Posts Tagged ‘Confraria de Leitura Reinações

23
ago
16

Programação de 22 a 27 de agosto de 2016

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

 

23, terça, 19h: Lançamento do livro O príncipe do deserto e a estrela, de Gabriela Maraschin.

o príncipe

O Príncipe do Deserto e a Estrela Cadente é o primeiro livro da jornalista gaúcha Gabriela Maraschin. Ele traz a história de um encontro: da antiprincesa Lis, arteira, decidida e destemida, e do viajado príncipe Har. Juntos, eles partem a galope em busca de uma grande aventura.

A obra é um conto de princesa, mas com uma dose generosa de irreverência, simplicidade e liberdade. Lis e Har sabem quebrar o protocolo real como ninguém e, talvez por isso, conquistam a todos por onde passam.

Depois de trabalhar muitos anos como repórter e apresentadora de televisão no Rio Grande do Sul, Gabriela Maraschin deixou o Brasil com o marido e três filhos para viajar e conhecer o mundo. A experiência que deveria durar apenas doze meses completa sete anos.

O livro será autografado na livraria Palavraria, em Porto Alegre, no dia 23 de agosto, a partir das 19 horas. As ilustrações em aquarela foram feitas pela artista Gabriela Rizzo Bins, que vive em Nova Iorque.

 

Palavraria - livros a.

.

25, quinta, 19h: Lançamento do livro Garoa fina, de Marle Araújo.

Palavraria - livros a.

.

27, sábado, 17h: Lançamento do livro Antologia da Oficina de Escrita Criativa, organizada por Luiz Antonio Assis Brasil.

Palavraria - livros a.

.

Anúncios
20
jun
16

Programação de 20 a 25 de junho de 2016

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

21, terça, 19h: Confraria de Leitura Reinações.

.

Palavraria - livros a.

.

23, quinta, 19h: Lançamento do livro Cada amanhecer me dá um soco, de Andrei Ribas. Bate-papo do autor com Gabriela Silva e Luís Roberto Amabile.

capa_final.cdrAs palavras gravadas à faca no cadáver examinado pelo legista logo nas primeiras páginas se assemelham às que eu gostaria de dizer sobre o livro: Venha ver.
Ver o quê?, pode se perguntar.
Primeiro: os personagens. O legista obcecado por corpos (em todos os sentidos) é apenas um dos seres – e não apenas humanos – que parecem estar bem na frente de quem lê. Acreditamos nesses personagens perturbados. Eles nos interessam. Queremos saber mais. De alguma forma, compreendemos seus dilemas e ambiguidades.
Segundo: a trama. A maneira como os fatos da ficção se entrelaçam proporciona algo menos comum do que deveria no mundo literário. A vontade de percorrer as páginas e avançar nos capítulos. E o que acontece surpreende.
Flertando com o gênero policial – mas já o subvertendo –, alternando os pontos de vista, investindo em recursos metaficcionais, Andrei Ribas exibe fôlego narrativo. Cada amanhecer me dá um soco mostra que ele, além de crítico competente, é escritor. E daqueles com talento.
Em resumo: Venha ver. [Luís Roberto Amabile]

Andrei Ribas é autor dos livros O monstro (All Print, 2007) e Animais loucos, suspeitos ou lascivos(Multifoco, 2013). Possui trabalhos reproduzidos nas revistas eletrônicas Plural, Flaubert, R.Nott, Pessoa, Mallamargens, 7faces, jornal Relevo, entre outras publicações. Escreve resenhas/críticas literárias para os sites Amálgama e Homo Literatus.

 

.

Palavraria - livros a.

.

24, sexta, 19h: Lançamento do livro O amor que não sentimos e outros contos, de Guilherme Castro.

6 24 o_amor_que_nao_sentimos_e_outros_contosO amor que não sentimos” é o livro vencedor da categoria Contos do 1º Prêmio Cepe Nacional de Literatura e traz um bom conjunto de contos que, em geral, tratam as relações familiares e emocionais de um modo delicado, com uma sensibilidade original e uma escrita limpa e direta, fazendo um ótimo uso da oralidade. Os personagens são construídos com cuidado e eficiência pelo autor Guilherme Azambuja Castro, assim como as vozes de seus diversos narradores. Memória, infância e adolescência são trabalhadas de forma a retratar situações comuns, mas complexas, de passagem, perda ou conquista da experiência. O próprio ambiente onde as histórias se desenvolvem é de fronteira, reforçando essa impressão de transpasse ou transgressão. As referências extraídas da cultura pop, geracionais, e das tradições gaúchas também soam muito bem equilibradas.

.

Palavraria - livros a.

.

15
maio
16

Programação de 16 a 21 de maio de 2016

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

17, terça, 19h: Confraria de Leitura Reinações. Em debate o livro Um menino e um urso em um barco, Dave Shelton, Editora Bertrand.

 

.

Palavraria - livros a.

.

19, quinta, a partir das 18h30: FestiPoa 2016 na Palavraria

18h30: Mes19-5 eliane marques@mauricio oliveiraa 1 – Um teto todo nosso: as escritoras e os espaços literários, com Júlia Dantas, Cíntia Moscovich e Eliane Marques. Mediação: Priscila Pasko
– Leituras: Eliana Guedes. 

20h: Mesa 2 – Encontro com Paulo Scott e Elvira Vigna. Mediação: Moema Vilela

.

Palavraria - livros a.

.

20, sexta, a partir das 18h30: FestiPoa 2016 na Palavraria

18h30: Mesa 3 – Bate-papo com as artistas Ana Terra, Erica Maradona e Carla Pilla. Mediação de Fabriano Rocha

festipoa 2016-119h30: A Cidade dos piratas – conversa com Pilar Prado e Otto Guerra

20h: Mesa 4 – Corpo-ficção-poesia-corpo-movimento, com Ismael Caneppele, Carina Sehn e Gabriel Pardal. Mediação de Natasha Centenaro

.

Palavraria - livros a.

.

18
abr
16

Programação de 18 a 23 de abril de 2016

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

19, terça, 19h: Confraria de Leitura Reinações.

.

Palavraria - livros a.

.

23, sábado, 17h30: Bate-papo com o escritor José María Brindisi. Mediação de Reginaldo Pujol Filho.

jose maria brindisiJosé María Brindisi nasceu em Buenos Aires em 1969. Escritor, crítico literário e professor de escrita criativa. Publicou o livro de contos Permanece oro (1996, Ed. Sudamericana) e os romances Berlín (2001, Sudamericana), Frenesí (2006, Emecé), Placebo (2010, Entropía) e La sombra de Rosas (2014, Atlántida). Ganhou, entre outros, os prêmios do Fondo Nacional de las Artes e o da Casa del Escritor. Foi colaborador dos jornais Perfil e Página 12, e também escreveu para as revistas Rolling Stone, Los Inrockuptibles, Latido, Teatro, Haciendo Cine e SH. Atualmente escreve para o jornal La Nación e para a revista Otra Parte e é diretor editorial da revista El Ansia, que também é editada na Bolivia e, em breve, sairá na Colombia. É professor de escrita criativa desde 1993. Dá aulas de escrita criativa na Casa de Letras, em Buenos Aires, além de oficinas particulares.

.

Palavraria - livros a.

.

15
jul
13

Vai rolar na Palavraria, nesta terça, 16: encontro da Confraria de Leitura Reinações, com o livro O menino que gostava de ser

program sem

.

16, terça, 19h: Confraria de Leitura Reinações: O menino que gostava de ser,  de Georgina Martins. Coordenação de Liza Petiz.

confraria

.

.

 

.

15
jul
13

Programação de 15 a 20 de julho de 2013

program sem

.

16, terça, 19h: Confraria de Leitura Reinações: O menino que gostava de ser,  de Georgina Martins. Coordenação de Liza Petiz.

confraria

.

.

17, quarta, 19h: Lançamento do livro Políticas da diversidade: (in)visibilidades, pluralidade e cidadania em uma perspectiva antropológica, de Denise Fagundes Jardim, Laura Cecília López, Daniel Etcheverry, Alex Martins Moraes e Fanny Longa Romero. (Editora da UFRGS)

capa politicas diversidade

Este livro trata do tema da interculturalidade e traz à tona os processos de invibilização e hipervisibilização de protagonistas e coletividades diante das intervenções e debates públicos. Mais do que evidenciar o surgimento de “novos atores” que corporificam a diversidade cultural, apresentam-se os desdobramentos e dinâmicas da luta por novos sentidos, por outras formas de se auto-representar e pela capacidade em vir a ser um protagonista, relevantes em arenas públicas do reconhecimento social. Os artigos reunidos versam sobre processos de (in)visibilização de protagonistas e o modo como tal luta simbólica reativa discursos sobre a diversidade cultural.

.

.

18, quinta, 19h: Lançamento do livro A vaca transparente, de Cláudio Levitan (Editora Libretos). Bate-papo do autor com Luis Fernando Verissimo e Edgar Vasques.

poster vaca

capa a vaca tranparenteCom Levitan, Luís Fernando e Edgar vão tratar da década de 70, data de origem de A Vaca Transparente que foi parcialmente publicada em fascículos na publicação Pato Macho, que, nanica, não resistiu por muitas edições.

A Vaca Transparente é uma novela com textos e ilustrações de Claudio Levitan, apresentada em projeto gráfico da Prime Design. Conta a história de Dânuta e Tipístolo, dois grandes amigos aventureiros que encontram uma verdade universal e precisam difundí-la. Porém, a verdade é proibida e aí começam seus problemas. A luta entre a descoberta e a revelação de uma importante verdade, no livro A Vaca Transparente, acontece de diversas formas: em quadrinhos, em texto, de uma forma gráfica que oscila entre palavras dominadora ou singelos e discretos comentários. Esta história de Levitan começou a ser escrita para o jornal Pato Macho, nos anos 1970. No entanto, depois de alguns números publicados, o jornal foi fechado, junto a outros títulos da imprensa nanica. Levitan deixou a novela sem fim e agora rende homenagem a todos os seus leitores. E nos conta a história completa em A Vaca Transparente. Quando decidimos publicar este livro, em janeiro de 2013, nunca imagináramos que ele poderia estar tão atual, tendo em vista a realidade brasileira a partir deste junho de 2013. Manifestações, futebol, censura e manipulação. Parecia ser apenas memória. E era o inconsciente coletivo.

claudio levitan2Cláudio Levitan, (8 mar 1951, Porto Alegre, RS) é arquiteto, com mestrado na Inglaterra, mas suas atividades atuais são a música e a literatura infantil. Autor dos CDs O Primeiro Disco, Minha Longa Milonga, Opereta Pé de Pilão, Projeto LP, Canções do Livro das Crianças Perdidas e Avulsas, com os quais ganhou vários prêmios, entre eles, Açorianos, Tibicuera, Itaú Cultural e o reconhecimento da UNESCO com o seu trabalho Minha Longa Milonga, “pelo respeito à diversidade, à tolerância e ao diálogo cultural”. Escreveu o livro infantil O Porão Misterioso, L&PM, Prêmio Açorianos de Literatura Infantil 2001; Pimenta do Reino em Pó, L&PM, indicado ao Prêmio Açorianos de Literatura Infanto-Juvenil 2007; Porto Alegre no Livro das Crianças Perdidas; escreveu Tangos e Tragédias em Quadrinhos, com desenhos de Edgar Vasques, L± participou de antologias de contos como Caio de Amores, Nós, os gaúchos, Contos no Solar, 101 que Contam, Brevíssimos e Histórias de Quinta. Transformou em História em Quadrinhos o livro-poema Pé de Pilão, de Mario Quintana, L&PM.

.

.

20, sábado, 18h: Sarau Musical – Leitura de crônicas do livro Lógicas invertidas, de Claudia Coelho & pocket musical com Robson Serafini e Fernando Cassiano Barcellos.

sarau claudia coelho

claudia coelhoCláudia Coelho nasceu em Porto Alegre, é formada em Psicologia desde 1993 pela PUCRS. É  Psicóloga Clínica e Consultora em Gestão de Pessoas. Especialista em Psicologia do Trânsito e  Projetos Sociais e Culturais.  Atua em  avaliações psicológicas comocredenciada  do DETRAN/RS e  Polícia Federal. Sem dúvida, a característica polivalente da autora propiciaram-lhe vivências enriquecedoras e multifacetadas. É aluna de  Desenho e Pintura  do Atelier Livre  da Prefeitura de Porto alegre,  onde desenvolve trabalhos que dialogam com suas crônicas. As crônicas aqui publicadas estão em Lógicas Invertidas – crônicas / Cláudia Coelho ( Evangraf, 2012). Em 2008  começou a escrever suas primeiras crônicas em seu blog (http://psiclaudiacoelho.blogspot.com.br/).

.

.

.




maio 2019
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Categorias

Blog Stats

  • 709.006 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: