Arquivo para 29 de agosto de 2013

29
ago
13

Aconteceu na Palavraria, nesta quarta, 28, Sarau das 6: Leituras e comentários sobre o livro Autoestrada do sul e outras histórias

.

aconteceu

.

Aconteceu nesta quarta, 28, mais uma edição do Sarau das 6: Leituras e comentários sobre o livro Autoestrada do sul e outras histórias (tradução de Heloísa Jahn) com Lígia Sávio, Jeferson Tenório e Gabriela Silva. Convidado especial: Sérgio Karam (organizador da coletânea). Na programação da Festipoa revisitada 2013. Fotos do evento.

.

autoestrada 01.

autoestrada 02autoestrada 03 autoestrada 04 autoestrada 05.

.

.

.

.

.

autoestrada 06autoestrada 07 autoestrada 08 autoestrada 09.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

Anúncios
29
ago
13

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 02, Lançamento do livro A maçã envenenada, de Michel Laub

.

program sem.

02, segunda, 19h30: Lançamento do livro A maçã envenenada, de Michel Laub (Cia das Letras).

convite_maçã envenenada

.

Em 1993, o grupo norte-americano Nirvana fez uma única e célebre apresentação no estádio do Morumbi, em São Paulo. Um estudante de dezoito anos, guitarrista de uma banda de rock e cumprindo o serviço militar em Porto Alegre, precisa decidir se foge do quartel – o que o levaria à prisão – para assistir ao show ao lado da primeira namorada.

A escolha ganha ressonâncias inesperadas à luz de fatos das décadas seguintes. Um deles é o suicídio de Kurt Cobain, líder do Nirvana, que chocou o mundo em 1994. Outro é o genocídio de Ruanda, iniciado quase ao mesmo tempo e aqui visto sob o ponto de vista de uma garota, Immaculée Ilibagiza, que escapou da morte ao passar 90 dias escondida num banheiro com outras sete mulheres.
Focado nos anos 1990, A maçã envenenada é o segundo volume da trilogia sobre os efeitos individuais de catástrofes históricas iniciada com Diário da queda, cuja ação central se dá nos anos 1980. Como no volume anterior, Michel Laub aborda o tema da sobrevivência usando os recursos da ficção, do ensaio e da narrativa memorialística, numa linguagem que alterna secura e lirismo, ironia e emoção no limite do confessional.

No sutil entrelaçamento de seus temas, que evocam as particularidades de universos tão opostos quanto o mundo da música e um quartel, este é um livro sobre paixão: por uma pessoa, por um ídolo, por uma ideia, por uma época. E também pela vida, embora esta sempre cobre um preço de quem escolhe – quando se trata de uma escolha – experimentá-la com intensidade.

michel laubMichel Laub nasceu em Porto Alegre, em 1973. Escritor e jornalista, publicou cinco romances (Diário da queda – 2011; Gato diz adeus – 2009; O segundo tempo – 2006; Longe da água – 2004; Música interior – 2001), ganhou os prêmios Bienal de Brasília e Bravo/Prime, foi finalista dos prêmios São Paulo de Literatura, Portugal Telecom e Zaffari/Bourbon e será adaptado para o cinema. É um dos integrantes da edição Os melhores jovens escritores brasileiros, da revista inglesa Granta. Diário da queda teve os direitos vendidos para onze países.

Site: http://michellaub.wordpress.com/

.

.

Palavraria - livros a.

.




agosto 2013
S T Q Q S S D
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Categorias

Blog Stats

  • 712.828 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: