Posts Tagged ‘Cícero Galeno Lopes

04
out
13

Aconteceu na Palavraria, nesta sexta, 4, o lançamento do livro Palavra que sim, poemas de Cícero Galeno Lopes. Apresentação do livro por Fabiane Resende e Rafael Jardim.

.

aconteceu

.

Aconteceu nesta sexta, 4, o lançamento do livro Palavra que sim, poemas de Cícero Galeno Lopes. Apresentação do livro por Fabiane Resende e Rafael Jardim. Fotos do evento.

.

cícero galeno lopes 01.

cícero galeno lopes 02cícero galeno lopes 03 cícero galeno lopes 04 cícero galeno lopes 05.

.

.

.

.

.

cícero galeno lopes 06cícero galeno lopes 07 cícero galeno lopes 08 cícero galeno lopes 09.

.

.

.

.

.

cícero galeno lopes 10cícero galeno lopes 11 cícero galeno lopes 12 cícero galeno lopes 13.

.

.

.

.

.

cícero galeno lopes 14 cícero galeno lopes 15 cícero galeno lopes 16.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

01
out
13

Vai rolar na Palavraria, nesta sexta, 4, lançamento do livro Palavra que sim, poemas de Cícero Galeno Lopes. Apresentação do livro por Fabiane Resende e Rafael Jardim

program sem

.

 

04, sexta , 19h: Lançamento do livro Palavra que sim, poemas de Cícero Galeno Lopes. Apresentação do livro por Fabiane Resende e Rafael Jardim.

cp palavra que simAmplitude temática que percebe tanto a simplicidade prosaica da rotina diária quanto revisita os grandes temas atemporais e abstratos, relativos à condição humana, a que se soma farta erudição, cristalina nas epígrafes e propostas de releituras, numa extensa e criativa interlocução com textos da literatura mundial e brasileira, em seus diversos gêneros; com letras de música de Villa-Lobos a John Lennon e Chico Buarque de Holanda; com textos jornalísticos e ainda com alguns extraídos de lendas e dos cancioneiros populares: assim é o segundo livro de poemas de Cicero Galeno Lopes, profícuo ensaísta e escritor de ficção, orador contagiante e poeta sensível e inteligente.

Palavra que sim expressa um lirismo intimista de extrema poeticidade, capaz de captar a singeleza e a magia dos elementos da natureza, pelo exercício contemplativo, ao mesmo tempo em que empreende releituras críticas do contexto social mundial e brasileiro, observado desde o processo exploratório de colonização até o presente vivido pelo homem e pela sociedade contemporâneos. Numa atmosfera de desilusão, que se mostra na lágrima e no sentimento de solidão, o eu lírico flagra a arrogância, a hipocrisia, a dominação, a não aceitação do outro, a alienação diante da tevê, os maléficos efeitos do regime ditatorial, os problemas ambientais e os maus-tratos com a Terra, contingências em que vêm se dando as relações humanas, observadas na abstração e na concretude diária, pontual.

O trabalho com o tempo, já observado em Vidamundo (2012), tem continuidade neste volume, manifesto no modo como o homem lida com ele, sua passagem e a imperiosa necessidade de aproveitá-lo. Há aqui o reconhecimento da finitude humana e do presente como tempo de dominações e de impessoalidade.

O inusitado linguístico, resultado de um caprichoso trabalho com a exploração e a articulação da palavra em todos os seus níveis – fônico, lexical, sintático e semântico – é característica das três partes em que se divide o volume, respectivamente, Imagens, Perspetivas e Reflexões. Todas interligadas pela pertença ao campo semântico da visão, do ponto de vista, aqui considerados múltiplos, conforme indica o uso plural dos três termos.

Palavra que sim é, pois, minucioso e ricamente elaborado. Portanto, exige do leitor e o desacomoda; mas sobretudo o envolve e o delicia. À leitura, então! À boa leitura!

Fabiane Resende

 

Cícero Galeno LopesCícero Galeno Lopes é Licenciado (UCPel), Especialista (UFSM), Mestre (PUCRS) e Doutor (UFRGS) em Letras. É ensaísta, ficcionista, poeta e articulista em jornais. Como docente de ensino superior,  dedica-se à literatura brasileira, de modo especial à sul-rio-grandense. Como editor, planejou, criou, editou e consolidou revistas acadêmico-científicas e uma série de cadernos universitários, entre 1996 e 2004. Publicou três livros de contos pela Editora Movimento, de Porto Alegre: Conto e ponto (1999), A curva da estrada (2000) e A viagem (2005) e o livro de poemas Vidamundo (2012).

.

.

.

.

01
set
13

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 31: gravação do Programa AGES Entrevista, com Marlon Almeida

.

aconteceu

.

31, sábado,11h: AGES Entrevista, com Marlon Almeida e convidados: Sergio Napp, Jorge Martins, Rodrigo Barcellos e Cícero Galeno Lopes.

.

ages entrevista 01.

ages entrevista 02ages entrevista 03 ages entrevista 04 ages entrevista 05.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros c.

 

27
ago
13

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 31, Gravação AGES Entrevista Aberta, com Marlon Almeida e convidados

program sem

.

31, sábado,11h: Gravação AGES Entrevista aberta – Programa Poesia blues, na Rádio Falando de Amor, com Marlon Almeida.  Autores convidados: Sergio Napp, Jorge Martins, Rodrigo Martins e Cícero Galeno Lopes 

.

ages entrevista cartazA AGES, em parceria com a Livraria Palavraria e com o programa POESIA BLUES, do poeta Marlon de Almeida, apresenta, ao longo do ano, sempre aos sábados, 20h, uma série de entrevistas, gravadas na Palavraria, com escritores da AGES, falando sobre suas obras e recitando textos escolhidos.

Para saber mais informações de como participar das entrevistas ou detalhes do programa, o contato é marlondealmeida@yahoo.com.br.

O POESIA BLUES (veja aqui) tem sua versão inédita sempre aos sábados, 20h, com reprises ao longo da semana, aos domingos, 11h, terças, 20h, quintas, 10h e as sextas, 17h.

.

.

.

.

07
dez
12

Aconteceu na Palavraria,nesta quarta, 05/12, bate-papo com o grupo literário Veredas

.

.

Aconteceu na Palavraria, quarta, 05, bate-papo com integrantes do Grupo Veredas, responsável pela antologia poética Em mãos III. Participaram César Pereira, Dilan Camargo, José Eduardo Degrazia e Umberto Guaspari Sudbrack, com a mediação de Cícero Galeno Lopes. Fotos do evento.

.

grupo veredas 01.

grupo veredas 02grupo veredas 03grupo veredas 04grupo veredas 05

.

.

.

 

.

.

.

 

.

03
dez
12

Vai rolar na Palavraria, nesta quarta, 05/12, bate-papo sobre a antologia poética Em Mãos e o Grupo Veredas

program sem

.

05, quarta, 19h: Bate-papo sobre a antologia poética Em mãos e o Grupo Veredas e sessão de autógrafos da Em mãos III – com César Pereira, Dilan Camargo, José Eduardo Degrazia, Humberto Gabbi Zanatta e Umberto Guaspari Sudbrack. Mediação de Cícero Galeno Lopes.

Capa_em_mãos_III.inddEm mãos III é o reencontro do grupo Vereda. Além dos seis participantes iniciais, César Pereira, Dilan Camargo, Humberto Zanatta, José Eduardo Degrazia, Selvino Heck e Umberto Guaspari Sudbrack, esta coletânea inclui dois outros poetas, Paulo Roberto do Carmo e Tarso Genro. Mais de trinta anos se passaram desde a primeira antologia. Entretanto, o grupo – que surgiu em plena ditadura militar – continua apregoando a poesia como liberdade – de ideias, de sentimentos e da palavra. “Em mãos III aparece como afirmação de que a arte não apenas encanta e faz pensar, mas também elabora a memória social e constrói história.” (Cícero Galeno Lopes)

Os participantes:

César PereiraCésar Pereira nasceu em Taquari (1934), Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Poeta, contista, cronista. Pertence à Academia Riograndense de Letras. Foi o lançador da Poesia Concreta no Rio Grande do Sul em 1958, e em 1965 da Poesia Visual, sendo um dos precursores no País. Conquistou em 1986, o 1º lugar no Concurso Nacional de Poesia PETROBRÁS, na época um dos maiores do Brasil. Publicou: Carrossel de cinzas (1960); Dardos de ajuste (1974); Porta de emergência (1989); Gaveta de achados (2008).

DILAN CAMARGODilan Camargo é autor de 18 livros nas áreas da poesia e teatro e  também letrista com várias canções gravadas e premiadas em festivais. É mestre em Ciência Política. Com seu último livro BrinCRiar, lançado pela Editora Projeto, de Porto Alegre, ganhou o Troféu Açorianos como melhor livro de literatura Infantil. Foi membro e presidente do Conselho Estadual de Cultura. Fundador, ex-presidente, ex-secretário-geral, e sócio da Associação Gaúcha de Escritores, sócio da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil.  O escritor ainda apresenta um programa de entrevistas com escritores – AUTORES&LIVROS – na TV Assembleia Legislativa, canal 16 da NET.

DEGRAZIAJosé Eduardo Degrazia nasceu em Porto Alegre em 1951. Publicou dezenas de artigos e crônicas em jornais e revistas do Brasil e do exterior. Tem publicados os livros de poemas, Lavra permanente, Cidade submersa, A porta do sol, Piano arcano, e A urna Guarani. Seus livros de contos são: O atleta recordista, A orelha do bugre, A terra sem males, e Os leões selvagens de Tanganica; recentemente saiu sua novela O reino de macambira.Traduziu livros de Pablo Neruda, poetas latino-americanos e italianos. Foi premiado em poesia, conto, teatro e tradução.

Humberto Gabbi ZanattaHumberto Gabbi Zanatta é natural de Taquaruçu do Sul, nasceu em 25 de julho de 1948. Em 1977 foi o vencedor na categoria Conto, do concurso Literário Felippe D’oliveira. Zanatta também é compositor nativista, com mais de 100 canções gravadas. Também é jornalista, formado pela UFSM. Professor Assistente do Departamento de Ciências Sociais da UFSM, especialista em Sociologia do Desenvolvimento. Possui mais de 20 obras individuais publicadas e mais outras tantas coletivas, entre poesia, crônica, ensaio e literatura infantil.

Umberto Guaspari SudbracUmberto Guaspari Sudbrack, é doutor em direito pela Universidade de Paris 1 (Panthéon-Sorbonne), tendo defendido, em 1999, a tese “O Extermínio de Meninos de Rua no Brasil: um Estudo de Política Criminal”. É especialista em Ciência Política pela UFRGS e em Ciências Criminais (Criminologia) pela Universidade de Paris 2. Juiz de direito desde 1985, é desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, onde atua na 5ª Câmara Cível. É membro da Associação Juízes para a Democracia. Leciona criminologia e política criminal na Escola Superior da Magistratura e no curso de especialização em ciências criminais da UFRGS. É docente e pesquisador do Grupo Violência e Cidadania da UFRGS. É membro da Associação Juízes para a Democracia. Foi coordenador do I Fórum Mundial de Juízes, realizado em Porto Alegre, no ano de 2002.

Cícero Galeno LopesCícero Galeno Lopes é Licenciado (UCPel), Especialista (UFSM), Mestre (PUCRS) e Doutor (UFRGS) em Letras. Como docente de ensino superior, dedica-se à literatura brasileira, de modo especial à sul-rio-grandense. Como editor, planejou, criou, editou e consolidou revistas acadêmico-científicas e uma série de cadernos universitários, entre 1996 e 2004. Publicou três livros de contos pela Editora Movimento, de Porto Alegre: Conto e ponto (1999), A curva da estrada (2000) e A viagem (2005). Publicou em 2012 o livro de poemas Vidamundo.

.

.

 

24
ago
12

Aconteceu na Palavraria, nesta sexta, 24/08: Lançamento do livro Vidamundo, poemas de Cícero Galeno Lopes

.

.

Aconteceu na Palavraria, nesta sexta, 24, lançamento do livro Vidamundo, poemas de Cícero Galeno Lopes. Leituras de poemas e comentários sobre a obra por José Edil e Rafael Jardim (Editora Movimento). Fotos do evento.

.

.

 

.

.

.

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

.




dezembro 2019
S T Q Q S S D
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Categorias

Blog Stats

  • 731.368 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: