Posts Tagged ‘Betina Mariante Cardoso

11
dez
10

Aconteceu na Palavraria: encerramento do Ciclo Amor e Biologia: Prosa e Poesia

.

.

Nesta sexta, 10, Betina Mariante Cardoso  apresentou na Palavraria a última palestra do Ciclo Amor e Biologia: Prosa e Poesia deste ano: Mudaram as estações. Promoção da Casa Editorial Luminara na Palavraria.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


.

.

.

.

.

 

.

Anúncios
09
dez
10

Vai rolar na Palavraria, 10/12: Mudaram as estações, palestra e debate com Betina Mariante Cardoso

.

.

10, sexta, 19h: Mudaram as estações, palestra e debate com Betina Mariante Cardoso. Ciclo Amor & Biologia: Prosa e Poesia, promoção da Casa Editorial Luminara na Palavraria.

Chega o verão e, com ele, nova estação de amores, paixões e reações químicas. Para muitos, sol do meio-dia; por toda parte, pontos de exclamação! Para outros, veraneio, convívio, família reunida na praia: amor de fim de tarde, reticências tranquilas…

Mas, afinal, que faz com que a temperatura das relações se eleve no verão: o calor dos corpos na praia, o carnaval, a sede por novidades e intempéries? As paixões são mais propícias no verão, quando há estímulos intensos a todos os cinco sentidos? E como nossa biologia se modifica, frente a tanta intensidade? As perguntas não param por aí:  o cérebro das mulheres é diferente do cérebro dos homens? A paixão que sente o homem é diferente daquela que sente a mulher? E homens e mulheres amam e sentem ciúmes de forma diversa? O que os hormônios têm a ver com a tempestade da paixão dentro de nós? Como homens e mulheres adoecem de amor? Podemos nos apaixonar por duas pessoas ao mesmo tempo, ou apenas amarmos um e nos apaixonarmos por outro? As traições ocorrem mais no verão? Somos diferentes de nós mesmos quando estamos apaixonados, quando estamos plenos de verão dentro de nós?

Essas e outras perguntas serão discutidas na palestra de encerramento do ciclo “Amor e Biologia: Prosa e Poesia”, por Betina Mariante Cardoso, Médica Psiquiatra e tradutora dos livros “A Natureza do Amor” e “…E viveram ciumentos e felizes para sempre”, de autoria de Donatella Marazziti, Casa Editorial Luminara.

.

.

26
nov
10

Aconteceu na Palavraria: palestra de Betina Mariante Cardoso

.

.

Ontem, 25, Betina Mariante Cardoso apresentou a palestra “É impossível ser feliz sozinho?” – As doenças do amor, mais um tema do Ciclo Neurobiologia e Amor: Prosa e Poesia, promoção da Casa Editorial Luminara na Palavraria.

.

.

.

.

.

.

24
nov
10

Vai rolar na Palavraria, 25/11: Impossível ser feliz sozinho, palestra e debate com Betina Mariante Cardoso

.

.

25, quinta, 19h: “É impossível ser feliz sozinho”? – As doenças do amor. Palestra e debate com Betina Mariante Cardoso. Ciclo Amor e Biologia: Prosa e Poesia, promoção da Casa Editorial Luminara na Palavraria.

Existe um amor sadio e um amor doente? Existe um modo sadio e um modo doente de amar? E a biologia, será que pode nos ajudar a amar e a compreender o amor? É a estas perguntas que procuraremos responder neste encontro. O amor é sempre sadio – é um sentimento positivo. Nosso modo de vivê-lo é que pode ser equivocado e, então, torná-lo doente. É possível definir, assim, o amor doente como uma modalidade patológica de viver os fenômenos do amor ou de viver os diferentes momentos de uma relação afetiva. Da mesma forma, podemor referir que o ciúme é também um sentimento positivo e normal em nossa evolução, tornando-se patológico e perigoso em circunstâncias específicas. Afinal, quando o ciúme atravessa a fronteira da normalidade à patologia? Estas e outras indagações serão o tema deste encontro.

 

Betina Mariante Cardoso é psiquiatra, psicoterapeuta e tradutora. É fundadora e diretora científica da Casa Editorial Luminara, para a qual traduziu em 2009 o livro E Viveram Ciumentos & Felizes para Sempre, da psiquiatra e neurobióloga italiana Donatella Marazziti. Da mesma autora, traduziu o livro A Natureza do Amor, publicado pela  Editora Atheneu, em 2007. É membro dos setores de Psiquiatria Transcultural e de Literatura e Psiquiatria da Associação Psiquiátrica Mundial (WPA) e Coordenadora do Setor de Humanismo Médico do Centro de Estudos de Literatura e Psicanálise Cyro Martins.

.

.

Betina Mariante Cardoso é psiquiatra, psicoterapeuta e tradutora. É fundadora e diretora científica da Casa Editorial Luminara, para a qual traduziu em 2009 o livro E Viveram Ciumentos & Felizes para Sempre, da psiquiatra e neurobióloga italiana Donatella Marazziti. Da mesma autora, traduziu o livro A Natureza do Amor, publicado pela  Editora Atheneu, em 2007. É membro dos setores de Psiquiatria Transcultural e de Literatura e Psiquiatria da Associação Psiquiátrica Mundial (WPA) e Coordenadora do Setor de Humanismo Médico do Centro de Estudos de Literatura e Psicanálise Cyro Martins.
02
out
10

Aconteceu na Palavraria: A relação amorosa: do enamoramento ao ciúme, palestra de Betina Mariante Cardoso

.

.

Sexta-feira, 1º, Betina Mariante Cardoso desenvolveu o tema A relação amorosa: do enamoramento ao ciúme, em mais um encontro do Ciclo de Palestras em Neurobiologia & Humanidades nas Relações Amorosas, promovido pela Casa Editorial Luminara na Palavraria. 

.

.

.

.

.


.

26
set
10

Programação de 27 de setembro a 02 de outubro

.

.

28, terça, 19h: Lançamento do livro Areia nos dentes, de Antônio Xerxenesky. (Editora Rocco).

Publicado originalmente em 2008 e finalista do Prêmio Açorianos de Narrativa Longa, Areia nos dentes é o primeiro romance de Xerxenesky. Com elementos clássicos de um faroeste e personagens que parecem brotar de um filme perdido de Sergio Leone, o jovem autor gaúcho desenha, numa narrativa rápida, o universo de imagens e conflitos que marcam o gênero.

Antônio Xerxenesky nasceu em Porto Alegre, em 1984. Ex-estudante de Física, formou-se em Letras na UFRGS, onde cursa atualmente o mestrado em Literatura Comparada. Publicou narrativas curtas em antologias como Ficção de Polpa e no momento finaliza o volume de contos A página assombrada por fantasmas, que será lançado pela Editora Rocco em 2011. Seu conto “O desvio” foi adaptado para a TV por Fernando Mantelli em 2007. É um dos criadores e editores da Não Editora, onde organiza a revista on-line de crítica literária Cadernos de Não-Ficção. Mantém o blog blog.antonioxerxenesky.com. Areia nos dentes é seu primeiro romance.

.

.

29, quarta, 19h: Expandindo meu poder de ação – Bate-papo sobre coaching ontológico, com Marta Magnus.

Como a forma que você conversa se relaciona com o seu bem-estar? Como seu mundo emocional interfere nas suas ações? De que forma você se move pelo mundo? Se estas perguntas te inquietam, seja bem-vindo!

Sobre o Coaching Ontológico
O Coaching Ontológico é a prática profissional derivada da Ontologia da Linguagem, que tem como uma de suas premissas a de que, como seres humanos, nos constituímos na linguagem e através dela. Entendemos o Coaching Ontológico como a “arte” de acompanhar a outros em um processo de aprendizagem que busca expandir o poder de ação, a efetividade e o bem estar através da ampliação das interpretações que temos acerca de nós mesmos, dos outros e do mundo, ou seja, de nossa maneira particular de habitar o mundo.

Sobre o Bate-Papo
Num bate-papo informal e interativo de duas horas de duração, a palestrante fará a apresentação, bem como a explanação dos conceitos básicos do Coaching Ontológico. Numa atmosfera descontraída e divertida, a palestrante ainda contará como foi a sua experiência de formação nesta ferramenta, bem como o modo pelo qual ela vem influenciando as mudanças na sua percepção de si mesma e do mundo no qual está inserida a partir de então. Os participantes sairão com um novo olhar sobre si mesmos, possibilitando um aumento do seu poder de ação.

Marta Magnus, Coach Ontológico por missão, fisioterapeuta por profissão e professora de educação física por visão. Graduada pela UFRGS e pelo IPA/RS e com MBA em Gestão Corporativa (Ênfase em Gestão de Pessoas) pela ESPM/RS. Já atuou como coordenadora de marketing e fund raising em instituições do terceiro setor, como a Bienal de São Paulo e a Bienal do Mercosul. Orientada por seu caminho espiritual, integrou os Círculos Femininos – Tendas e Clãs do Sul (Programa Guardiães do Amanhã da Unipaz Sul). Participou de diversos eventos e cerimônias no desenho original da tradição do Caminho Vermelho (Fogo Sagrado de Itzachilatlan) e de retiros e encontros com mestres espirituais, como Vasant Swaha e Satyaprem. Viveu uma temporada em Bimini (Bahamas), como staff do programa Wildquest, grupo de desenvolvimento pessoal através do encontro de humanos com golfinhos selvagens. Viveu em Santiago do Chile, onde teve a oportunidade de certificar-se como Coach Ontológico pela The Newfield Network (membro da ICF).

.

.

30, quinta, 19h: Lançamento do livro A paixão dos amantes pela morte, de Esteban Rey Fontan (Redes Editora).

O motivo condutor dos contos é a complexidade do amor e das relações humanas. São histórias cáusticas, contundentes, com diálogos ágeis e ideias inquietas. As tramas vão desde a relação doentia entre uma atriz decadente e um crítico de teatro mordaz após um acidente de carro (homenagem ao clássico filme A Malvada, de Joseph Mankiewicz), em “O Desespero de Veronika Loss”, à conflituosa gravidez de uma professora masoquista e seu marido sádico em “Todas as Cores são Negras”. Passa-se de um conto extremamente romântico, como “Sob a Sombra das`Árvores que Choram”, aos desejos fratricidas de “Rancor – Veneno de Infância” e à dor nas passagens suicidas em “A Paixão dos Amantes pela Morte”.

Esteban Rey Fontan é escritor e jornalista. Seu conto O desespero de Veronika Loss foi adaptado para o teatro e encenado no Theatro São Pedro e na Casa de Teatro em Porto Alegre. Coautor dos aforismos que acompanham as imagens do livro Celebridades como você nunca viu.

.

.

.

01, sexta, 19h: A relação amorosa: do enamoramento ao ciúme, palestra com Betina Mariante Cardoso. Segundo encontro do Ciclo de palestras em Neurobiologia & Humanidades nas relações amorosas. Promoção da Casa Editorial Luminara.


O encontro do mês de outubro visa a explorar os processos de enamoramento e de ciúme sob os enfoques da Neurobiologia, trazendo contribuições de excelência, como o trabalho da neurocientista e psiquiatra italiana Donatella Marazziti, traduzidas para o Português do Brasil pela médica psiquiatra e mestre em psiquiatria Betina Mariante Cardoso, nos livros “A Natureza do Amor” (Atheneu, 2007) e “…e viveram ciumentos e felizes para sempre” (Casa Editorial Luminara, 2009).

Betina Mariante Cardoso é psiquiatra, psicoterapeuta e tradutora. É fundadora e diretora científica da Casa Editorial Luminara, para a qual traduziu em 2009 o livro E Viveram Ciumentos & Felizes para Sempre, da psiquiatra e neurobióloga italiana Donatella Marazziti. Da mesma autora, traduziu o livro A Natureza do Amor, publicado pela  Editora Atheneu, em 2007. É membro dos setores de Psiquiatria Transcultural e de Literatura e Psiquiatria da Associação Psiquiátrica Mundial (WPA) e Coordenadora do Setor de Humanismo Médico do Centro de Estudos de Literatura e Psicanálise Cyro Martins.

.

.

02, sábado, 18h: Encontro literário de Liana Timm, Tania Mara Galli Fonseca e Armindo Trevisan. Da Série Palavra – Alegria da Influência, promoção do Jornal Vaia.

Liana Timm | Artista multimídia, arquiteta, poeta e designer. 24 livros publicados, 66 exposições individuais, 112 coletivas, 14 prêmios recebidos. Dirige a TERRITÓRIO DAS ARTES Editora, especializada em artes visuais, literatura e ciências humanas. Site: http://www.timm.art.br.

Tania Mara Galli Fonseca| Professora titular do Instituto de Psicologia da UFRGS. Docente pesquisadora dos Programas de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional e Informática Educativa da UFRGS. Coordenadora da Coleção CARTOGRAFIAS. Membro da TDAEDITORA. Coordenadora do Grupo de Pesquisa que atua no acervo da Oficina de Criatividade do Hospital Psiquiátrico São Pedro.

Armindo Trevisan | Poeta, doutor em Filosofia pela Universidade de Fribourg, Suíça. Professor de História da Arte e Estética da UFRGS. Prêmio Nacional de Poesia Gonçalves Dias (1964), Prêmio Nacional de Brasília (1972), Prêmio APLUB de Literatura (1997), Patrono da Feira do Livro de 2001, Fato Literário RBS de 2004. Inúmeros livros de poesia e ensaios. Suas obras estão traduzidas em alemão, italiano, espanhol e inglês.

.

.

12
ago
10

Aconteceu na Palavraria: palestra com Carla Lubisco e Betina Cardoso

.


.

Agora há pouco, na Palavraria, Carla Lubisco recebeu convidados para o relançamento de seu livro Gestão da qualidade de vida: como viver mais e melhor. A propósito, Carla conversou com a psiquiatra Betina Mariante Cardoso sobre os desafios para a adesão ao exercício físico e o papel da neurobiologia. Fotos do evento.

.

.

.


.


.

.

.




maio 2019
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Categorias

Blog Stats

  • 708.833 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: