Posts Tagged ‘Aldyr Garcia Schlee

08
ago
14

Aconteceu na Palavraria, nesta quinta, 7, Lançamento do livro Memórias de o que já não será, contos de Aldyr Garcia Schlee.

.

aconteceu

.

Lançamento do livro Memórias de o que já não será, contos de Aldyr Garcia Schlee.

.

schlee 01.

schlee 02schlee 05 schlee 03 schlee 04.

.

.

.

.

.

.

schlee 06schlee 09 schlee 07 schlee 08.

.

.

.

.

.

.

schlee 10schlee 13 schlee 11 schlee 12.

.

.

.

.

.

.

schlee 14schlee 17 schlee 15 schlee 16.

.

.

.

.

.

.

schlee 18schlee 21 schlee 19 schlee 20.

.

.

.

.

.

.

schlee 22schlee 25 schlee 23 schlee 24.

.

.

.

.

.

.

schlee 28 schlee 26 schlee 27.

.

.

.

 

.

.

Palavraria - livros c.

 

Anúncios
03
ago
14

Vai rolar na Palavraria, nesta quinta, 7, Lançamento do livro Memórias de o que já não será, contos de Aldyr Garcia Schlee.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

07, quinta, 18h: Lançamento do livro Memórias de o que já não será, contos de Aldyr Garcia Schlee. Conversa com o escritor e sessão de autógrafos (Editora Ardotempo)

schlee

 

Este livro de Aldyr Garcia Schlee retoma, em quinze contos exemplares, a constante e característica preocupação desse premiado e reconhecido autor com o tempo que passa – e se perde e se ganha – na vida e em seu mundo literário (o da fronteira brasileiro-uruguaia sobre o rio Jaguarão). Nestes contos, Schlee se debruça sobre o que foi: aquilo que foi e já não é, aquilo que simplesmente deixou de ser; mas, o que lhe interessa contar e conta é o que foi e já não será, que é mais que passado: é aquilo que não pode mais ser, que perdeu a razão de ser, a finalidade de ser, e que não adianta ser – porque está definitivamente perdido por falta de serventia ou de utilidade ou de atualidade. Assim, estes contos, Schlee os compõem entre o que fica e se perde como memória; e entre o que se perde e o que fica como imaginação.

sarau das 6 - schlee 03Aldyr Garcia Schlee (Jaguarão, 22/11/1934) é escritor, jornalista, tradutor, desenhista e professor universitário. Doutor em Ciências Humanas, publicou vários livros de contos e participou de  antologias, de contos e de ensaios. Alguns livros seus foram primeiramente publicados no Uruguai pela Ediciones de la Banda Oriental. Traduziu a importante obra Facundo, do escritor argentino  Domingos Sarmiento, fez a edição crítica da obra do escritor pelotense João Simões Lopes Neto. Foi professor de Direito Internacional da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, por mais de trinta anos, onde foi também pró-reitor de Extensão e Cultura.

É torcedor do Brasil de Pelotas, clube que chegou a ser tema do conto “Empate”, publicado em “Contos de futebol”. Criou o uniforme verde e amarelo da seleção brasileira de futebol, mais conhecido como Camisa Canarinho. Recebeu duas vezes o prêmio da Bienal de Literatura  Brasileira e foi cinco vezes premiado com o Prêmio Açorianos.

Aldyr Garcia Schlee, que atualmente vive em um sítio em Capão do Leão, município vizinho de  Pelotas,  é convidado destaque da Jornada Literária de Passo Fundo, com sua obra original e  singular como o mais destacado autor brasileiro de linguagem de fronteira. Aliás esse é o tema de suas palestras agendadas, a convite, em março de 2014 na Université de Paris Sorbonne Nouvelle,  Université de Rennes e Maison de l’Amerique Latine em Paris.

.

Palavraria - livros a.

.

18
out
13

Aconteceu na Palavraria, nesta quinta, 17, Lançamento do livro Contos da vida difícil, de Aldyr Garcia Schlee

.

aconteceu

.

17, quinta, 19h: Lançamento do livro Contos da vida difícil, de Aldyr Garcia Schlee (Edições Ardotempo). Conversa do autor com Regina Ungaretti seguida de sessão de autógrafos.

.

aldyr garcia schlee 01.

aldyr garcia schlee 02aldyr garcia schlee 03 aldyr garcia schlee 04 aldyr garcia schlee 05.

.

.

.

.

.

aldyr garcia schlee 06aldyr garcia schlee 07 aldyr garcia schlee 08 aldyr garcia schlee 09.

.

.

.

.

.

aldyr garcia schlee 10aldyr garcia schlee 11 aldyr garcia schlee 12 aldyr garcia schlee 13.

.

.

.

.

.

aldyr garcia schlee 14aldyr garcia schlee 15 aldyr garcia schlee 16 aldyr garcia schlee 17 aldyr garcia schlee 18.

.

.

.

.

.

aldyr garcia schlee 19 aldyr garcia schlee 20 aldyr garcia schlee 21.

aldyr garcia schlee 22

.

.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

14
out
13

Vai rolar na Palavraria, nesta quinta, 17, o lançamento do livro Contos da vida difícil, de Aldyr Garcia Schlee

program sem

.

 

17, quinta, 19h: Lançamento do livro Contos da vida difícil, de Aldyr Garcia Schlee (Edições Ardotempo). Conversa do autor com Regina Ungaretti seguida de sessão de autógrafos.

Convite ALDYRSCHLEE

“Poderá parecer que estes contos, rompendo com um silêncio cúmplice e conivente sobre as misérias da chamada“vida fácil”, não passem da retomada de um passado distante.

Contudo, restritos aos limites do imaginável, situam-se no plano de uma mesma e permanente  realidade que, se não se esquece e se oculta deliberadamente, tem sido abordada com os prejuízos e preconceitos característicos de uma sociedade conformada por suas próprias mazelas.

O tema relativo ao mercado prostibulário e, especialmente ao tráfico de mulheres foi sempre  desenvolvido através de estereótipos, no plano do melodrama de folhetim e do convencionalismo conformista, através de um discurso moralizador de grande poder emocional que o deturpa e que encontra eco na pregação de certos religiosos e reformadores sociais.

Por tudo isto, as histórias de mulheres e homens de vida fácil, girando em torno da sedução barata, da violência gratuita e da perversidade maniqueísta, não têm lugar aqui.”

Aldyr Garcia Schlee

Capão do Leão, verão de 2013

aldyr garcia schlee 1Aldyr Garcia Schlee (Jaguarão, 22/11/1934) é escritor, jornalista, tradutor, desenhista e professor universitário. Doutor em Ciências Humanas, publicou vários livros de contos e participou de  antologias, de contos e de ensaios. Alguns livros seus foram primeiramente publicados no Uruguai pela Ediciones de la Banda Oriental. Traduziu a importante obra Facundo, do escritor argentino  Domingos Sarmiento, fez a edição crítica da obra do escritor pelotense João Simões Lopes Neto. Foi professor de Direito Internacional da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, por mais de trinta anos, onde foi também pró-reitor de Extensão e Cultura.

É torcedor do Brasil de Pelotas, clube que chegou a ser tema do conto “Empate”, publicado em “Contos de futebol”. Criou o uniforme verde e amarelo da seleção brasileira de futebol, mais conhecido como Camisa Canarinho. Recebeu duas vezes o prêmio da Bienal de Literatura  Brasileira e foi cinco vezes premiado com o Prêmio Açorianos.

Aldyr Garcia Schlee, que atualmente vive em um sítio em Capão do Leão, município vizinho de  Pelotas,  é convidado destaque da Jornada Literária de Passo Fundo, com sua obra original e  singular como o mais destacado autor brasileiro de linguagem de fronteira. Aliás esse é o tema de suas palestras agendadas, a convite, em março de 2014 na Université de Paris Sorbonne Nouvelle,  Université de Rennes e Maison de l’Amerique Latine em Paris.

______________________________________________________________

CONTOS DA VIDA DIFICIL
ALDYR GARCIA SCHLEE
Contos – (NOVO) 2013
ISBN 978-85-62984-30-3
edições ardotempo – 2013
Valor: R$ 35,00

.

.

.

 

15
jul
13

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 13: Sarau das 6, com a participação especial de Aldyr Garcia Schlee

.

aconteceu

.

Neste sábado, 13, Gabriela Silva, Jeferson Tenório e Lígia Sávio leram e comentaram textos selecionados de Aldyr Garcia Schlee e conversaram com o autor. Após, Schlee autografou várias de suas obras relançadas pelas edições ardotempo. Fotos do evento.

.

sarau das 6 - schlee 01.

sarau das 6 - schlee 02sarau das 6 - schlee 03 sarau das 6 - schlee 04 sarau das 6 - schlee 05.

.

.

.

.

.

sarau das 6 - schlee 06 sarau das 6 - schlee 07 sarau das 6 - schlee 08 sarau das 6 - schlee 09.

.

.

.

.

.

sarau das 6 - schlee 10 sarau das 6 - schlee 11 sarau das 6 - schlee 12 sarau das 6 - schlee 13 sarau das 6 - schlee 14.

.

.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

10
jul
13

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 13, Sarau das 6 & Sessão de autógrafos com Aldyr Garcia Schlee

program sem .

13, sábado, 18h: Sarau das 6 – Edição O dia que Schlee veio a Porto Alegre, com Gabriela Silva, Jeferson Tenório e Lígia Sávio e a participação especial do escritor Aldyr Garcia Schlee. Após o sarau, sessão de autógrafos com o autor (edições ardotempo).

sarau das 6 - schlee

Estarão em foco – tanto no sarau como na sessão de autógrafos – as mais recentes edições deste importante autor gaúcho promovidas pela edições ardotempo: O dia em que o Papa foi a Melo (2013), Contos de futebol (2012), Contos de verdades (2011), Uma terra só (contos, 2011), o romance Dom Frutos (2010) e Os limites do impossível – Contos gardelianos (2009). Você está convidado para participar com suas leituras e seus comentários e também para conversar com Aldyr Garcia Schlee.

aldyr garcia schlee 1

Aldyr Garcia Schlee (Jaguarão, 22/11/1934) é escritor, jornalista, tradutor, desenhista e professor universitário. Doutor em Ciências Humanas, publicou vários livros de contos e participou de antologias, de contos e de ensaios. Alguns livros seus foram primeiramente publicados no Uruguai pela Ediciones de la Banda Oriental. Traduziu a importante obra Facundo, do escritor argentino Domingos Sarmiento, fez a edição crítica da obra do escritor pelotense João Simões Lopes Neto. Foi professor de Direito Internacional da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, por mais de trinta anos, onde foi também pró-reitor de Extensão e Cultura. É torcedor do Brasil de Pelotas, clube que chegou a ser tema do conto “Empate”, publicado em “Contos de futebol”. Criou o uniforme verde e amarelo da seleção brasileira de futebol, mais conhecido como Camisa Canarinho. Recebeu duas vezes o prêmio da Bienal Nestlé de Literatura Brasileira e foi cinco vezes premiado com o Prêmio Açorianos. Aldyr Garcia Schlee, que atualmente vive em um sítio em Capão do Leão, município vizinho de Pelotas,  é convidado destaque da Jornada Literária de Passo Fundo, com sua obra original e singular como o mais destacado autor brasileiro de linguagem de fronteira. Aliás esse é o tema de suas palestras agendadas, a convite, em outubro na Université de Paris Sorbonne Nouvelle, Université de Rennes e Maison de l’Amerique Latine em Paris.

Os animadores do Sarau:

gabriela silva 02Gabriela Silva tem literatura no seu dna. Desde a infância convive com homens e deuses e as histórias que lhe contam. É formada em Letras, estuda o mal e a morte na literatura e todas as teorias conspiratórias e literárias. É doutoranda em Teoria da Literatura na PUCRS, tendo como foco a construção da personagem.

Jeferson Tenório 01Jeferson Tenório. É feito de literatura. Professor e apaixonado por Dom Quixote. Premiado no concurso Paulo Leminski em 2009 com o conto “Cavalos não choram” e no concurso Palco Habitasul com o conto “A beleza e a tristeza”, adaptado para o teatro em 2007 e 2008, além de ter tido poemas selecionados no concurso Poemas no Ônibus em 2009. Faz mestrado em literaturas Luso-africanas pela UFRGS.

Lígia SavioLígia Savio. Amante do poeta francês Rimbaud desde a adolescência, é professora de literatura, do município de Porto Alegre e doutora em Letras pela UFRGS. Participou de antologias independentes na década de 70 (Teia, Teia II e Paisagens) com a participação de Caio Fernando de Abreu e Wesley Coll. entre outros.

. . .

16
mar
11

Palavraria indica: Don Frutos, romance de Aldyr Garcia Schlee

.

.

Don Frutos, romance de Aldyr Garcia Schlee. Editora ARdoTEmpo, 2010.

À venda na Palavraria – R$ 60,00

Reserve seu exemplar – palavraria@palavraria.com.br, 3268 4260
ou venha até a loja: Rua Vasco da Gama, 165 – Bom Fim

.

.

Don Frutos é mais do que uma reinvenção dos últimos meses de vida do caudilho uruguaio Fructuoso Rivera. É o ponto final de um interesse de 45 anos.
Quando tive a ideia de fazer esse livro pela primeira vez, meu filho que hoje já fez 50 anos tinha apenas cinco – rememora o escritor.
A gênese do romance remonta à época em que Schlee, então um jovem professor de Relações Internacionais na Universidade Federal de Pelotas, começou a fazer uma pesquisa sobre as intervenções do imperialismo ibérico nas guerras de fronteira sul-americanas. No decorrer desse levantamento foi que Schlee topou com documentos comprovando uma história que já ouvira contada de boca a boca em sua cidade natal, Jaguarão: fora lá que o caudilho e político uruguaio José Fructuoso Rivera (1784 – 1854), primeiro presidente institucional do Uruguai, havia morrido. (NE: Na realidade, Rivera morreu no Uruguai, nas proximidades de Melo, a caminho de Montevidéu, depois de permancer praticamente um ano em Jaguarão, por razões de saúde e de estratégia política, conforme está narrado no livro Don Frutos).

Foi apenas no início dos anos 2000, com a ajuda de um pesquisador uruguaio, Amilcar Brum, que Schlee conseguiu se dedicar à pesquisa necessária para criar o romance – a obra está pronta desde 2007, mas suas mais de 500 páginas assustaram mais de uma editora à qual o livro foi submetido.

Uma das editoras me enviou um parecer dizendo que o livro era muito bom, mas que o custo-benefício não aconselhava a publicação – diz Schlee.

Aldyr Garcia Schlee (Jaguarão, 22/11/1934) é escritor, jornalista, tradutor, desenhista e professor universitário. Doutor em Ciências Humanas, publicou vários livros de contos e participou de antologias, de contos e de ensaios. Alguns livros seus foram primeiramente publicados no Uruguai pela editora Banda Oriental. Traduziu a importante obra Facundo, do escritor argentino Domingos Sarmiento, fez a edição crítica da obra do escritor pelotense João Simões Lopes Neto. Foi professor de Direito Internacional da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, por mais de trinta anos onde foi também pró-reitor de Extensão e Cultura. É torcedor do Brasil de Pelotas, clube que chegou a ser tema do conto “Empate”, publicado em “Contos de futebol”. Criou o uniforme verde e amarelo da seleção brasileira de futebol, mais conhecido como Camisa Canarinho. Recebeu duas vezes o prêmio da Bienal Nestlé de Literatura Brasileira e foi três vezes premiado com o Prêmio Açorianos. Atualmente vive em um sítio em Capão do Leão, município vizinho de Pelotas.

Obras publicadas

2009: Os limites do impossível – Contos gardelianos, Editora ARdoTEmpo
2000: Contos de Verdades, contos, Editora Mercado Aberto
1998: Linha Divisória, contos, Editora Melhoramentos
1997: Contos de Futebol, contos, Editora Mercado Aberto
1983: Contos de Sempre, contos, Editora Mercado Aberto
1991: El dia en que el papa fue a Melo, contos, Editora de la Banda Oriental (republicado em português como O Dia em que o Papa foi a Melo, Editora Mercado Aberto, 1999)
1984: Uma Terra Só, contos, Editora Melhoramentos

.

.




dezembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias

Blog Stats

  • 626,584 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: