08
set
10

A prosa ligeira de Jaime Medeiros Jr.: ligeiras considerações sobre os contos gauchescos…

.

.

Ligeiras considerações sobre os contos gauchescos de Simões Lopes Neto, por Jaime Medeiros Jr.

.

Foi um susto bom abrir o que até então estava fechado na prateleira. Muito se faz quando se acerca do ato e deixa-se para trás o que não era senão promessa. Postergar é um remédio incômodo, mas inevitável, quando se detém mais livros do que tempo de lê-los. Mas neste caso particular valeu a espera. Me acho mais crescido em entenderes e sofreres depois da buliçosa e natural afetação de quem mergulha no mundo dos livros.

Aqui nos aguarda o remanso desataviado de uma crença, crença simples no simples contar história, e no simples se alçar da voz simples de quem conta a história a alguém que calado nos testemunha esta voz. Voz de Blau. E Blau sempre sabe dizer. Quando está cansado, confessa: “vinha abombado da troteada”. E quando nos informa a fidelidade de um cusco, diz: “e depois de sair a porteira, nem por nada fazia cara-volta”. E quando nos conta de gente honesta e boa, diz: “E houve uma risada grande, de gente boa”.

O trabalho de linguagem, de quem domina o riscado das letras, não se desacompanha de um bem querer às coisas e às gentes de que se cerca. O que não o desobriga de dar vida mesmo à selvageria a que nos conduz o mundo, pois não é homem de dar cara-volta depois de deixar a porteira. Mata-se o boi velho para arrancar seu couro, mas depois do sangue derramado o gurizote, que inda não sabe da morte, quer fazer um carinho no boi velho, e lhe põe na boca uma fatia de “munhata”, e diz: “Tome, tabiúna ! Nó té… Nô fá bila, tabiúna !” [Come, Cabiúna ! Não quer… Não faz birra, Cabiúna !]. Morre manso o boi. Ele bem sabia puxar o carro e agora já mal puxa a si mesmo, e por fim, habituado deita a cabeça à canga, donde parte para nunca mais, agora já sem um carro de se puxar.

Inda não acabei de ler todos os Contos Gauchescos. Pois é livro que há de se comer despacito, pelas beiradas. Assimilando aos poucos tudo o que se foi, tudo o que se é e tudo que não se é e que nos vem na voz de Blau. Deixo aqui aos mais bem preparados, discutir se o modo de falar de Blau corresponde a realidade sitiante ou sitiável aqui dos pagos. E confesso, desde já, tampouco se me dá. Pois nada se me contrapõe ao verdadeiro, doce e amargo sabor deste Rio Grande, deste Gaúcho que aqui se lê inteiro e que só existe porque existe a voz de Blau.

Jaime Medeiros Jr. é poeta portoalegrense (1964), pediatra. Autor do livro de poemas Na ante-sala. Colabora no blog Filhos de Orfeu e mantém o blog de crônicas Tênues Considerações.

A prosa ligeira de de Jaime Medeiros Jr. aparece neste blog quinzenalmente às quartas-feiras.

.

.


1 Response to “A prosa ligeira de Jaime Medeiros Jr.: ligeiras considerações sobre os contos gauchescos…”


  1. 9 de setembro de 2010 às 15:49

    Simões é grande. Imenso. Muito maior que o regionalismo a que a crítica sói circunscrevê-lo. Certo que foi caipora nos negócios e no nascimento. Sua condição de gaúcho pelotense o coloca num canto isolado do país de onde é difícil sair para conquistar os leitores brasileiros. Simões cria linguagem literária. Sua obra não é extensa, mas é rica, tanto no conteúdo humano, seja de suas Lendas do Sul, dos Contos gauchescos que citaste ou dos engraçadíssimos Causos do Romualdo, quanto na forma precisa da narrativa, na linguagem estudada que, ao mesmo tempo que se utiliza da terminologia campeira, nos fascina pela riqueza imagética e metafórica. Um imenso escritor a quem calhou dar a suas histórias e temas universais a cor e a feição da pampa que ele tanto amou. Tá certo, Jaime, que se fale mais deste grande escritor brasileiro que o Brasil custa tanto a reconhecer!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


setembro 2010
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Categorias

Blog Stats

  • 737.613 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: