Arquivo para 7 de agosto de 2011

07
ago
11

Toques da Palavraria: Cloudy Day

.

.

Cloudy Day.  Animação pela escola francesa ESMA – Ecole Supérieure des Métiers Artistiques.

 

Anúncios
07
ago
11

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 06/08: acústico da Rocartê

.

.

Neste sábado, 06, rolou na Palavraria o show Plano B, pocket acústico da banda Rocartê.  Fotos do evento.

.



.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.
.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


.

.

07
ago
11

Programação da semana de 08 a 13 de agosto

.

.

08, segunda, 19h: Lançamento do livro Violência e Cidadania, organizado por José Vicente Tavares dos Santos, Alex Niche Teixeira e Maurício Russo.

Este livro, escrito com todo zelo e fruto de um trabalho coletivo, vem coroar o resultado de longa e séria trajetória de um grupo de pesquisa denominado “Violência e Cidadania”. Sediado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, vem sendo eficientemente dirigido, a partir da década de 1990, pelo professor José Vicente Tavares dos Santos, comprovando a possibilidade e a produtividade do trabalho coletivo.
O livro Violência e Cidadania – práticas sociológicas e compromissos sociais é resultado de um trabalho em equipe, que conseguiu avançar em uma produção sociológica voltada para a compreensão da relação estabelecida entre os processos de mundialização e a expansão da violência na sociedade brasileira.
Como resultado de vários estudos realizados ao longo de quase duas décadas, por integrantes do Grupo de Pesquisa “Violência e Cidadania”, o presente livro insere-se na sinuosidade de uma conjuntura política permeada por questões sociais globais e locais. Questões também teóricas que perpassam as dimensões complexas do crime, da violência e do controle social.
Coedição Sulina/UFRGS

Autores: José Vicente Tavares dos Santos, Alex Niche Teixeira, Maurício Bastos Russo, Margarita Rosa Gaviria Mejia, Nilia Viscardi, Rochele Fellini Fachinetto, Fábio Dal Molin, Márcia Londero, Letícia Maria Schabbach, Dani Rudnicki, Márcia Esteves de Calazans, Naldson Ramos da Costa, Rosimeri Aquino da Silva, Umberto Guaspari Sudbrack, Gilson Macedo Antunes, Mauricio Bastos Russo, Aline Winter Sudbrack, Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo, Renato da Luz Medeiros, Luiz Antônio Bogo Chies, Maíra Baumgartem, Beatriz Moren da Costa, Gilson Lima, Renato Saul.

.

.


10, quarta, 19h: Lançamento do livro Ciranda negra, de Eni Allgayer (Editora Dublinense)

O que une personagens e tramas neste Ciranda negra é a presença da morte, tema central na mitologia e na literatura desde os primórdios do mito e da palavra. Mas que não se afastem os otimistas, pois falar de morte é também exaltar o seu oposto, a vida como o outro lado da mesma esfera perfeita, e a noção de que a luz só é luz por que existe a escuridão.

Eni Allgayer, exímia contadora de histórias, entrelaça trajetórias e ilumina existências com seu olhar humano e a maturidade própria de quem tem muito a dizer. Neste livro, como quem não quer nada, vai enredando o leitor com seus relatos e arbitrando caminhos e destinos para suas criaturas, vidas que não mais queremos perder de vista até o ponto final. Monique Revillion

.

ENI ALLGAYER nasceu em março de 1946 em Tupanciretã (RS) e mora em Sapucaia do Sul (RS), cidade que lhe concedeu o título de Cidadã Honorária. É autora de seis livros: três ensaios históricos e três juvenis. Possui contos publicados em 27 coletâneas, a maioria escolhida através de concursos literários. Ciranda negra foi finalista do Prêmio Açorianos de Criação Literária em 2010.

.

.

11, quinta, 19h: Sarau Psicanarte:  Debate Emos ou coloridos?, com o professor Magnus e a psicoterapeuta Patrícia Lago – promoção do ESIPP – Estudos Integrados de Psicoterapia Psicanalítica.


.

.

13, sábado, 19h: Bianca Obino convida Mônica Lima.

Pelo segundo ano consecutivo, Bianca tem a oportunidade de compartilhar o palco com artistas da cena local, ampliando ainda mais a sua “Artesania do Som”! A edição deste mês terá a participação da violoncelista Mônica Lima. A direção artística e musical é de Felipe Azevedo.

Mônica Lima iniciou seus estudos de música na Escola de Música Tio Zequinha aos 9 anos de idade. Em 2002, deixou o Brasil em busca de uma maior aperfeiçoamento profissional. É formada em violoncelo pelo Conservatório de Música de Irun, na Espanha, sob orientação do Professor Iñaki Etxepare e com bolsa de estudos proporcionada pelo programa Bolsas Vitae de Artes. Depois de uma temporada na Espanha, mudou-se para Londres e teve a oportunidade de se especializar no Método Suzuki e em Música para Bebês pelo método Kindermusik.

Paralelamente à atividade pedagógica, sempre esteve envolvida em orquestras, música de câmara e todo tipo de grupos musicais. Também tem interesse por música contemporânea e popular, tocando e gravando para diferentes grupos no Brasil e exterior, como a Orquestra de Mantra Rudráksha (Brasil), Felipe Azevedo (Brasil), Grupo Poesia y Flamenco (Espanha), Damien Katkhuda (Inglaterra), entre outros. Atualmente é professora de violoncelo, musicalização e música para bebês na Escola de Música Tio Zequinha em Porto Alegre, além de violoncelista da Orquestra Filarmônica da PUCRS.

No ano de 2010, Bianca Obino dividiu suas apresentações com a bailarina Cibele Sastre, os poetas Sidnei Schneider e Guto Leite, os atores Carolina Garcia, Elaine Regina e Álvaro Villaverde, o escritor Marco de Curtis e o acordeonista Matheus Kleber.

Os encontros têm apoio cultural da rádio Buzina do Gasômetro, site Artístas Gaúchos e livraria Palavraria; produção de Jornal VAIA e Balaio de Cordas.

.

.





agosto 2011
S T Q Q S S D
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias

Blog Stats

  • 717.368 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: