Arquivo para 5 de janeiro de 2014

05
jan
14

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 6, segunda, 19h: Clube de Leitura – Se vivêssemos em um lugar normal, de Juan Pablo Villalobos

clube de leitura

.

Leitura do mês: 

Se vivêssemos em um lugar normal, de Juan Pablo Villalobos (Tradução de Andreia Moroni)

Mediação de Angela Maciel 

06 de janeiro de 2014, segunda-feira, 19h

Na Palavraria

 se vivêssemos em um lugar normal

Nos anos 1980, em uma pequena cidade no México, onde há “mais vacas que pessoas e mais padres que vacas”, uma família pobre tenta sobreviver às intempéries do cotidiano. O pai é um professor de educação cívica, apaixonado pelo período helênico e mestre em propagar todo tipo de insulto. A mãe, uma mulher de inigualável tendência cênica, mais afeita ao melodrama, que se encarrega de preparar, todo santo dia, a mesma refeição à base de quesadillas. É essa comida típica mexicana, aliás, que desperta na prole – sete filhos no total – certos pensamentos impróprios: cada um deseja que o outro desapareça, para que sobre um pouco mais de comida na mesa. Na iminência de ver a pequena casa em que moram ser demolida pela chegada de um empreendimento imobiliário de alto padrão, cada membro da família cria subterfúgios, muitas vezes delirantes, para lidar com uma realidade cada vez mais opressiva. É nesse cenário que se dá a saga de Orestes, um dos filhos do casal e protagonista deste romance, que conta, sob um ponto de vista que oscila entre o adolescente entediado e o adulto raivoso, a sua percepção da luta de classes e do papel insignificante que sua família ocupa no mundo.

Juan Pablo Villalobos - Companhia das LetrasJuan Pablo Villalobos  nasceu em 1973, no México, e atualmente vive no Brasil. É autor de contos, crônicas e críticas de cinema e literatura. Se vivêssemos em um lugar normal é o segundo livro da trilogia sobre o México, que começou com o aclamado Festa no covil.

http://www.juanpablovillalobos.com/

http://www.blogdacompanhia.com.br/category/colunistas/juan-pablo-villalobos-colunistas/

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – 

Clube de Leitura Penguim/Companhia das Letras – Palavraria

clube de leitura

Inscrições gratuitas

O Clube de Leitura reúne, preferencialmente na primeira segunda-feira de cada mês, pessoas interessadas em ler e trocar idéias sobre obras da literatura clássica e contemporânea.

A primeira reunião foi em novembro de 2012, e desde então mais de uma dezena de livros já foram enfocados.

Em cada reunião os participantes escolhem as obras a serem discutidas nos próximos encontros e os respectivos mediadores, que serão sempre alternados.

Os participantes do Clube de Leitura terão um desconto de 10%, ao adquirirem na Palavraria os livros destinados à discussão.

 

Informações e inscrições na Palavraria
Rua Vasco da Gama, 165 – 51 3268 4260 – de segunda à sexta das 11 às 21h
ou pelo email palavraria@palavraria.com.br.

.

.

.

 

Anúncios
05
jan
14

Começa amanhã, na Palavraria: Literatura negra contemporânea e sua recepção – curso com Ronald Augusto. Inscrições abertas

.

cursos de verão 2014

.

Literatura negra contemporânea e sua recepção 
(breve painel crítico: textos e autores) 

Com Ronald Augusto

Nos dias: 06, 07, 08, e 10 de janeiro de 2014.
Horário: 19h às 21h.
Custo: Cr$ 160,00 pelos 4 encontros. Pagamento em dinheiro ou cheque.

.

Informações/inscrições com Ronald Augusto.

telefones 9948 0569 ou pelo e-mail dacostara@gmail.com

 

Debater a produção literária negra significa divulgar e estimular a pesquisa e a reflexão a respeito das obras dos brasileiros afrodescendentes. Campo plural, traço distintivo e ponto de convergências. Mas, também, ambiente lacunar, feito de presenças e ausências, que adquire e projeta sentidos pelo que apresenta e pelo que ainda está por vir e apresentar. Espaço em construção, aberto sempre a investigações e intervenções.

Literatura negra ou afro-brasileira (feita por negros) é um conceito em construção, processo e devir. Além de segmento ou linhagem, é componente de amplo encadeamento discursivo. Vertente textual ao mesmo tempo dentro e fora da Literatura Brasileira. Constitui-se a partir de textos que apresentam temas, autores, linguagens, mas sobretudo, um ponto de vista culturalmente identificado à afrodescendência, como fim e começo. Sua presença implica redirecionamentos recepcionais e suplementos de sentido à história literária canônica.

Proposta: apresentar e debater com o público interessado alguns textos criativos de poetas e ficcionistas negros e, ao mesmo tempo, propor leituras críticas que procurem rastrear e dimensionar, nas fissuras ou à margem do cânone da branquitude, os limites e desdobramentos desses percursos textuais em diálogo com a diversidade cultural brasileira.

ronald augustoRonald Augusto nasceu em Rio Grande (RS) a 04 de agosto de 1961. Poeta, músico, letrista e ensaísta. É autor de, entre outros, Homem ao Rubro (1983), Puya (1987), Kânhamo (1987), Vá de Valha (1992), Confissões Aplicadas (2004), No Assoalho Duro (2007), Cair de Costas (2012), Oliveira Silveira: poesia reunida (2012), Decupagens Assim (2012) e Empresto do Visitante (2013). Dá expediente no blog www.poesia-pau.blgspot.com e é colunista do site http://www.sul21.com.br/jornal/

.

ofic ronald augusto
Desde 2005, a Palavraria abriga oficinas e cursos promovidos pelo escritor Ronald Augusto, como a Oficina/Curso de Criação Poética – A Precisão do Impreciso e a Oficina de Prosa Primeiro Percurso, ambas com duração de um semestre. O escritor promove também anualmente atividades de verão. As Oficinas/Cursos realizam atividades paralelas aos encontros regulares, como saraus, lançamentos de livros, palestras e debates. 

.

.




janeiro 2014
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Categorias

Blog Stats

  • 726.830 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: