05
nov
11

Vem aí, na Palavraria: Oficina de contos com Altair Martins. Inscrições abertas

.

Cursos e Oficinas na Palavraria

.

Oficina de contos

com Altair Martins

.

Dias 19 e 26 de novembro, 03 e 10 de dezembro
Das 10 as 12h, na Palavraria
Investimento R$ 250,00

.

Informações e inscrições na Palavraria: 51 3268 4260
Rua Vasco da Gama, 165 – Bom Fim – Porto Alegre
De segunda a sábado, das 11 às 21h

 Inscrições abertas

.

Objetivo: promover estudo teórico e prático do conto, ampliando as possibilidades de criação da narrativa em prosa, passando por elementos como narrador e personagem.

Metodologia: aulas expositivas, debates e leituras em grupo de textos teóricos e de contos expressivos da literatura universal, com destaque para a produção contemporânea brasileira e gaúcha); produção textual de contos.

Os encontros: serão 4 encontros de 2h divididos em duas atividades básicas – os encontros têm a seguinte estrutura: na primeira parte, aferição das leituras (teoria e cânone) e conclusões teóricas; na segunda, exposição, debate e considerações acerca da produção e reescritura discentes e encomenda dos textos seguintes.

Primeiro encontro:       

atividade A: um pouco da história do conto

                        atividade B: leitura de minicontos

                        produção UM: sugestão – miniconto

leituras da semana: 1) teorias do conto: Edgar Allan Poe; 2) contos fantásticos: O retrato oval, de Edgar Allan Poe; Uma gota, Dino Buzzatti; O crocodilo I e II, de Amílcar Bettega Barbosa; O travesseiro de plumas, de Horácio Quiroga; A casa tomada, de Julio Cortázar; Funes, o memorioso, de Jorge Luís Borges.

Segundo encontro:        

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto UM; 3) análise da leitura de “contos fantásticos”.

                        atividade B: análise das produções discentes de miniconto.

                        produção e reescritura DOIS: sugestão – conto fantástico

leituras da semana: 1) Teorias do conto: Júlio Cortázar; 2) contos psicológicos ou de atmosfera: Uns braços, de Machado de Assis; O búfalo, de Clarice Lispector; Herbarium, de Lygia Fagundes Telles; O Zahir, de Jorge Luis Borges

Terceiro encontro:        

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto DOIS; 3) análise da leitura de “outros contos fantásticos”.

                        atividade B: análise das produções discentes de conto.

                        produção e reescritura TRÊS: sugestão – conto de conflito humano ou social

                        leituras da semana: 1) teorias do conto: Ricardo Piglia; 2) contos de vida social: O cobrador, de Rubem Fonseca; O sul, de Jorge Luís Borges; O caso da vara, de Machado de Assis; Meu tio Júlio e O colar, de Guy de Maupassant; Guapear com frangos, Sérgio Faraco

Quarto encontro:           

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto TRÊS; 3) análise da leitura de “contos de vida social UM”.

                        atividade B: análise das produções discentes de conto.

                        produção e reescritura QUATRO: ajustes na produção dos contos


O ministrante: Altair Martins nasceu em Porto Alegre, em 1975. É bacharel em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – ênfase em tradução de língua francesa –, mestre em Literatura Brasileira e doutorando na mesma área pela mesma universidade. Ministrou a disciplina de Conto no curso superior de Formação de Escritores da UNISINOS. Tem textos publicados em Portugal, Itália, França e EUA. Seus textos mais conhecidos:

Como se moesse ferro (contos). Porto Alegre: WS Editor, 1999.
dentro do olho dentro (conto). Porto Alegre: WS Editor, 2001.
Geração 90, manuscritos de computador (coletânea dos contistas da década de 90, organizada por Nelson de Oliveira) – conto Sol na chuva à noite. São Paulo: Boitempo editorial, 2001.
Se choverem pássaros, (contos). Porto Alegre: WS editor, 2002.
Geração 90, transgressores (coletânea dos contistas da década de 90, organizada por Nelson de Oliveira) – contos Segredo e Sapatos Brancos. São Paulo: Boitempo editorial, 2003.
A parede no escuro (romance). Rio de Janeiro: Record, 2009.
Il brasile per le strade. Antologia de contos da nova literatura brasileira, organizada por Silvia Marianechi. Conto Ira delle Madri. Roma: Azimut, 2008.

Obteve inúmeros prêmios como contista e romancista:
1o lugar no Prêmio Guimarães Rosa, em 1994, organizado pela Radio France Internationale, com o conto Como se moesse ferro.
1o lugar no Prêmio Guimarães Rosa, em 1999, organizado pela Radio France Internationale, com o conto Humano.
1o lugar no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba, em 2000, com o conto Sol na chuva à noite.
Menção Especial do júri no Prêmio Cidade de Amora, em Portugal, 2000, com o conto Ira das Mães.
1o lugar no Prêmio Luiz Vilella, promovido pela UEMG, em 2000, com o conto dentro do olho dentro.
Prêmio Açorianos, categoria contos, com o livro Como se moesse ferro, 2000.
Finalista do Prêmio Jabuti, 2001, categoria contos e crônicas, com o livro Como se  moesse ferro.
1o lugar no Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, 2001, com os contos Teatro de Varais, café com açúcar: café com sal e Esconder vestígios.
Finalista do Prêmio Jabuti, 2003, categoria contos e crônicas, com o livro Se choverem pássaros.
Destaque ficção pela Rede Record/Correio do Povo da 54ª Feira do Livro de Porto Alegre com o romance A parede no escuro.
Prêmio São Paulo de Literatura 2009 com o romance A parede no escuro.
Finalista do Prêmio Jabuti, 2009, categoria romance, com o livro A parede no escuro.
Prêmio AGES (Associação gaúcha de escritores) para melhor romance de 2009 com A parede no escuro.
Prêmio Açorianos 2009, categoria narrativa longa, com o livro A parede no escuro.
Prêmio Açorianos 2009, livro do ano, com o romance A parede no escuro.

Bibliografia básica:
GOTLIB, Nádia Batella. Teoria do Conto. São Paulo: Ática, 1985
CORTÁZAR, Julio. Valise de Cronópio. São Paulo: Perspectiva, 1974.
KIEFER, Charles. A poética do conto. São Paulo: Leya, 2011.
PIGLIA, Ricardo. O Laboratório do Escritor. São Paulo: Iluminuras, 1994.
QUIROGA, Horacio. Obras inéditas Y desconocidas. Montevideo: Arca, 1970.

.

.


Anúncios

0 Responses to “Vem aí, na Palavraria: Oficina de contos com Altair Martins. Inscrições abertas”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


novembro 2011
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Categorias

Blog Stats

  • 609,757 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: