Author Archive for Luiz Heron da Silva

16
ago
15

Vem aí, na Palavraria, a partir de 26 de Agosto de 2015, A Precisão do Impreciso oficina de poesia e criação textual, com Ronald Augusto. INSCRIÇÕES ABERTAS

.

cursos oficinas 2015

.

A Precisão do Impreciso
oficina de poesia e criação textual
Com Ronald Augusto

A partir de 26 de Agosto de 2015

FLYER OFICINA RONALD chamada 2015 2

A oficina acontecerá sempre às quartas, a partir das 16h. Cada ciclo/módulo se desenvolve durante três meses (12 encontros). O custo total por participante é de Cr$ 400,00. Maiores detalhes é só enviar um email para dacostara@gmail.com ou fazer contato pelo celular (51) 99480569.

O foco da oficina é o trabalho inventivo e o corpo-a-corpo do participante com o seu próprio poema ou texto criativo e o texto alheio (dos iguais e da tradição), tendo em vista a função estética da linguagem.

Em seus objetivos gerais a oficina pretende:

Reforçar o valor da literatura como forma de ampliar a subjetividade do indivíduo — objetivo por si só pertinente, haja vista o panorama sociocultural cada vez menos voltado ao pensamento e à interpretação.

Divulgar e, na medida do possível, ampliar a riqueza da produção poética brasileira.

Estimular a produção de poemas e/ou textos criativos no sentido de acréscimo criativo (qualitativo) à nossa tradição literária.

E em seus objetivos específicos:

Identificar e explorar no interior do texto a função poética da linguagem, de modo a potencializar os elementos já iniciados ou prefigurados racional ou intuitivamente nos escritos dos candidatos.

Ler, em cada poema apresentado, o que está de fato escrito/inscrito desde um ponto de vista de forma-e-fundo, e não aquilo que gostaríamos que estivesse escrito.

Trabalhar elementos/insumos essenciais como sonoridade, rima, ritmo, imagem, espacialidade verbal e outras ferramentas de linguagem.

Perceber que forma e conteúdo são inseparáveis.

Tomar consciência de que a poesia não é uma janela para o real. A arte da poesia propõe quando muito um sentido provável para o real.

 

12
ago
15

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 15, Lançamento do livro Netúnia – canção das águas & Pocket Musical, com Beatrice Witt.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

15, sábado, 17h: Lançamento do livro Netúnia – canção das águas & Pocket Musical, com Beatrice Witt.

netúnia

 

 

.

Palavraria - livros a.

10
ago
15

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 8, Pocket musical S2+1, com Pedro Gonzaga, Felipe Pimentel e Rodrigo Trujillo.

.

aconteceu

.

8, sábado, 18h: Pocket musical S2+1, com Pedro Gonzaga, Felipe Pimentel e Rodrigo Trujillo.

.

S2+1 01

.

S2+1 02S2+1 03 S2+1 04 S2+1 05.

.

.

.

.

.

S2+1 06 S2+1 07 S2+1 08 S2+1 09.

.

.

.

.

S2+1 10 S2+1 11.DSCN7626

.

.

.

.

.

Palavraria - livros c.

 

08
ago
15

Aconteceu na Palavraria, nesta quinta, 6, Lançamento do livro Volto semana que vem, de Maria Regina Pilla.

.

aconteceu

.

6, quinta, 19h: Lançamento do livro Volto semana que vem, de Maria Pilla.

.

maria pilla 01.

maria pilla 02maria pilla 03 maria pilla 04 maria pilla 05.

.

.

.

.

.

maria pilla 07
maria pilla 06 maria pilla 08 maria pilla 13.

.

.

.

.

maria pilla 10maria pilla 11 maria pilla 12.

.

.

.

.

.

maria pilla 14maria pilla 15 maria pilla 17.

.

.

.

.

.

.maria pilla 16maria pilla 09

.

.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros c.

 

07
ago
15

Vem aí, a partir de 29 de agosto: Colóquio Vida e Obra de Michel Foucault – As quatro estações de Foucault, com Marisa Faerman Eizirik. INSCRIÇÕES ABERTAS

.

cursos oficinas 2015

.

Colóquio Vida e Obra de Michel Foucault
Com Marisa Faerman Eizirik

A partir de 29 de agosto de 2015,
aos sábados (veja cronograma abaixo)

Na Palavraria

Informações detalhadas e inscrições: http://www.lideread.com.br

pacote-4-estacoes-600x711

.

06
ago
15

Vai rolar na Palavraria, nesta quinta, 6, Lançamento do livro Volto semana que vem, de Maria Pilla.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

6, quinta, 19h: Lançamento do livro Volto semana que vem, de Maria Pilla.

volto semana que vem
“Volto semana que vem” é o que a narradora deste livro responde ao pai ao sair de casa num dia de 1970, quando ele pergunta, espantado, aonde ela vai. “Mais de dez anos se passaram até eu voltar àquela cozinha”, conclui ela em seguida. Composto por recortes de memória, o livro é o retrato de uma vida brasileira exemplar: a de quem foi criança logo depois da Era Vargas (o dia do suicídio de Getúlio é uma das primeiras cenas evocadas aqui), cresceu nos tempos de Juscelino, foi jovem com a ditadura, militou com a esquerda, conheceu a prisão, a tortura e o exílio.  Apesar da violência de boa parte das lembranças que compõem essa vida, o humor e a percepção do sabor das coisas transformam o que poderia ser amargura numa luminosa declaração de alegria irredutível.
Porto Alegre está presente nos primeiros quadros, das décadas de 1950 e 60 — o bairro do Partenon, o bonde, o Grupo Escolar, a Faculdade de Direito. Depois vêm as décadas tumultuadas de 1970 e 1980, das prisões e da tortura, do heroísmo, da utopia e da derrota: a Oban em São Paulo, as prisões de Olmos e Villa Devoto em Buenos Aires, os companheiros militantes. Em seguida o exílio na França: verão em Montmartre, o encontro com outros exilados, a vida prossegue. Fechando o círculo, Porto Alegre outra vez, nas memórias contemporâneas.

.

Palavraria - livros a.

04
ago
15

Vai rolar na Palavraria, nesta quarta, 5, Lançamento do livro Como o diabo gosta, de Ernani Ssó. Bate-papo com o autor mediado por Milton Ribeiro.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

5, quarta, 19h: Lançamento do livro Como o diabo gosta, de Ernani Ssó. Bate-papo com o autor mediado por Milton Ribeiro.

como_o_diabo_gosta_convite

Certa manhã, Camilo Severo passa quinze minutos tomando coragem para escrever um romance. Nesse meio tempo, seus pensamentos são visitados por lembranças, invenções e pesadelos. Os personagens aparecem e desaparecem, alguns voltam, outros são mencionados mas não têm participação direta na ação. As histórias que percorrem a mente de Camilo são, quase sempre, cômicas e angustiadas: momentos que revelam a imaginação do protagonista e, reunidos, mostram como é sua vida. Ao mesmo tempo, são as pistas que o autor espalha para formar um quadro do início dos anos 80: o clima do fim da ditadura, a vida dos que viveram o que passou a se chamar desbunde: a festa constante, as drogas e o rock-and-roll.

 

 

 

 

.

Palavraria - livros a.




agosto 2015
S T Q Q S S D
« jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Categorias

Blog Stats

  • 510,471 hits

Comunidade

Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.232 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: