Posts Tagged ‘Dudu Sperb

12
mar
12

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 10/03: voyage, attente

.

.

Aconteceu neste sábado, 10, na Palavraria, Voyage, attente, leitura bilíngue de poemas de Paulo Neves, pelo autor e a tradutora Nicole Pegeron. Canja musical com Dudu Sperb. Fotos do Evento.

.


.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


.
.

 

.

.

.

.

.

.

.

 

.

Anúncios
09
mar
12

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 18h: Voyage, attente

program sem

.

.

10, sábado, 18h: Voyage, attente, leitura bilingue dos poemas de Paulo Neves. Encontro do poeta e tradutor Paulo Neves com a tradutora do livro Viagem, espera, Nicole Pegeron e a participação musical de Dudu Sperb.

.

.

Paulo Neves nasceu e vive atualmente em Porto Alegre. Morou durante vários anos em São Paulo, onde trabalhou como jornalista. Em 1985 publicou o pequeno ensaio Mixagem, o ouvido musical do Brasil (Editora Max Limonad). É reconhecido pela versão de textos difíceis em áreas como Filosofia, História e Psicanálise. Na sua lista de traduções para o português, constam títulos como Saudades do Brasil, de Claude Lévi-Strauss, ou a biografia de Jacques Lacan por Elisabeth Roudinesco. Também são conhecidas suas versões para clássicos da literatura, como O Vermelho e o Negro, de Stendhal, e A Mulher de Trinta Anos, de Balzac, ou textos mais recentes, como O Convidado Surpresa, de Grégoire Bouillier, e o recentemente festejado Os Homens que Não Amavam as Mulheres, de Stieg Larsson. É também parceiro de José Miguel Wisnik em canções como Pérolas aos Poucos, Pesar do Mundo e Saudade da Saudade. Em 2006, lançou Viagem, espera (Companhia das Letras, 128 páginas, R$ 32), reunião de 40 poemas e 32 crônicas curtas.

[Veja entrevista com Paulo Neves.]

.

.


 

 

17
mar
11

Palavraria indica: Arrabalero, CD de Dudu Sperb

.

.

.

Arrabalero, CD de Dudu Sperb.  

À venda na Palavraria – R$ 22,00

Reserve seu exemplar – palavraria@palavraria.com.br, 3268 4260
ou venha até a loja: Rua Vasco da Gama, 165 – Bom Fim


.

Arrabalero tem o tango como ponto de partida e passeia por sambas, boleros, valsas, marchinhas, evocando, através de um repertório diverso, influências musicais que, apesar de fazerem do Rio Grande do Sul uma zona distinta dentro do país, deixaram suas marcas pelo Brasil afora.

Os arranjos de Toneco da Costa reafirmam essas referências mesclando sonoridades hispânicas e brasileiras em clássicos portenhos de Gardel, Troilo, Discépolo e Piazzola, e obras de cancionistas do Brasil como Lupicinio Rodrigues, Vitor Ramil, Arthur de Faria, Noel Rosa, Moacir Santos, Edu Lobo e Chico Buarque, entre outros, sem deixar de lado a poesia cubana de Nicolás Guillén e do espanhol Federico García Lorca.

Os temas intimistas e sutis das composições de Toneco têm a marcante presença dos ritmos e dos sons da brasilidade, mas também influencias de sua formação erudita, do nosso folclore e da nossa latinidade. Músicas compostas ao longo de quase trinta anos de carreira, ao mesmo tempo simples e elaboradas, nos remetem para além da música que se ouve todo o dia. (Márcio Gobatto)

.

.

.




setembro 2019
S T Q Q S S D
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Categorias

Blog Stats

  • 721.824 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: