24,90 POR R$17,40.

Tito – Formas. 2005. DE R$16,90 POR R$11,80

Os transportes. Miniquebra-cabeça. 2005. DE R$14,90 POR R$10,40.

Vamos escovar os dentes! Beatriz Odriozola. 2006. DE R$9,90 POR R$6,90. De forma lúdica, por meio de frases curtas e textos rimados, a Coleção Maternal ensina a criança a lidar com as pequenas tarefas do cotidiano, como se alimentar, tomar banho, escovar os dentes e usar o vaso.

Vamos tomar banho! Beatriz Odriozola. 2003. DE R$9,90 POR R$6,90. De forma lúdica, por meio de frases curtas e textos rimados, a Coleção Maternal ensina a criança a lidar com as pequenas tarefas do cotidiano, como se alimentar, tomar banho, escovar os dentes e usar o vaso.

Vamos usar o peniquinho. Beatriz Odriozola. 2006. DE R$9,90 POR R$6,90. De forma lúdica, por meio de frases curtas e textos rimados, a Coleção Maternal ensina a criança a lidar com as pequenas tarefas do cotidiano, como se alimentar, tomar banho, escovar os dentes e usar o vaso.

Volta ao mundo em 15 fábulas. Renato Belo. 2003. DE R$49,00 POR R$34,30. Este livro traz 15 fábulas de diversos países, inspiradoras e famosas, que encantam o leitor pela delicadeza e emoção que transmitem.

As vozes dos animais – Livro de pano. 2008. DE R$ 29,90 POR R$20,90.

.

.

.

Coleção encantadora dos mais belos clássicos infantis, reescritos por Raquel Teles, ricos em diálogos que propiciam representações teatrais em casa, no palco ou na escola.

A bela e a fera / A pequena sereia / Aladim / O menino lobo / Polegarzinho / O gato de botas / Cinderela / Alice no país das maravilhas

Preço unitário: R$ 2,50












28
mar
10

Programação da semana: de 29 de março a 3 de abril

.

.

29 de março a 3 de abril

.

31, quarta, 19h: Lançamento do livro Os limites do impossível, de Aldyr Garcia Schlee. Sessão de autógrafos e bate-papo com Luiz Rufatto.

.

Comentário de Sérgius Gonzaga sobre o livro de Schlee, publicado em Zero Hora (23.12.2009):

Jogo de espelhos e de simulacros
Dom Carlos, verdades e mentiras de Gardel

Jogo de espelhos e de simulacros, narrativa que se declara ficção quando se quer realidade, conjunto de contos que na sua essência compõe um romance, polifonia de desgarradas vozes femininas – todas prisioneiras da obsessão de confessar o que em suas vidas são desejos proibidos, transgressões ilimitadas e sombras –, universo monstruoso e, paradoxalmente, lírico, de onde emerge a figura impenitente do fazendeiro Dom Carlos que, como um demônio do pampa, atrai, seduz e desgraça para sempre os corpos e as almas de suas vítimas. Ele, o que recebeu a maldição do sexo sem peias. Ele, o pai de Carlos Gardel.

Nesta realidade movediça, próxima da alucinação e da impostura, em que tudo é e não é, neste mundo movente transcorrem os acontecimentos do romance Os Limites do Impossível, de Aldyr Garcia Schlee, cujo subtítulo – Contos Gardelianos – já aponta para a natureza aberta da obra. Falsos contos, como falso talvez seja o Gardel que se origina dos amores interditos?

Além de renovar as possibilidades do relato histórico, tanto na estrutura quanto na linguagem, o texto de Aldyr (que vive isolado numa fazenda decadente em Capão do Leão), com seu toque de irrealidade, suas lacunas intencionais, sua atmosfera opressiva, suas paixões loucas, produz no leitor uma experiência de arrebatamento. Não lembro de ter lido na ficção brasileira da última década algo que me causasse tão fortemente a impressão de beleza pungente e de inventividade.

Sergius Gonzaga –  Professor de Literatura e Secretário Municipal da Cultura de Porto Alegre – RS Brasil

.

Aldyr Garcia Schlee (Jaguarão, 22/11/1934) é escritor, jornalista, tradutor, desenhista e professor universitário. Doutor em Ciências Humanas, publicou vários livros de contos e participou de antologias, de contos e de ensaios. Alguns livros seus foram primeiramente publicados no Uruguai pela editora Banda Oriental. Traduziu a importante obra Facundo, do escritor argentino Domingos Sarmiento, fez a edição crítica da obra do escritor pelotense João Simões Lopes Neto. Foi professor de Direito Internacional da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, por mais de trinta anos onde foi também pró-reitor de Extensão e Cultura.

É torcedor do Brasil de Pelotas, clube que chegou a ser tema do conto “Empate”, publicado em “Contos de futebol”. Criou o uniforme verde e amarelo da seleção brasileira de futebol, mais conhecido como Camisa Canarinho. Recebeu duas vezes o prêmio da Bienal Nestlé de Literatura Brasileira e foi três vezes premiado com o Prêmio Açorianos. Atualmente vive em um sítio em Capão do Leão, município vizinho de Pelotas.

Obras publicadas

2009: Os limites do impossível – Contos gardelianos, Editora ARdoTEmpo
2000: Contos de Verdades, contos, Editora Mercado Aberto
1998: Linha Divisória, contos, Editora Melhoramentos
1997: Contos de Futebol, contos, Editora Mercado Aberto
1983: Contos de Sempre, contos, Editora Mercado Aberto
1991: El dia en que el papa fue a Melo, contos, Editora de la Banda Oriental (republicado em português como O Dia em que o Papa foi a Melo, Editora Mercado Aberto, 1999)
1984: Uma Terra Só, contos, Editora Melhoramentos

Luiz Ruffato (1961) é natural de Cataguases (MG). Jornalista e escritor, é formado em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora (MG). Publicou “Cotidiano do medo” (poemas – 1984), “Histórias de remorsos e rancores” (contos – 1998) e (“os sobreviventes”) (contos – 2000). Participou da antologia “Novos contistas mineiros” (1986). Em 2001 recebeu menção especial no Prêmio Casa de Las Américas, pelo melhor livro publicado em língua portuguesa no ano anterior. Outros livros publicados: “Eles eram muito cavalos” (Prêmio APCA e Machado de Assis, da Biblioteca Nacional); “Mama son tanto felice – Inferno provisório – Vol. 1)”; “O mundo inimigo – Inferno provisório – Vol.2); “Vista parcial da noite – Inferno provisório – Vol. 3)”; “De mim já nem se lembra”; “Fora da ordem e do progresso” e “Tarja preta”. Organizou os livros “25 mulheres que estão fazendo a nova literatura brasileira” e “+ 30 mulheres que estão fazendo a nova literatura brasileira”.

.

.

1º, quinta, 19h: Lançamento do livro Narrar processos: tramas da violência doméstica e possibilidades para a educação, de Edla Eggert.

.

O livro é resultado de uma pesquisa, originada num Programa de Pós-Graduação em Educação, que produziu uma metodologia, por meio da confecção coletiva de um pano de parede, com a tematização da violência contra as mulheres. A experiência, na educação popular, somada ao feminismo, proporcionou um diálogo metodológico importante que envolveu Promotoras Legais Populares, uma Organização não governamental, o Centro de Capacitação e Assessoria (CECA) e a Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

.

Edla Eggert, professora na Unisinos, é graduada em Pedagogia pela União das Escolas Unidas do Planalto Catarinense (Uniplac), mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutora em Teologia pela Escola Superior de Teologia (EST) de São Leopoldo, com a tese Educa-teologiza-ção: fragmentos de um discurso teológico (mulheres em busca de visibilidade através da narrativa transcriada). É autora de Educação popular e teologia das margens (São Leopoldo: Sinodal, 2003) e organizou, em parceria com outros pesquisadores, as obras As Mulheres e a Filosofia, [Re]leituras de Frida Kahlo: por uma ética estética da diversidade machucada, e A graça do mundo transforma Deus.

.

.

03, sábado, 19h: Bianca Obino convida o poeta Sidnei Schneider. Pocket musical com Bianca Obino e leitura de poemas.

Dando continuidade ao sucesso do primeiro encontro ocorrido dia 20 de março, sábado, na Palavraria Livraria e Café com a bailarina e coreógrafa Cibele Sastre, no próximo dia 03 de abril, sábado às 19h, no mesmo local, a cantora, compositora e violonista Bianca Obino contará com a presença do poeta Sidnei Schneider que recitará poemas seus e de Qorpo Santo.

“Bianca Obino Convida” é um evento que une sempre um show musical no formato violão e voz – executado pela artista Bianca Obino – a uma performance de outro artista convidado, cuja área de atuação é distinta – literatura, dança, artes  dramáticas e visuais.

O espetáculo propõe o entrelaçamento dos universos artísticos da cantora aos dos seus convidados semelhante aos diálogos que estabelece nos arranjos do seu violão com sua voz. Assim, a artista, convidados e público tornam-se artesãos em cada encontro. Em fase de preparação de seu primeiro CD com título a definir, este projeto também visa inserir e conectar esta artista ao seu público.

Os encontros têm apoio cultural da rádio Buzina do Gasômetro, site Artístas Gaúchos e livraria Palavraria; produção de Jornal VAIA e Balaio de Cordas; arte de palco e cartazes de Cowbees; direção artística e musical de Felipe Azevedo.

.

.

Bianca Obino

Natural de Porto Alegre, graduada em música com habilitação em Canto, pela UFRGS, iniciou seus estudos musicais por volta dos 10 anos de idade. Fez cursos e oficinas de especialização em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, e recentemente em Florença, sob orientação da soprano italiana Patrizia Morandini. A artista também atua como orientadora vocal. A prática de tocar e cantar culminou na busca de aprofundamento nos dois instrumentos que utiliza: violao e voz; e assim tem desenvolvido um estudo violonístico com o compositor, violonista, cantor e educador musical Felipe Azevedo sobre os aspectos históricos e estilísticos da música popular brasileira, técnica violonística aplicada ao seu trabalho autoral e de intérprete, além de arranjo e composição de canções.
[Veja mais em http://www.biancaobino.com/]

Sidnei Schneider

É poeta, tradutor e contista. Autor dos livros de poesia Quichiligangues (Dahmer, 2008), Plano de Navegação (Dahmer, 1999) e tradutor de Versos Singelos/José Martí (SBS, 1997). Participa de Poesia Sempre (Biblioteca Nacional/MinC, 2001), Antologia do Sul (Assembléia Legislativa, 2001), O Melhor da Festa (Nova Roma, 2009) e de outras dez publicações. 1º lugar no Concurso de Contos Caio Fernando Abreu, UFRGS, 2003 e 1º lugar em poesia no Concurso Talentos, UFSM, 1995, de um total de treze premiações. Publicou artigos, poemas, contos e traduções de poesia em jornais e revistas. [Veja mais em http://umbigodolago.blogspot.com/ ]

.

.

.

27
mar
10

Terra 2100

Toques da Palavraria [09]


Terra 2100. Os primeiros 10 minutos do programa com duas horas de duração, levado ao ar pela rede americana ABC em 2 de junho de 2009. Apresentado pelo jornalista Bob Woodruff, o documentário explora a pior perspectiva futura se o homem não agir contra os problemas atuais que ameaçam a civilização, como a mudança climática, o crescimento populacional e o mau uso dos recursos energéticos. Os fatos se desenvolvem paralelamente à vida da personagem fictícia, “Lucy” (contada através do uso de imagens e animações), enquanto ela relata como eles afetaram a sua vida. O programa inclui previsões da Terra nos anos de 2015, 2030, 2050, 2085 e 2100, feitas por cientistas, historiadores, antropólogos e economistas, incluindo Jared Diamond, Thomas Homer-Dixon, Peter Gleick, James Howard Kunstler, Heidi Cullen e Joseph Tainter. Segundo o produtor Michael Bicks, “o programa foi criado para mostrar a pior perspectiva para a civilização humana. Porém, não afirmamos que esses fatos irão se concretizar mas, se falharmos em resolver problemas como a mudança climática, o esgotamento dos recursos e a super-população, é provável que se concretizem”.

.

.

Ficha Técnica:
Título Original: Earth 2100
Gênero: Documentário
Duração: 83 min
Exibição Original: 02/06/2009
Diretor: Rudy Bednar

.

 

.

27
mar
10

Aconteceu na Palavraria: a conversa afinada de Charles Kiefer e Maria da Graça Kern Castro

Aconteceu ontem na Palavraria o encontro entre a psicóloga Maria da Graça Kern Castro e o escritor Charles Kiefer. Promovido pelo Instituto de Ensino e Pesquisa em Psicoterapia, o debate enfocou os processos que caracterizam a gênese do fazer literário.

.


.

.

.

.

.

.

26
mar
10

Breve: Claudio Willer lança Geração Beat em Porto Alegre

.

Em abril, Claudio Willer faz palestra na Palavraria e lança seu mais recente livro: Geração Beat (L&PM).

.

.

Promoção:
Programa de Pós-Graduação em Educação – UFRGS
DIF – Artistagens, Fabulações, Variações
BOP – Bando de Orientação e Pesquisa
Editora L&PM

.




março 2010
S T Q Q S S D
« fev   abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias

Blog Stats

  • 606,817 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: