Arquivo para 19 de agosto de 2011

19
ago
11

Aconteceu na Palavraria, nesta sexta, 19/08

.

.

Aconteceu na Palavraria, nesta sexta, 19, o lançamento do livro O grito e outras vozes, de Pedro Câncio (Editora Proa). Fotos do evento.

.


.

.


.

.

.

.

.

.


.


.


.


.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


.

.

.

.

.


.

.

 

 

.


.


.


.
.

.

.

.

.

.

.

Anúncios
19
ago
11

Conversas na Biblioteca, com Carla Osório: Nada é o que parece ser

.

.

Nada é o que parece ser (Notas sobre Kurt Wallander), por Carla Osório

.

.

Estava procurando um filme para ver no final de semana e me deparei com uma série sobre Kurt Wallander, dirigida e protagonizada por Kenneth Branagh.   Ops, pensei, já faz muito tempo que não leio nada desse cara. Levei o DVD para casa e me deliciei! E de quebra ainda tinha uma entrevista com Henning Mankell (autor das novelas policiais em que Wallander é protagonista), o que me instigou ainda mais a reler os livros que tinha em casa e buscar outros mais.

Nessas noites em que Wallander e eu mal dormimos, encontrei um interlocutor  que não tem respostas, não é cético e nem é cínico. Converso com sua angústia e perplexidade ante um mundo em transformação, o qual não reconhecemos e do qual sentimos não mais fazermos parte.

Não há humor em Wallander,  somente esse sentimento que cresce a cada livro e a cada caso que busca solucionar. É com dor que ele enfrenta o mundo, suas alegrias são fugazes, sua depressão quase o esmaga, mas ele sobrevive, como nós.

A Suécia, onde se passam as histórias de Wallander, foi um dos países que o Estado de Bem Estar social mais vingou. Disparidades sociais existiam, mas a dignidade humana era preservada. Lembro de uma passagem específica em que Wallander entra em um prédio maltratado e sujo e não somente se surpreende com o lugar, como pensa que a forma como as pessoas ali viviam era inconstitucional (Pasmem! Repito: inconstitucional). Em outros momentos reflete sobre uma geração que viveu buscando uma sociedade mais igualitária e se depara (ou se incorpora) com corrupção, com grandes monopólios, com concentração de renda, com empobrecimento de parte da população e por aí afora. Mas isso é outra história (ou é a História).

E como tudo que é sólido desmancha no ar, nas relações pessoais a instabilidade  é a tônica, seja com o pai, com a filha ou seus amores. Tudo é antigo e novo  simultaneamente,  nada é o que parece ser.

Antes de mais nada, ou antes de tudo, o que se nota em Wallander/Mankell é uma profunda preocupação com o ser humano, seja na Suécia, na Letônia ou na África.

Se efetivamente Mankell escreve novelas policiais eu já não sei…

 

Carla Osório é sócia-proprietária da Palavraria.

As Conversas na Biblioteca, de Carla Osório, são publicadas neste blog na terceira sexta-feira de cada mês.

.


19
ago
11

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 20/08: lançamento do livro “O que faltava ao peixe”

.

.

20, sábado, 17h: Lançamento do livro O que faltava ao peixe, de Ana Santos (Editora Libretos)

O que faltava ao peixe, livro de estreia da escritora Ana Santos, já sai do prelo com dois prêmios. Em 2008, o projeto foi contemplado com a Bolsa FUNARTE de Estímulo à Criação Artística, na Categoria Criação Literária. E, posteriormente, recebeu o financiamento do Fumproarte, sendo escolhido em segundo lugar dentre trezentos inscritos. Editada pela Libretos, a obra reúne 14 narrativas curtas que celebram a simplicidade, a força das “coisas pequenas” como elementos de significação. Os temas recorrentes no livro — a infância, a velhice, a solidão, a morte — são tratados pela autora com rara sensibilidade, e as ilustrações de Aline Daka, responsável pelo conceito gráfico da publicação, traduzem perfeitamente a delicadeza e o caráter mágico dos textos.

“Ana Santos sabe como narrar e o faz com um vocabulário exato e limpo, que encanta da primeira à última frase. Tenho para mim — e não sou o único — que Ana Santos é uma escritora que já pertence ao que melhor se publica na língua portuguesa”, observa o escritor Luiz Antônio de Assis Brasil.

Natural de Porto Alegre, Ana estudou Jornalismo na UFRGS e cursou a Oficina de Criação Literária da PUCRS. Também participou de duas oficinas de escrita criativa na Universidade do Colorado, e tem contos publicados em antologias e nas revistas Bravo!, Cult e Ficções.

.

.





agosto 2011
S T Q Q S S D
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias

Blog Stats

  • 708.834 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: