Arquivo para 9 de março de 2014

09
mar
14

Programação de 10 a 15 de março de 2014

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

. 

10 a 15 de março de 2014

Programação sujeita a alterações. Consulte para confirmar: 32684260 ou palavraria@palavraria.com.br

.

10, segunda, 19h: Clube de leitura: Niketche, uma história de poligamia, de Paulina Chisiane. Mediação Jeferson Tenório.

NiketcheNiketche conta a história de Tony, um alto funcionário da polícia, e sua mulher Rami, casados há vinte anos. Certo dia, Rami descobre que o marido é polígamo: tem outras quatro mulheres e vários filhos. As esposas de Tony estão espalhadas pelo país: em Maputo, em Inhambane, na Zambézia, em Nampula, em Cabo Delgado. Numa decisão surpreendente, Rami decide ir atrás das mulheres do marido. O romance retrata a busca de Rami como uma incursão pelo desconhecido e uma tentativa de lidar com a diferença, simbolizada pelas amantes do marido. Niketche é uma das danças do norte de Moçambique, extremo oposto de onde mora Rami. Ritual de amor e erotismo, a dança é desempenhada pelas meninas durante cerimônias de iniciação. Narrado em primeira pessoa por Rami, o livro alterna bom humor e lirismo. Neta de uma contadora de histórias, Chiziane herdou da avó o talento narrativo para construir histórias simples e envolventes sobre a vida cotidiana em seu país.

Paulina ChizianePaulina Chiziane cresceu nos subúrbios da cidade de Maputo, anteriormente chamada Lourenço Marques. Nasceu numa família protestante onde se falavam as línguas Chope e Ronga. Aprendeu a língua portuguesa na escola de uma missão católica. Começou os estudos de Linguística na Universidade Eduardo Mondlane sem, porém, ter concluído o curso. Participou activamente à cena política de Moçambique como membro da FRELIMO (Frente de Libertação de Moçambique), na qual militou durante a juventude. Iniciou a sua actividade literária em 1984, com contos publicados na imprensa moçambicana. Com o seu primeiro livro, Balada de Amor ao Vento, editado em 1990, tornou-se a primeira mulher moçambicana a publicar um romance. Negra de origem humilde, Paulina Chiziane teve de percorrer um longo caminho até se firmar como escritora. faz uma literatura ligada às suas raízes culturais, abordando temas femininos num país em que a atividade é exercida quase em sua totalidade por homens. Paulina vive e trabalha  Zambézia.

Jeferson Tenório 01Jeferson Tenório nasceu no Rio de Janeiro, em 1977. Radicado em Porto Alegre, é mestre em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Leciona em escolas de Porto Alegre. Premiado no concurso Paulo Leminski em 2009, com o conto Cavalos não choram e no concurso Palco Habitasul, com o conto A beleza e a tristeza, adaptado para o teatro em 2007 e 2008. Organiza mensalmente o Sarau das 6 na tradicional livraria Palavraria. O beijo na parede é seu primeiro romance.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

 clube de leitura

Clube de Leitura Penguim/Companhia das Letras – Palavraria

Inscrições gratuitas

O Clube de Leitura reúne, preferencialmente na primeira segunda-feira de cada mês, pessoas interessadas em ler e trocar idéias sobre obras da literatura clássica e contemporânea.

A primeira reunião foi em novembro de 2012, e desde então mais de uma dezena de livros já foram enfocados.

Em cada reunião os participantes escolhem as obras a serem discutidas nos próximos encontros e os respectivos mediadores, que serão sempre alternados.

Os participantes do Clube de Leitura terão um desconto de 10%, ao adquirirem na Palavraria os livros destinados à discussão.

 

Informações e inscrições na Palavraria
Rua Vasco da Gama, 165 – 51 3268 4260 – de segunda à sexta das 11 às 21h
ou pelo email palavraria@palavraria.com.br.

.

.

10, segunda, 19h: Lançamento do livro Difícil explicar, contos e crônicas de João Ricardo Lempeck.

difícil explicar joão lempeckDifícil Explicar é composto de 12 contos de conteúdos diversos, dois inclusive ambientados em POA e em Gramado, outro  no Rio de Janeiro, na década de 50, e os demais, sem especificação de cidade, ou estado. Os contos são narrados com muita espirituosidade e leveza, e fogem do tradicionalismo estrutural, deixando o leitor sempre na expectativa de chegar ao final, muitas vezes surpreendentes. Alguns deles levam o leitor a momentos de alegria e outros apenas provocam alguma reflexão sobre determinado assunto da nossa vida cotidiana.

João Ricardo LempeckJoão Ricardo Lempek,  gaúcho de Porto Alegre, vive em Salvador/BA, há muitos anos, onde formou família. Entretanto, nunca abandonou sua terra natal, por ter deixado aqui familiares e amigos. Com o firme projeto de voltar, escolheu a serra gaúcha como local para dedicar-se ao seu lado hedonista de escritor, realizando, assim, um antigo sonho. É economista formado na PUC-RS.

.

.

12, quarta, 19h: Lançamento do livro Asa de sereia, crônicas de Luís Henrique Pellanda (Arquipélago Editorial)

AsaDeSereiaPoaA cidade, talvez a melhor das invenções humanas, é o palco no qual os personagens de Luís Henrique Pellanda ganham vida. Ali se desenrolam as mais inesperadas tramas, muitas delas cercadas de silêncio e mistério, em que caminhos e olhares se cruzam para revelar novas possibilidades. Há um bocado de lirismo, e outro tanto de fantasia. E há, sobretudo, uma profunda humanidade. Quando observados pelo cronista, a cidade e seus habitantes podem ser tudo, menos ordinários. O pelicano de Curitiba, as sereias da Praça Osório, a velha em viscose de onça, o cantor sem dentes, os fantasmas da geada e os sacrificados do verão, o sabiá enterrado vivo, uma dupla sertaneja milagreira. Nas crônicas deste livro, Pellanda nos apresenta uma metrópole em eterna reconstrução, morrendo aos poucos para reviver mais adiante – e que é aqui transformada em literatura.

ivan angelo e luís henrique pellanda 03Luís Henrique Pellanda nasceu em Curitiba (PR), em 1973. Escritor, jornalista e músico, é coeditor e cronista dos sites Vida Breve Eletroficção. Trabalhou nos jornais Gazeta do Povo e Primeira Hora e foi subeditor e colunista do Rascunho. Escreveu os livros O macaco ornamental (contos) e Nós passaremos em branco (crônicas) e organizou As melhores entrevistas do Rascunho – Volume 1 (2010) e Volume 2 (2012).

.

.

13, quinta, 19h: Lançamento do livro A tutela penal do stalking, de Carlos Pereira Thompson Flores.

capa stalkingNa devida proporção, o autor foi buscar, na originalidade do tema, uma forma de dar um início de vazão ao saber acumulado, e como ocorre com todos os que pensam e são inquietos, legar alguma coisa para compartilhar o saber, já que este, enclausurado, a nada presta.

Lança, assim, como obra inicial, um estudo sobre “A TUTELA PENAL DO STALKING”, esta figura ainda pouco conhecida no Direito Penal pátrio, não sem antes, nas bibliotecas das Universidades de Barcelona, Toulouse, Grenoble, Tübingen, Módena e Roma, nos países que o incorporam entre os delitos contra a pessoa, fazer a leitura de suas origens, doutrina e jurisprudência reinantes. (trecho do prefácio)

Incorporado ao Projeto de Reforma do Código Penal Brasileiro – Projeto de Lei 236 de 2012, Senado Federal, art. 147 –, já no Congresso Nacional, esta obra servirá de guia, senão de base para o estudo desta nova figura, uma conduta ainda não delituosa, porém assaz praticada no dia a dia da vida contemporânea.

Ainda, o questionamento sócio jurídico, muito bem abordado pelo autor, a respeito da tipificação penal, sua necessidade, penalização e consequências em diversos países, sua inclusão, ou não, como crime previsto na nova legislação penal ora em debate, esgota a temática conhecida, mas deixa aberta a discussão sobre a sua conveniência.

Mas, afinal, qual a verdadeira conceituação do “stalking”, e qual a conduta praticada para caracterizá-lo? É melhor deixar que o autor o explique, o que faz muito bem em todo o conjunto da obra.

carlos thompson floresCarlos Pereira Thompson Flores, advogado criminalista, é graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, tendo cursado um ano na Eberhard Karls Universität Tübingen (Alemanha). Foi bolsista de iniciação científica naquela instituição (Projeto de Interesse Institucional). É também autor de artigos e tradutor de livros nas áreas do Direito Penal e da Criminologia.

.

.

15, sábado, 10h30: Início do curso de literatura Os clássicos na Palavraria, com a professora Gabriela Silva. De março a julho, aos sábados, das 10h30 às 12h.

difícil explicar joão lempeck clássicosVocê já leu os grandes clássicos da literatura universal? São obras de reconhecido valor estético e que representam o pensamento de homens de várias épocas da história humana através da arte literária, e por isso são sempre recorrentes na cultura ocidental, influenciando outros autores e comportamentos de seus leitores. “Os clássicos na Palavraria” é um curso onde serão vistos esses livros e tudo que envolve sua leitura: autor, época de produção, enredo, estrutura, personagem, perspectivas na cultura e sobretudo a influência sobre os leitores. O curso é aberto a todos os interessados em literatura e em se reunir com pessoas que também gostam de livros e de sempre aprender com a arte.
15/03 – Hamlet de William Shakespeare
29/03 – O vermelho e o negro de Stendhal
12/04 – Frankenstein de Mary Shelley
26/04 – O retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde
17/05 – Decameron de Giovani Boccaccio
31/05 – Dom Quixote de Miguel de Cervantes
14/06 – Madame Bovary de Gustave Flaubert
28/06 – Orgulho e preconceito de Jane Austen
12/07 – Os Maias de Eça de Queiroz
26/07 – Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis

Horário: das 10:30 às 12:00.

Público: estudantes e interessados em literatura. Será fornecido certificado.

Investimento: R$ 150, 00 (em dinheiro ou cheque)

Local, informações e inscrições: Palavraria Livros – Rua Vasco da Gama, 165, Bom Fim – Porto Alegre – RS
51 32684260. Ou com a ministrante pelo mail: literaturaseminario@gmail.com

A ministrante:

gabriela silva 02Gabriela Silva é doutora em Teoria da Literatura (PUCRS), professora de literatura e ministra cursos e oficinas em diversos locais.

.

.

.

15, sábado, 18h: Sarau das seis –Gabriela Silva, Jeferson Tenório e Lígia Sávio recebem Lélia Almeida e Ivete Brandalise.

.

.

.

Anúncios



março 2014
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Categorias

Blog Stats

  • 709.015 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: