Posts Tagged ‘Antônio Sanseverino

04
set
14

Aconteceu na Palavraria, nesta terça, 2: Lançamento dos livros A Formação em perspectiva – Ensaios em Literatura, cultura e sociedade e Em parceria: estudos de Literatura crítica e sociedade, organizados por Luis Alberto Nogueira Alves.

.

aconteceu

.

02, terça, 19h : Lançamento dos livros A Formação em perspectiva – Ensaios em Literatura, cultura e sociedade e Em parceria: estudos de Literatura crítica e sociedade, organizados por Luis Alberto Nogueira Alves. Apresentação dos livros pelos profs. Luis Alberto Nogueira Alves, Antônio Sanseverino e Homero Vizeu Araújo.

.

a formação & em parceria 01.

a formação & em parceria 02a formação & em parceria 03 a formação & em parceria 04 a formação & em parceria 05.

.

.

.

.

.

.

a formação & em parceria 06a formação & em parceria 07 a formação & em parceria 08.

.

.

.

.

 

.

Palavraria - livros c.

 

Anúncios
31
ago
14

Vai rolar na Palavraria, nesta terça, 2, Lançamento dos livros A Formação em perspectiva – Ensaios em Literatura, cultura e sociedade e Em parceria: estudos de Literatura crítica e sociedade, organizados por Luis Alberto Nogueira Alves. Apresentação dos livros pelos profs. Luis Alberto Nogueira Alves, Antônio Sanseverino e Homero Vizeu Araújo.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

 

02, terça, 19h : Lançamento dos livros A Formação em perspectiva – Ensaios em Literatura, cultura e sociedade e Em parceria: estudos de Literatura crítica e sociedade, organizados por Luis Alberto Nogueira Alves. Apresentação dos livros pelos profs. Luis Alberto Nogueira Alves, Antônio Sanseverino e Homero Vizeu Araújo.

a formação em perspectivaA ideia de formação do grupo surgiu no final do evento ’40 anos de Formação da Literatura Brasileira’, realizado na Faculdade de Letras da UFRJ, em setembro de 1999. Vivíamos então a década de 1990, que ficou marcada pela enxurrada de medidas antissociais e pelo desmantelamento do Estado, de que a própia universidade não escapou. A precarização das condições de trabalho era conduzida por uma seleta elite de burocratas pouco afeita ao diálogo e que não hesitava em agir com truculência toda vez que seus desígnios eram postos em xeque.

em parceriaPercebemos ao longo dos anos que a amizade pode muito bem se constituir em motor da reflexão, sem que se anulem divergências pontuais de enfoque. Notamos também, nesse mesmo período, que o dissenso põe em teste permanente não só posições teóricas e políticas, mas a própia ideia exigente de amizade, que cultivamos em alta conta. Amizade e produção coletiva são articuláveis. A divisão do trabalho intelectual e a recente corrida (para onde mesmo?) pela ampliação dos currículos levam a uma concepção excessivamente individualista do esforço intelectual.

Luis Alberto Nogueira Alves é professor de literatura na UFRJ.

 

antonio sanseverinoAntônio Sanseverino é professor de Literatura da Ufrgs e pesquisador Cnpq, ensaísta.

 

homero vizeu AraújoHomero Vizeu Araújo é professor de Literatura da Ufrgs e autor de Machado de Assis e arredores.

.

.

.

.

Palavraria - livros a.

.

 

26
maio
14

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 26: Lançamento do livro Futuro pifado na literatura brasileira – Promessas desenvolvimentistas e modernização autoritária, de Homero Vizeu Araújo, com Luiz Augusto Fischer e Antonio Sanseverino.

.

aconteceu

.

Segunda, 26, 19h: Lançamento do livro Futuro pifado na literatura brasileira  – Promessas desenvolvimentistas e modernização autoritária, de Homero Vizeu Araújo, com Luiz Augusto Fischer e Antonio Sanseverino.

.

homero vizeu araújo 01.

homero vizeu araújo 02homero vizeu araújo 03 homero vizeu araújo 05homero vizeu araújo 04.

.

.

.

.

.

.

homero vizeu araújo 06homero vizeu araújo 08 homero vizeu araújo 07 homero vizeu araújo 09.

.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

24
maio
14

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 26, Lançamento do livro Futuro pifado na literatura brasileira – Promessas desenvolvimentistas e modernização autoritária, de Homero Vizeu Araújo, com Luiz Augusto Fischer e Antonio Sanseverino.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

26, segunda, 19h: Lançamento do livro Futuro pifado na literatura brasileira  – Promessas desenvolvimentistas e modernização autoritária,  de Homero Vizeu Araújo. Bate-papo do autor com Luiz Augusto Fischer e Antonio Sanseverino.

futuro  pifado

 .

Os ensaios recolhidos na obra tratam da literatura brasileira contemporânea, procurando captar como a cultura de um país reelaborou esteticamente as promessas da modernização democrática nos anos 50 e a consequente realização autoritária dessa modernização a partir de 1964. Daí um arco que vai aproximadamente do último governo Vargas até a década de 1980, com um ou outro ensaio tratando de matéria fora do período mas alimentado pelo mesmo problema. A variedade aqui é proposital, trata-se de buscar as relações entre a forma estética e processo social em momentos diversos mas combinados da literatura brasileira.

antonio sanseverinoAntônio Sanseverino é professor de Literatura da Ufrgs e pesquisador Cnpq, ensaísta.

luiz augusto fischerLuís Augusto Fischer é professor de Literatura da Ufrgs e escritor, autor de Machado e Borges e Filosofia mínima, entre outros livros.

homero vizeu AraújoHomero Vizeu Araújo é professor de Literatura da Ufrgs e autor de Machado de Assis e arredores.

 

.

.

.

Palavraria - livros a.

.

28
ago
12

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 27/08: Festipoa revisitada e sampleada

.

.

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 27, bate-papo sobre a obra de João Cabral de Melo Neto, com Guto Leite, Antonio Sanseverino e Richard Serraria, em mais uma edição do Festipoa revisitada e sampleada. Fotos do evento.

.

.

 

.

.

.

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

24
ago
12

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 27/08: Festipoa revisitada e sampleada

program sem

.

27, segunda, 19h: Festipoa revisitada e sampleada: Pedra do Sono e outras pedras fundamentais da poesia brasileira: bate-papo sobre a poesia de João Cabral de Melo Neto, com Antônio Sanseverino, Guto Leite e Richard Serraria.

João Cabral de Melo Neto (Recife, 9 de janeiro de 1920 – Rio de Janeiro, 9 de outubro de 1999) foi um poeta e diplomata brasileiro. Sua obra poética, que vai de uma tendência surrealista até a poesia popular, porém caracterizada pelo rigor estético, com poemas avessos a confessionalismos e marcados pelo uso de rimas toantes, inaugurou uma nova forma de fazer poesia no Brasil. Da obra poética de João Cabral pode-se mencionar, ao acaso, pela sua variedade, os seguintes títulos: “Pedra do sono”, 1942; “O engenheiro”, 1945; “O cão sem plumas”, 1950; “O rio”, 1954; “Quaderna”, 1960; “Poemas escolhidos”, 1963; “A educação pela pedra”, 1966; “Morte e vida severina e outros poemas em voz alta”, 1966; “Museu de tudo”, 1975; “A escola das facas”, 1980; “Agreste”, 1985; “Auto do frade”, 1986; “Crime na Calle Relator”, 1987; “Sevilla andando”, 1989.

Antônio Marcos Sanseverino. Mestre em Letras pela UFRGS e doutor em Letras pela PUCRS, com a tese “Realismo e Alegoria em Machado de Assis”. É professor adjunto de literatura brasileira da UFRGS. Pesquisou a poesia de Carlos Drummond de Andrade, analisando como as tensões sociais dos anos 30 e 40 transformaram-se em problemas formais de sua poética. Atualmente desenvolve pesquisa sobre a formação da crônica no Brasil, especificamente trabalhando com a crônica de Machado de Assis. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Machado de Assis, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura brasileira, Machado de Assis, ironia, alegoria e poesia brasileira.

Guto Leite. Poeta, músico, compositor, professor. Poeta dos livros “zero um” (2010), “Poemas Lançados Fora” (7Letras, 2007), “Sintaxe da Última Hora” (Scortecci, 2006) e “Reflexos” (FEME, 2000), além de premiado em concursos literários e presente em diversas coletâneas de poesia. Indicado ao Prêmio Açorianos (Categoria Poesia) no ano de 2010. Co-roteirista dos filmes de curta-metragem “Estado Senil” (2009), “Revés” (2008) e “Bons sonhos, Maria”(2006). Argumentista da personagem Júlio César, publicado em setembro de 2010 pela revista independente “Eixada” e em julho de 2011 na coletânea “O melhor da festa, volume 3”. Linguista pela Unicamp, especialista, mestre e doutorando em Literatura Brasileira pela UFRGS. Atualmente trabalha como professor temporário de Literatura Brasileira na UFRGS. www.gutoleite.com.br.

Richard Serraria é músico, compositor, poeta, graduado em Letras pela UFRGS, Mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS, professor universitário na Feevale NH e agitador cultural com atuação na cena porto alegrense há mais de 15 anos. Atua junto à banda Bataclã FC há 11 anos, tendo com esta recebido 4 prêmios Açorianos: Melhor Compositor Pop Rock 2002 e 2004 e Melhor Grupo Pop Rock 2001 e 2002. Em 2008 lançou seu primeiro disco solo, Vila Brasil, que em 2010 recebeu distribuição nacional da Tratore. Em 2010, gravou segundo trabalho solo, Pampa Esquema Novo, com participação de Zeca Baleiro e Daniel Drexler, entre outros.

.

.




outubro 2019
S T Q Q S S D
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Categorias

Blog Stats

  • 727.393 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: