Arquivo para fevereiro \09\America/Sao_Paulo 2011



09
fev
11

A prosa ligeira de Jaime Medeiros Júnior: Compartilhando via facebook

.
.

Compartilhando via Facebook [logo depois de navegantes], por Jaime Medeiros Júnior

Eu tava ali já há uns 40 min. Afoiteza. Prudência, achei melhor tomar um dramin-zinho. Porto [forno] Alegre te fazendo suar em bicas, porém ali a beira rio – depois de ter desacelerado um pouco e de me pôr à sombra, de ir tomando de uma água mineral e de me deixar ser pego pela brisa amiga que corria mansa por ali – tudo estava quase gostoso.

Comentara um pouco antes lá na Palavraria [hoje caminho natural do trabalho pra casa]  que estava prestes a fazer um pogramão, encontrar meus colegas de medicina [alguns] pra fazer um passeio de barco [o Cisne Branco]. Era pouco provável que um passeio feito, mesmo que às 18h do horário de verão, com sol tisnando a nossa paciência, pudesse dar em boa coisa.

Nem toda turma [de facebookers] embarcou, alguns ficaram retidos pelo naufrágio do acordo feito com as babás, outros se enganaram de barco e foram para a Usina de onde parte o Noiva do Caí. Outros já tinham avisado que não gostavam de barcos. Contudo o passeio saiu. O barco partiu.

Aquele pequeno grupo de medicinonautas teve mais um bom momento de camaradagem, dando a volta de 2h no rio-lago [pra mim rio – sou cada vez mais conservador] Guaíba. O surpreendente é que o calor se foi depois de o barco começar a deslizar n’água. Como é bom não estar certo nestes momentos.

Vários anos desde a faculdade. E ao que parece conseguimos conquistar o tempo em que um passeio de barco é um passeio de barco. Apesar de guardarmos um qualquer muxoxo de saudade. O dia acabou na champanheria. Conversamos mais. Combinamos outros encontros. Tomamos uma ou duas taças de espumante e fomos pra casa.

Admito que por natureza nem sempre consigo gostar de novidades.Mas acabo sempre por admirar novidades que nos fazem capazes de lembrar. O facebook tem proporcionado mais um espaço para o lembrar, para o recordar e compartilhar com amigos. Dito de outra forma; o facebook pode ser uma grande brincadeira.

Um ab a todos

Jaime

Jaime Medeiros Jr. é poeta portoalegrense (1964), pediatra. Autor do livro de poemas Na ante-sala. Mantém os blogs Tênues Considerações e O Arco da Lira.

A prosa ligeira de Jaime Medeiros Jr. aparece neste blog quinzenalmente às quartas-feiras.

07
fev
11

Cursos de verão na Palavraria: Português “espresso”, com Roberto Medina

.

Cursos de Verão na Palavraria:

.

Português “Espresso”,

Com o professor Roberto Medina


A partir de 10 de fevereiro de 2011

NA PALAVRARIA
– 10 encontros semanais, de 2 horas-aula cada um deles;
– nas segundas, quartas e quintas-feiras;
– das 18h30min às 20h
– início: 10 de fevereiro
– investimento: R$ 300,00
– turma de 10 a 15 alunos

Inscrições e informações:
Palavraria Livros & Cafés
Rua Vasco da Gama, 165 – Bom Fim -90420-111 – Porto Alegre
Telefone (51) 3268-4260
palavraria@palavraria.com.br

PORTUGUÊS “ESPRESSO” para concursos e atualização

A língua portuguesa é pré-requisito para qualquer concurso público, bem como para escritores criativos. Mesmo no texto literário, é necessário dominar a norma para, depois, transgredi-la criativamente; caso contrário, é ato ingênuo.

O idioma é a nossa pátria: patrimônio.

Programa do PORTUGUÊS “ESPRESSO”:

– Redação Oficial: normas e cuidados

– Novo acordo ortográfico – uso do hífen: um caso

– Frase e estrutura frasal: período composto (conjunções e tipos de orações)

– Crase

– Concordância nominal e verbal (correlação verbal)

– Regência verbal

– Pontuação gráfica – o uso da vírgula, ponto-e-vírgula, dois pontos e travessão: a elegância no texto

– Coesão textual: conetivos e estilização

Diferenciais:

– testes em aula

e-groups

– simulados on-line

– plantão tira-dúvidas

Ministrante: O professor e escritor gaúcho Roberto Medina leciona português, inglês e francês em escolas, cursos preparatórios para concursos nacionais e internacionais (ITAIPU BINACIONAL, CAIXA ECON. FEDERAL, POLICIA CIVIL, UNILA, POLICIA RODOVIÁRIA FEDERAL, TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO, TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL, MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, INSS, entre outros.) e cursinhos pré-vestibulares do Rio Grande do Sul e no Paraná, onde atualmente ensina Retórica e Oratória no SENAC/PR. Foi professor de projetos literários na UDC – Faculdade Dinâmica Cataratas –, em Foz do Iguaçu. É editor e consultor de textos para editoras e autores independentes e ministra oficinas, cursos e palestras sobre temas literários e culturais em universidades e outras instituições no Rio Grande e no Paraná. Tem contos publicados na antologia 101 que contam e Brevíssimos (org. de Charles Kiefer), em revistas eletrônicas e em breve Tempos crônicos e Pedraria [sombras do afeto masculino]. É autor dos textos dramáticos Você precisa saber (peça teatral escrita para a Cia. Amadeus), Silêncio (peça teatral para o Teatro da Adega, SP), Até que (monólogo para a atriz Cláudia Ribeiro) e  Fernando Palavra (para a cia G3).

04
fev
11

Vai rolar na Palavraria, 16/02: lançamento do livro de quadrinhos de Rafael Sica

.


16, quarta, 19h: Lançamento do livro de quadrinhos Ordinário, de Rafael Sica

Um dos maiores expoentes da nova geração de quadrinistas brasileiros, Rafael Sica retrata o cotidiano absurdo da vida na metrópole,misturando horror, solidão, tristeza e humor nessa coletânea de tiras em preto e branco e sem palavras da sua série Ordinário.

Ordinário é uma coletânea da série de tiras de mesmo nome, publicada por Rafael Sica em seu blog desde 2009. Essas tiras, em preto e branco e sem falas,  a vida na metrópole, marcada por sentimentos intensos como solidão, tristeza, medo e horror, sempre com um humor ácido e um toque de surrealismo. Nesse universo bastante particular — e facilmente reconhecível — criado por Sica, de um modo quase tragicômico questiona- se a vida urbana e o comportamento do homem contemporâneo. O resultado seria algo próximo de Macanudo, se fosse escrito por alguém como Tim Burton. Rafael Sica teve seu trabalho publicado em revistas como Piauí e +Soma, no caderno Folhateen da Folha de S.Paulo e no fanzine Tarja Preta. Vencedor de dois prêmios HQ Mix (Desenhista Revelação e Web Quadrinhos), é considerado um dos mais influentes quadrinistas brasileiros da nova geração. A exposição “Cinza–Choque”, apresentada no Museu do Trabalho em Porto Alegre em 2009, contou com treze desenhos inéditos seus, feitos a lápis, e foi um reconhecimento ao valor da obra do jovem quadrinista gaúcho.

Rafael Sica nasceu em 1979, em Pelotas, no Rio Grande do Sul. Suas tiras já foram publicadas em grandes veículos de imprensa. Atualmente, publica a série Ordinário em seu blog e faz parte do grupo Bestiário, responsável pela revista Picabu. Para acompanhar seu trabalho, acesse <www.rafaelsica.zip.net




fevereiro 2011
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Categorias

Blog Stats

  • 730.961 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: