19
ago
11

Conversas na Biblioteca, com Carla Osório: Nada é o que parece ser

.

.

Nada é o que parece ser (Notas sobre Kurt Wallander), por Carla Osório

.

.

Estava procurando um filme para ver no final de semana e me deparei com uma série sobre Kurt Wallander, dirigida e protagonizada por Kenneth Branagh.   Ops, pensei, já faz muito tempo que não leio nada desse cara. Levei o DVD para casa e me deliciei! E de quebra ainda tinha uma entrevista com Henning Mankell (autor das novelas policiais em que Wallander é protagonista), o que me instigou ainda mais a reler os livros que tinha em casa e buscar outros mais.

Nessas noites em que Wallander e eu mal dormimos, encontrei um interlocutor  que não tem respostas, não é cético e nem é cínico. Converso com sua angústia e perplexidade ante um mundo em transformação, o qual não reconhecemos e do qual sentimos não mais fazermos parte.

Não há humor em Wallander,  somente esse sentimento que cresce a cada livro e a cada caso que busca solucionar. É com dor que ele enfrenta o mundo, suas alegrias são fugazes, sua depressão quase o esmaga, mas ele sobrevive, como nós.

A Suécia, onde se passam as histórias de Wallander, foi um dos países que o Estado de Bem Estar social mais vingou. Disparidades sociais existiam, mas a dignidade humana era preservada. Lembro de uma passagem específica em que Wallander entra em um prédio maltratado e sujo e não somente se surpreende com o lugar, como pensa que a forma como as pessoas ali viviam era inconstitucional (Pasmem! Repito: inconstitucional). Em outros momentos reflete sobre uma geração que viveu buscando uma sociedade mais igualitária e se depara (ou se incorpora) com corrupção, com grandes monopólios, com concentração de renda, com empobrecimento de parte da população e por aí afora. Mas isso é outra história (ou é a História).

E como tudo que é sólido desmancha no ar, nas relações pessoais a instabilidade  é a tônica, seja com o pai, com a filha ou seus amores. Tudo é antigo e novo  simultaneamente,  nada é o que parece ser.

Antes de mais nada, ou antes de tudo, o que se nota em Wallander/Mankell é uma profunda preocupação com o ser humano, seja na Suécia, na Letônia ou na África.

Se efetivamente Mankell escreve novelas policiais eu já não sei…

 

Carla Osório é sócia-proprietária da Palavraria.

As Conversas na Biblioteca, de Carla Osório, são publicadas neste blog na terceira sexta-feira de cada mês.

.


Anúncios

2 Responses to “Conversas na Biblioteca, com Carla Osório: Nada é o que parece ser”


  1. 1 Lilian Velleda Soares
    22 de agosto de 2011 às 16:04

    Bjo e abração de saudade! lilian

  2. 2 Lilian Velleda Soares
    22 de agosto de 2011 às 16:02

    E aí Carla, eu devia st´r trabalhando, mas fiquei aqui, me deliciando com o texto. Estado do Bem estar Social? Formas de vida inconstitucionais porque moradias são de baixo padrão? Sim, e eu não me surpreendo com a consideração do personagem. A gente tende a pensar aquilo que constitui-a-ação- do estado como algo cujo destinatário é um ser estranho, situado entre nós e o infinito.: intangível, irrealizável etc.
    No entanto – e buscando socorro em Norberto B.-, ouso dizer que as condutas devem sempre remontar à norma fundamental: o movimento é duplo: a CF informa o texto abaixo dela, e a norma a ser extraída re-a-li-za a CF.
    Então: se a moradia oferecida pelo Poder Público tem sala-cozinha-conjugados-+ banheiro (não se vire ao tomar banho, você vai bater nas paredes), 10/20 metros quadrados para 5 pessoas, o que se pode pensar? Indignidade é o mínimo. E se é indigno, é inconstitucional.
    Experimentemos perguntar a esses politicos da remoção para a Copa o que eles acham, de junto com seus familiares, residirem ali por, digamos, um ano?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


agosto 2011
S T Q Q S S D
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias

Blog Stats

  • 718.239 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: