Arquivo para 8 de junho de 2014

08
jun
14

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 7, Lançamento do livro Tempo quase, de Henrique Schneider. Conversa do autor com Caio Riter.

.

aconteceu

.

07, sábado, 17h: Lançamento do livro Tempo quase, de Henrique Schneider. Conversa do autor com Caio Riter.

.

henrique schneider 01.

henrique schneider 02henrique schneider 03 henrique schneider 04 henrique schneider 05.

.

.

.

.

.

henrique schneider 06henrique schneider 07 henrique schneider 08 henrique schneider 09.

.

.

.

.

.

henrique schneider 11 henrique schneider 12 henrique schneider 13.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

Anúncios
08
jun
14

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 9, Lançamento do livro Outono de 68, de Marco Vieira

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

 

09, segunda, 19h: Lançamento do livro Outono de 68, de Marco Vieira (Editora Sulina).

outono de 68Outono de 68 é um passeio no tempo. Um retorno a um passado recente e, ao mesmo tempo, distante, melancólico e trepidante, luminoso e sombrio, absurdo e carregado de sentidos. Marco Vieira leva o leitor a visitar uma época de sonhos e utopias, um tempo de apostas e perdas, de violências, esperanças e desespero. Dá para sentir a atmosfera dos anos 1960. É como se o vento daqueles dias viesse roçar nossa pele, mexer em nossos cabelos, bulir com nossa memória. Crônica de um salto no escuro, o relato recupera a história individual na História coletiva, nacional, trágica. Aos poucos, um universo vem à tona. Tem cheiro, ritmos, frases, um estilo.
Sim, Outono de 68 aborda um estilo de vida justamente num momento em que a vida sofre um baque e todos os estilos caem na clandestinidade. O ano de 1968 parece falar por si: juventude, musicalidade, desejo de mudanças, manifestações nas ruas e, no Brasil, um final de ano fúnebre com o AI-5. Os personagens de Marco Vieira evoluem nesse tempo transformado em universo. Parece, inicialmente, um espaço ingênuo de cidade do interior. O que se vê, em seguida, é a densidade das vidas acossadas, dos saltos no abismo, das janelas fechadas e de destinos marcados para sempre. No Brasil da ditadura, pais e filhos descobrem-se e encobrem suas diferenças. Dá para sentir os passos dos protagonistas nas ruas de Porto Alegre. Há um olhar de viés. Em tom de novela, a história revela, desnuda, surpreende e traduz o passado como presente perpétuo.
Confira a fanpage da Editora Sulina www.facebook.com/editorasulina

 

marco vieiraMarco Vieira nasceu em São Luiz Gonzaga, RS, e mora em Porto Alegre. É jornalista formado pela PUCRS; já trabalhou em rádio, em um jornal segmentado para a área médica e trabalha atualmente como assessor de imprensa. O gosto pela literatura vem da infância. Durante a ditadura militar, escreveu poesias sobre protestos e questões sociais, publicadas semanalmente em jornais da capital e do interior. Em 1990, editou, de forma independente, a novela No cair da tarde, lançada na Feira do Livro de Porto Alegre.

.

Palavraria - livros a.

.




junho 2014
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Categorias

Blog Stats

  • 710.800 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: