Posts Tagged ‘Altair Martins

22
maio
15

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 23, Início do Curso Literatura Fantástica, com Altair Martins, Maria do Carmo Campos e João Alfredo Nicotti.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

23, sábado, 16h: Início do Curso Literatura Fantástica, com Altair Martins, Maria do Carmo Campos e João Alfredo Nicotti.

lit fantástica

.

Palavraria - livros a.

 

12
maio
15

Vem aí, na Palavraria, Curso Literatura Fantástica, com Maria do Carmo Campos, Altair Martins e João Armando Nicotti

.

cursos oficinas 2015

.

 

Curso Literatura Fantástica
Com os professores Maria do Carmo Campos, Altair Martins e João Armando Nicotti

A partir de 23 de maio de 2015

Autores
JORGE LUIS BORGES/FRANZ KAFKA/NIKOLAI GÓGOL

.

  borgesJorge Luis Borges

 Edição: Ficções / A Biblioteca de Babel. Tlon, Ubquar, Orbis Tertius.

 

 

.

kafkaFranz Kafka

Edição: Essencial Franz Kafka / seleção, introdução e tradução de Modesto Carone; São Paulo: Penguin Classics / Companhia das Letras, 2011.

Contos / novelas: O Veredicto. Um artista da fome. Na colônia penal. O cavaleiro do balde. O abutre. A ponte. A metamorfose. Tribulação de um pai de família.

.

gogolNikolai Gógol

Edição: O capote e outras histórias / tradução de Paulo Bezerra; São Paulo: Editora 34, 2010.

Contos / novelas: Diário de um louco. O capote. Leitura complementar: O retrato e O nariz.

 

 

7 encontros

23.maio – Nicotti. Vida e obra de Nikolai Gógol. Análise de Diário de um louco.

30.maio – Altair. Apresentação de Franz Kafka. Análise de A metamorfose, O veredito e Na colônia penal.

13.junho – Maria do Carmo. Apresentação de J. L. Borges. Leitura e interpretação de A biblioteca de Babel (do livro Ficções).

20.junho – Nicotti. Análise de O capote.

27.junho – Altair. Análise de Um artista da fome, O cavaleiro do balde, O abutre, A ponte e Tribulação de um pai de família.

04.julho – Maria do Carmo. Leitura e interpretação do conto Tlon, Ubquar, Orbis Tertius (do livro Ficções)

11.julho – Leituras complementares por Maria do Carmo, Altair e Nicotti.

Informações
* Local do curso e inscrições: Palavraria. Vasco da Gama, 165.
* Duração dos encontros: 1h30min.
* Sábados: 16h.
* Investimento: R$ 350,00 / à vista R$ 300,00
* Material teórico + certificado de participação

05
abr
14

Aconteceu na Palavraria, nesta sexta, 28, Lançamento do livro Terra avulsa, de Altair Martins. Leituras e discussão sobre a feitura do livro com o autor e as professoras Marcia Ivana de Lima e Silva e Ginia Maria de Oliveira Gomes

.

aconteceu

.

28, sexta, 19h: Lançamento do livro Terra avulsa, de Altair Martins. Leituras e discussão sobre o livro com o autor e as professoras Marcia Ivana de Lima e Silva e Ginia Maria de Oliveira Gomes.

.

altair martins 01.

altair martins 02altair martins 03 altair martins 04 altair martins 05.

.

.

.

.

.

.

altair martins 06altair martins 07 altair martins 08 altair martins 09.

.

.

.

.

.

.

altair martins 10altair martins 11 altair martins 12 altair martins 13.

.

.

.

.

.

.

altair martins 14altair martins 15 altair martins 16 (2) altair martins 17.

.

.

.

.

.

.

altair martins 18altair martins 19 altair martins 20 .

.

.

.

.

altair martins 21 altair martins 22 altair martins 23.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros c.

 

01
abr
14

Vai rolar na Palavraria, nesta sexta, 4, Lançamento do livro Terra avulsa, romance de Altair Martins

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

.

04, sexta, 19h: Lançamento do livro Terra avulsa, romance de Altair Martins (Editora Record)

altair martins convite

terra avulsa - altair martinsNeste romance sofisticado, prosa, poesia e fotografia dialogam para criar a estranha história de um homem que funda um país dentro de seu apartamento. Em choque com a brutalidade do mundo, ele vive em casa, traduzindo (ou inventando) poemas de um poeta nicaraguense, poemas sobre objetos cotidianos, que convivem com esse exilado urbano.

 

ALTAIR MARTINS 01Altair Martins nasceu em Porto Alegre, em 1975. É bacharel em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – ênfase em tradução de língua francesa –, mestre e doutor em Literatura Brasileira na mesma área pela mesma universidade. Ministrou a disciplina de Conto no curso superior de Formação de Escritores da UNISINOS. Como escritor, estreou com a antologia de contos Como se moesse ferro (1999), seguida de Se choverem pássarosA parede no escuro, seu primeiro romance, foi vencedor do segundo Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria primeiro romance, em 2009. Com seus livros anteriores, Altair Martins também foi vencedor do PrêmioGuimarães Rosa da Radio France Internationale, em 1999, do Prêmio Luiz Vilela e do Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, em 2001 e do Prêmio Açorianos na categoria Contos. Foi também finalista do Prêmio Jabuti em na categoria crônicas em 2001 com o livro Como se moesse ferro. A parede no escuro foi o vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2009 na categoria melhor romance de estréia. Tem textos publicados em Portugal, Itália, França, EUA e Argentina.

.

Palavraria - livros a.

.

04
nov
13

Vai rolar na Palavraria, nesta terça, 5, Feira Além da Feira – O conto de Poe a Hemingway, com Altair Martins, Rafael Bán-Jacobsen e Jeferson Tenório. Mediação de Reginaldo Pujol Filho.

program sem

.

 

05, terça, das 19 às 21h: Feira Além da Feira – O conto de Poe a Hemingway, com Altair Martins, Rafael Bán-Jacobsen e Jeferson Tenório. Mediação de Reginaldo Pujol Filho.

ALTAIR MARTINS 01Altair Martins nasceu em Porto Alegre, em 1975. É bacharel em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – ênfase em tradução de língua francesa –, mestre e doutor em Literatura Brasileira na mesma área pela mesma universidade. Ministrou a disciplina de Conto no curso superior de Formação de Escritores da UNISINOS. Tem textos publicados em Portugal, Itália, França, EUA e Argentina.

rafael bán-jacobsen 04Rafael Bán Jacobsen nasceu em 1981, em Porto Alegre. É autor de Tempos & costumes (Ed. Alcance, 1998) e Solenar (Ed. Movimento, 2005), ambos agraciados com o Prêmio Açorianos de Literatura (destaque em narrativa longa e melhor narrativa longa). Participou de diversas coletâneas, entre elas Ficção de polpa, volumes 1 e 2 (Não Editora, 2008). É físico, professor, pianista e escritor. Trabalha, atualmente, com pesquisa em cosmologia e em física nuclear e de partículas na UFRGS.

Jeferson Tenório 01Jeferson Tenório. É feito de literatura. Professor e apaixonado por Dom Quixote. Premiado no concurso Paulo Leminski em 2009 com o conto “Cavalos não choram” e no concurso Palco Habitasul com o conto “A beleza e a tristeza”, adaptado para o teatro em 2007 e 2008, além de ter tido poemas selecionados no concurso Poemas no Ônibus em 2009. Faz mestrado em literaturas Luso-africanas pela UFRGS. Acaba de lançar pela Sulina o romance O beijo na parede.

REGINALDO PUJOL F 01Reginaldo Pujol Filho, escritor portoalegrense, tem dois livros de contos publicados, Azar do Personagem e Quero ser Reginaldo Pujol Filho e é o organizador da antologia Desacordo ortográfico. Mantem o blog Por causa dos elefantes.

.

.

.

.

feira além da feira 2013

Feira Além da Feira é um evento paralelo à Feira do Livro de Porto Alegre, com diversas atrações gratuitas reunindo grandes nomes da literatura no Rio Grande do Sul – debates, oficinas, saraus, cursos e outros – em algumas das mais simpáticas livrarias de Porto Alegre. A organização do evento é de Gabriela Silva & Breviário Cursos (curadoria), Jeferson Tenório, Eduardo Cabeda, Robertson Frizero, Carla Osorio e Fernando Ramos. Parcerias e apoios: Palavraria Livros & CafésLivraria BamboletrasSapere Aude LivrosPetit Dalí, Vereda LiteráriaCasa de Cultura Mário Quintana,  Jornal Vaia e Festipoa Literária! Veja aqui a programação completa, locais e endereços.

Os eventos do Feira Além da Feira 2013 são gratuitos. Para as oficinas e cursos, pede-se inscrição prévia pelo site da Breviário, na seção INSCRIÇÕES, e a taxa de R$ 5,00 (cinco reais) recolhida no local para a emissão de certificados. As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas.

.

.

.

 

01
ago
13

Vem aí, em agosto, na Palavraria: Oficina de Contos, com Altair Martins

cursos 2013

.

Oficina de Contos

Com Altair Martins 

.

Às quartas-feiras, das 19 às 21h
De 21 de agosto a 04 de dezembro de 2013

Investimento: 3x R$ 250,00

Objetivo: promover estudo teórico e prático do conto, ampliando as possibilidades de criação da narrativa em prosa, passando por elementos como narrador e personagem.

Metodologia: aulas expositivas, debates e leituras em grupo de textos teóricos e de contos expressivos da literatura universal, com destaque para a produção contemporânea brasileira e gaúcha); produção textual de contos.

Os encontros: serão 16 encontros de 2h divididos em duas atividades – na primeira parte, aferição das leituras (teoria e cânone) e conclusões teóricas; na segunda, exposição, debate e considerações acerca da produção e reescritura discentes e encomenda dos textos seguintes.

Cronograma:

Encontro 1:    [21/08]

atividade A: 1) apresentação docente (metodologias e cronograma); 2) apresentação discente (expectativas e impressões iniciais); 3) O conto – as origens e aspectos do gênero.

atividade B: leitura de minicontos e aferições teóricas acerca do gênero.

produção UM: miniconto (3 contos)

leituras da semana: 1) teorias do miniconto: Laura Zavala; 2) conto – origens: As mil e uma noites (69ª noite a 72ª noite – A história de Simbad, o marinheiro); A Odisseia, de Homero (canto IX); Decameron, de Bocaccio (sétima “novela” da segunda jornada, a de Filomena).

Encontro 2:    [28/08]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto UM; 3) análise da leitura de “conto – origens”.

atividade B: análise das produções discentes de minicontos.

produção e reescritura DOIS: sugestão – conto de aventura

leituras da semana: 1) teorias do conto: Luís López Nieves; 2) contos fantásticos UM: O barril de amontillado e O retrato oval, de Edgar Allan Poe; O Abacaxi de ferro, de Eden Phillpotts; A livraria, de Nelson Bond.

 Encontro 3:    [04/09]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto DOIS; 3) análise da leitura de “contos fantásticos UM”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura TRÊS: sugestão – conto fantástico

leituras da semana: 1) teorias do conto: O’Connor, Jorge Luís Borges (1), Juan Bosch; 2) contos fantásticos DOIS: O ovo de cristal, de H.G. Wells; Um incidente na ponte de Owl Creek, de Ambrose Bierce; Uma gota, de Dino Buzatti; O crocodilo I, de Amílcar Bettega Barbosa; A terceira margem do rio, de Guimarães Rosa.

Encontro 4:    [11/09]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto TRÊS; 3) análise da leitura de “contos fantásticos DOIS”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura QUATRO: sugestão – conto fantástico

leituras da semana: 1) teorias do conto: Raymond Carver, García Márquez; 2) contos fantásticos TRÊS: O travesseiro de plumas, de Horácio Quiroga; Carta a uma senhorita em Paris e Las ménades, de Julio Cortázar; O livro de areia e Funes, o memorioso, de Jorge Luís Borges.

Encontro 5:    [18/09]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto QUATRO; 3) análise da leitura de “contos fantásticos TRÊS”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura CINCO: sugestão – conto fantástico

leituras da semana: 1) teorias do conto: Edgar Allan Poe; 2) contos de vida social UM: Casa tomada, de Julio Cortázar; O sul, de Jorge Luís Borges; O caso da vara, de Machado de Assis; O capote, de Gógol; O cicatriz, de Máximo Górki; A árvore de Natal de Cristo, de Dostoiévski.

Encontro 6:    [25/09]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto CINCO; 3) análise da leitura de “contos de vida social UM”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura SEIS: sugestão – conto de vida social

leituras da semana: 1) Teorias do conto: Júlio Cortázar; 2) contos de vida social DOIS: Meu tio Júlio e O colar, de Guy de Maupassant; Um artista da fome, Franz Kafka; O relógio do hospital, de Graciliano Ramos; O cobrador, de Rubem Fonseca; Uma vela para Dario, de Dalton Trevisan.

 Encontro 7:    [02/10]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto SEIS; 3) análise da leitura de “contos de vida social DOIS”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura SETE: sugestão – conto de vida social

leituras da semana: 1) teorias do conto: Nádia Batella Gotlib; 2) contos de conflito humano UM: Uma obra de arte, de Anton Tchekov; Purpurina cega, de Marcelino Freire; Teresa, que esperava as uvas, de Monique Revillon; Setembro bravo, de Jádson Barros Neves; Holocausto, de Moacyr Scliar.

 Encontro 8:    [09/10]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto SETE; 3) análise da leitura de “contos de conflito humano UM”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura OITO: sugestão – conto de conflito humano

leituras da semana: 1) teorias do conto: Horácio Quiroga; 2) Contos de conflito humano DOIS: Adeus, meu pai, de Menalton Braff; Os cimos, de Guimarães Rosa; O veio d’água, de Walmor Santos; A paixão e a ratoeira, de Cíntia Moscovich; O boneco de neve, de Charles Kiefer; Guapear com frangos, de Sérgio Faraco.

Encontro 9:    [16/10]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto OITO; 3) análise da leitura de “contos de conflito humano DOIS”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura NOVE: sugestão – conto de conflito humano

leituras da semana: 1) teorias do conto: Ricardo Piglia; O conto em Borges, Altair martins; 2) contos de atmosfera UM: Uns braços, de Machado de Assis; O búfalo, de Clarice Lispector; Herbarium, de Lygia Fagundes Telles; O Zahir, de Jorge Luis Borges; Mel & girassóis, de Caio Fernando Abreu.

Encontro 10:  [23/10]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto NOVE; 3) análise da leitura de “contos de atmosfera UM”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura DEZ: conto psicológico ou de atmosfera

leituras da semana: 1) teorias do conto: Joaquín Mª Aguirre Romero; 2) contos de impressões/sensações: Alguma coisa urgentemente, de João Gilberto Noll; Sinal de luz, de Lourenço Cazarré; Éramos todos bandoleiros, de Nélson de Oliveira; Bravura, Nélida Piñon; O bilhete premiado, de Anton Tchekov; Arábia, de James Joyce.

Encontro 11:  [30/10]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto NOVE; 3) análise da leitura de “contos impressões/sensações”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura ONZE: sugestão – conto de impressões/sensações

leituras da semana: Mempo Giardinelli (“Breve história do conto; Estrutura e morfologia do conto); 2) contos transgressores: Pierre Menard, o autor de Dom Quixote, de Jorge Luís Borges; Inanimatu, de Paula Taitelbaun; A seis mãos, de Paulo Bentancur; A mulher de trinta e oito, de Marcelo Mirisola; Dentes guardados, de Daniel Galera.

Encontro 12:  [06/11]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto NOVE; 3) análise da leitura de “contos transgressores”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura DOZE: contos transgressores

leituras da semana: 1) teorias do conto: Mempo Giardinelli (entrevistas: Antônio Skármeta/Adolfo Bioy Casares/Carlos Fuentes e outros); 2) contos, questões de estilo UM: Me alugo para sonhar, de Gabriel García Marquez; Díles que no me maten!, de Juan Rulfo; Os pássaros não sabem latir, de Edmar Monteiro Filho; O negro Bonifácio, de Simões Lopes Neto; Hereditário, de Amílcar Bettega Barbosa; Arapucas esverdeadas, de Alexandre Alves.

Encontro 13:  [13/11]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto NOVE; 3) análise da leitura de “contos – questões de estilo UM”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura TREZE: questões de estilo

leituras da semana: 1) teorias do conto: Charles Kiefer – Para uma poética do conto; 2) Contos – questões de estilo DOIS: Gato na chuva, de Hemingway; Nero, de Miguel Torga; O canário, de Katherine Mansfield; Pau-de-arrasto, de Cícero Galeno Lopes; Unhas pequenas pintadas de vermelho, de Luís Augusto Fischer; O vaso azul, de João Anzanello Carrascoza. 

Encontro 14:  [20/11]

atividade A: 1) análise das leituras teóricas da semana; 2) conclusões teóricas do conto NOVE; 3) análise da leitura de “contos – questões de estilo DOIS”.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura CATORZE: reescrituras

leituras da semana: intercâmbio dos contos.

Encontro 15:  [27/11]

atividade A: 1) análise das leituras intercambiadas.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura QUINZE: reescrituras

leituras da semana: intercâmbio dos contos.

AVALIAÇÕES FINAIS

Encontro 16:  [04/12]

atividade A: 1) análise das leituras intercambiadas.

atividade B: análise das produções discentes de conto.

produção e reescritura DEZESSEIS: reescrituras

leituras da semana: intercâmbio dos contos.

AVALIAÇÕES FINAIS

 

ALTAIR MARTINS 01O ministrante: Altair Martins nasceu em Porto Alegre, em 1975. É bacharel em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – ênfase em tradução de língua francesa –, mestre e doutor em Literatura Brasileira na mesma área pela mesma universidade. Ministrou a disciplina de Conto no curso superior de Formação de Escritores da UNISINOS. Tem textos publicados em Portugal, Itália, França, EUA e Argentina. Seus textos mais conhecidos:

 

Como se moesse ferro (contos). Porto Alegre: WS Editor, 1999.
dentro do olho dentro (conto). Porto Alegre: WS Editor, 2001.
Geração 90, manuscritos de computador (coletânea dos contistas da década de 90, organizada por Nelson de Oliveira) – conto Sol na chuva à noite. São Paulo: Boitempo editorial, 2001.
Se choverem pássaros, (contos). Porto Alegre: WS editor, 2002.

Geração 90, transgressores (coletânea dos contistas da década de 90, organizada por Nelson de Oliveira) – contos Segredo e Sapatos Brancos. São Paulo: Boitempo editorial, 2003.

A parede no escuro (romance). Rio de Janeiro: Record, 2009.

Enquanto água (contos). Rio de Janeiro: Record, 2011.

La pared en la oscuridad. Buenos Aires: Adriana Hidalgo, 2012.

Obteve inúmeros prêmios como contista e romancista:

1o lugar no Prêmio Guimarães Rosa, em 1994, organizado pela Radio France Internationale, com o conto Como se moesse ferro.

1o lugar no Prêmio Guimarães Rosa, em 1999, organizado pela Radio France Internationale, com o conto Humano.

1o lugar no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba, em 2000, com o conto Sol na chuva à noite.

Menção Especial do júri no Prêmio Cidade de Amora, em Portugal, 2000, com o conto Ira das Mães.

1o lugar no Prêmio Luiz Vilella, promovido pela UEMG, em 2000, com o conto dentro do olho dentro.

Prêmio Açorianos, categoria contos, com o livro Como se moesse ferro, 2000.

Finalista do Prêmio Jabuti, 2001, categoria contos e crônicas, com o livro Como se  moesse ferro.

1o lugar no Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, 2001, com os contos Teatro de Varais, café com açúcar: café com sal e Esconder vestígios.

Finalista do Prêmio Jabuti, 2003, categoria contos e crônicas, com o livro Se choverem pássaros,.

Destaque ficção pela Rede Record/Correio do Povo da 54ª Feira do Livro de Porto Alegre com o romance A parede no escuro.

Prêmio São Paulo de Literatura 2009 com o romance A parede no escuro.

Finalista do Prêmio Jabuti, 2009, categoria romance, com o livro A parede no escuro,.

Prêmio AGES (Associação gaúcha de escritores) para melhor romance de 2009 com A parede no escuro.

Prêmio Açorianos 2009, categoria narrativa longa, com o livro A parede no escuro.

Prêmio Açorianos 2009, livro do ano, com o romance A parede no escuro.

Finalista do Prêmio Jabuti, 2012, categoria contos e crônicas, com o livro Enquanto água.

Prêmio Açorianos 2013, categoria conto, com o livro Enquanto água.

Prêmio Moacyr Scliar 2013, com o livro Enquanto água.

 

Bibliografia básica:

GOTLIB, Nádia Batella. Teoria do Conto. São Paulo: Ática, 1985

CORTÁZAR, Julio. Valise de Cronópio. São Paulo: Perspectiva, 1974.

KIEFER, Charles. A poética do conto. São Paulo: Leya, 2011.

PIGLIA, Ricardo. O Laboratório do Escritor. São Paulo: Iluminuras, 1994.

QUIROGA, Horacio. Obras inéditas Y desconocidas. Montevideo: Arca, 1970.

 

Informações e inscrições na Palavraria:
Rua Vasco da Gama, 165 – Bom Fim
51 32684260 ou palavraria@palavraria.com.br

Palavraria - livros a

25
maio
13

Aconteceu na Palavraria: Sarau das 6 na Festipoa – domingo, 12 de maio

.

aconteceu

.

Clipe do Sarau das 6, apresentado na Palavraria, domingo, 12, durante a 6ª Festipoa. Com Jeferson Tenório, Luiz Roberto Amabile, Robertson Frizero, Altair Martins e Cristóvão Tezza. Produção do Coletivo Catarse.

.

.

Palavraria - livros c.

 




maio 2017
S T Q Q S S D
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias

Blog Stats

  • 606,615 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: