Posts Tagged ‘Festipoa na Palavraria

25
maio
13

Aconteceu na Palavraria: Sarau das 6 na Festipoa – domingo, 12 de maio

.

aconteceu

.

Clipe do Sarau das 6, apresentado na Palavraria, domingo, 12, durante a 6ª Festipoa. Com Jeferson Tenório, Luiz Roberto Amabile, Robertson Frizero, Altair Martins e Cristóvão Tezza. Produção do Coletivo Catarse.

.

.

Palavraria - livros c.

 

Anúncios
16
maio
13

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 13/05: Festipoa 2013

.

Festipoa na Palavraria

.

Registro fotográfico das atividades de segunda-feira na Palavraria

.

18h30 – Leituras-fetiche: Rafael Bán Jacobsen lê trechos de Água viva, de Clarice Lispector.

.

rafael bán-jacobsen 01.

rafael bán-jacobsen 02rafael bán-jacobsen 03 rafael bán-jacobsen 04 rafael bán-jacobsen 05.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros a

.

19h: Mesa 6: Poesia e tradução, bate-papo com Paulo Neves e Nicole Pegeron. Lançamento do livro Voyage, attente.

.

paulo e nicole 01.

paulo e nicole 02paulo e nicole 03paulo e nicole 04paulo e nicole 05.

.

.

.

.

.

paulo e nicole 06paulo e nicole 07paulo e nicole 08paulo e nicole 09.

.

.

.

.

.

 

 

.

Palavraria - livros a

.

20h30: Lançamento do livro A invenção do sentimento, de Rosane Pereira. Encenação e apresentação musical com Bianca Prado, Jairo Klein, Elisa Lucas, Liane Schüler e Adriane Azevedo.

.

a invenção do sentimento 01.

a invenção do sentimento 02a invenção do sentimento 03a invenção do sentimento 04a invenção do sentimento 05.

.

.

.

.

.

a invenção do sentimento 06a invenção do sentimento 07a invenção do sentimento 08a invenção do sentimento 09.

.

.

.

.

.

a invenção do sentimento 10a invenção do sentimento 11a invenção do sentimento 12a invenção do sentimento 13.

.

.

.

.

 

.

Palavraria - livros a.

 

15
maio
13

Aconteceu na Palavraria, neste domingo, 12/05 – Festipoa 2013

.

Festipoa na Palavraria

.

Registro fotográfico das atividades de domingo na Palavraria

.

15h30: Sarau das 6 – Autores contemporâneos: Leituras e comentários sobre a obra de Cristóvão Tezza, Altair Martins e Luiz Rufatto. Com Jeferson Tenório, Robertson Frizero  e Luís Roberto Amabile.

sarau 01

sarau 02

sarau 03

sarau 04sarau 05.

.

.

.

.

.

sarau 06sarau 07sarau 08sarau 09.

.

.

.

.

.

sarau 10sarau 11sarau 12sarau 13.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros a

.

17h: Mesa 4: Travessia: da poesia à tela. Vicente Franz Cecim, Wilson Freire e Ismael Caneppele debatem o cinema e a poesia em suas obras. Mediação de Diego Grando.

.

da poesia à tela 01

.

da poesia à tela 2da poesia à tela 03da poesia à tela 04da poesia à tela 05.

.

.

.

.

.

da poesia à tela 06da poesia à tela 07da poesia à tela 08da poesia à tela 09.

.

.

.

.

.

da poesia à tela 11da poesia à tela 12da poesia à tela 13.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros a

.

18h45: Leituras-fetiche. Paula Taitelbaum lê A dama do lotação, de Nelson Rodrigues.

.

leitura paula taitelbaum 01.

leitura paula taitelbaum 02leitura paula taitelbaum 03leitura paula taitelbaum 04leitura paula taitelbaum 05.

.

.

.

.

.

leitura paula taitelbaum 06leitura paula taitelbaum 07leitura paula taitelbaum 08.

.

.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros a

.

19h: Pocket musical. Música em branco e preto, com o Circo Petit-Poa.

.

circo petit poa 01.

circo petit poa 02circo petit poa 03circo petit poa 04circo petit poa 05.

.

.

.

.

.

circo petit poa 06circo petit poa 07circo petit poa 08.

.

.

.

Palavraria - livros a

.

19h30: Recital. Antroporgia: lamber para poder cuspir, com Luna Vitrolira.

.

luna 01.

luna 02luna 03luna 04luna 05.

.

.

.

.

.

luna 06luna 07luna 08.

.

.

.

.

Palavraria - livros a.

20h: Mesa 5. Aventuras provisórias. Debate com poetas da nova geração: Alice Sant´Anna, Pedro Rocha e Guto Leite. Mediação de Moema Vilela. Lançamento dos livros Chão inquieto, de Pedro Rocha; Rabo de baleia, de Alice Sant´Anna e Um dia de verdade, de Neo One Eon.

.

aventuras provisórias 01.

aventuras provisórias 02aventuras provisórias 03aventuras provisórias 04aventuras provisórias 05.

.

.

.

.

aventuras provisórias 06aventuras provisórias 007aventuras provisórias 07.

.

.

.

.

aventuras provisórias 08aventuras provisórias 09aventuras provisórias 11.

.

.

.

Palavraria - livros a.

 

10
maio
13

Festipoa 2013 na Palavraria: confira a programação de segunda-feira, 13/05

.

Festipoa na Palavraria

.

Veja aqui a programação completa da 6ª Festa Literária de Porto Alegre.

.

Segunda-feira, 13 de maio:

18h30 – Leituras-fetiche: Rafael Bán Jacobsen lê trechos de Água viva, de Clarice Lispector.

RAFAEL BÁN-JACOBSENRafael Bán Jacobsen nasceu em 21 de maio de 1981 em Porto Alegre. É físico, professor, pianista e escritor. Participou de inúmeras coletâneas e tem grande quantidade de artigos publicados em jornais e revistas. Em 1998, lançou seu primeiro livro individual, Tempos & Costumes, recebendo o Prêmio Açorianos de Destaque em Narrativa Longa. Em 2005, lançou seu primeiro romance, Solenar, também agraciado com o Açorianos em 2006. Em 2009, lançou seu segundo romance, Uma Leve Simetria, finalista no Prêmio Açorianos de Literatura 2009, na categoria Narrativa Longa. Seu terceiro romance, Imemorial das Pedras, foi contemplado com a concorrida Bolsa Funarte de Criação Literária em 2009. É sócio do Grêmio Literário Castro Alves (GLCA), da Casa do Poeta Rio-Grandense (CAPORI), membro do Partenon Literário e ocupante da Cadeira número 11 da Academia de Artes Ciências e Letras Castro Alves (AACELCA). Trabalha, atualmente, com pesquisa em Cosmologia e em Física Nuclear e de Partículas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde realizou bacharelado e mestrado.

.

Palavraria - livros a

.

19h: Mesa 6: Poesia e tradução, bate-papo com Paulo Neves e Nicole Pegeron. Lançamento do livro Voyage, attente.

O autor do livro Viagem, espera e a tradutora da obra para o francês – Voyage, attente, leem poemas e comentam aspectos da tradução. A obra foi publicada originalmente em português pela Companhia das Letras, em 2006. Neste evento, será lançada uma edição artesanal de 100 exemplares da tradução para o francês realizada por Nicole.

Paulo Neves e Nicole Pegeron 1

Paulo Neves nasceu e vive atualmente em Porto Alegre. Morou durante vários anos em São Paulo, onde trabalhou como jornalista. Em 1985 publicou o pequeno ensaio Mixagem, o ouvido musical do Brasil (Editora Max Limonad). É reconhecido pela versão de textos difíceis em áreas como Filosofia, História e Psicanálise. Na sua lista de traduções para o português, constam títulos como Saudades do Brasil, de Claude Lévi-Strauss, ou a biografia de Jacques Lacan por Elisabeth Roudinesco. Também são conhecidas suas versões para clássicos da literatura, como O Vermelho e o Negro, de Stendhal, e A Mulher de Trinta Anos, de Balzac, ou textos mais recentes, como O Convidado Surpresa, de Grégoire Bouillier, e o recentemente festejado Os Homens que Não Amavam as Mulheres, de Stieg Larsson. É também parceiro de José Miguel Wisnik em canções como Pérolas aos Poucos, Pesar do Mundo e Saudade da Saudade. Em 2006, lançou Viagem, espera (Companhia das Letras), reunião de 40 poemas e 32 crônicas curtas.

.

Palavraria - livros a

.

20h30: Lançamento do livro A invenção do sentimento, de Rosane Pereira. Encenação e apresentação musical com Bianca Prado, Jairo Klein, Elisa Lucas, Liane Schüler e Adriane Azevedo.

A Invenção do Sentimento capaA coletânea de contos de Rosane Pereira traz uma série de referências artísticas: músicas, pinturas, óperas, livros. Segundo Edson Luiz André de Sousa, A invenção do sentimento nos faz escutar o detalhe da palavra não dita, da palavra esquecida, da palavra explosiva que desvela uma verdade, da palavra que quer saber, da palavra que precisa esquecer. A trama dos diálogos, muito bem construída, exige do leitor uma conversa com seu tempo, mas sobretudo com a história de cada um, na tentativa de inventar os sentimentos que nos dão forma”

A sessão de autógrafos será precedida, primeiramente, por uma abertura com Bianca Prado ao violoncelo executando a Sarabanda da Suíte n. 2 para violoncelo solo (BW1008) de J.S.Bach, e em seguida, pela representação do conto O chapéu de Ruth. Nessa narrativa, o Livro de Ruth da Bíblia de Jerusalém,  o poema de Victor Hugo Booz Adormecido, uma obra de Marc Chagall que representa o encontro de Ruth e Booz, e por fim, uma canção cubana de Sílvio Rodrigues,  formam uma espécie de quarteto de inspiração.  Duas amigas brasileiras discutem, em um café de Paris, a coragem e a covardia amorosa de nossos dias, uma e outra argumentando sobre a avareza e a generosidade dos amantes a partir dessas referências. Até que, naquela noite, a tempestade de final de século, que devastou a França, chega a Paris e surpreende uma delas voltando para casa sozinha. Desamparada na escuridão tenebrosa e sinistra da cidade-luz, e em meio ao caótico vendaval apocalíptico, a mais cética das duas mulheres vê surgir o amor diante dela. No elenco, Adriane Azevedo (atriz), Elisa Lucas (atriz) , Jairo Klein (ator) e Liane Schüler (harpa e vocal). A direção é de Adriane Azevedo.

rosane pereira

Rosane Pereira nasceu em Porto Alegre. É psicanalista e exerce há mais de vinte anos a clínica com crianças, adolescentes e adultos. Sua formação ocorreu em Porto Alegre (Centro de Estudos Freudianos e Associação Psicanalítica de Porto Alegre – APPOA) e em Paris (Association Lacanienne Internationale, na Association Psycanalyse et Médecine-Hospital Pitié-Salpêtrière e na École Expérimentale de Bonneuil). Também em Paris, realizou estudos em Letras Modernas. É tradutora de artigos de psicanalistas franceses e também de dois livros de Charles Melman – Alcoolismo, Delinquência e Toxicomania – uma outra forma de gozar e Incidências subjetivas das mudanças de língua e país, pela Editora Escuta.

@s animador@s:

 fotos festipoa a invenção
Bianca Prado, Jairo Klein, Elisa Lucas, Liane Schüler e Adriane Azevedo

.

Palavraria - livros a.

 

08
maio
13

Festipoa 2013 na Palavraria: confira a programação de domingo, 12/05

.

Festipoa na Palavraria

.

Veja aqui a programação completa da 6ª Festa Literária de Porto Alegre.

.

Domingo, 12 de maio:

15h30: Sarau das 6 – Autores contemporâneos: Leituras e comentários sobre a obra de Cristóvão Tezza, Altair Martins e Luiz Rufatto. Com Gabriela Silva, Jeferson Tenório, Luís Fernando Kalife Jr. e Luís Roberto Amabile.

fotos festipoa domingo m01

.

Palavraria - livros a

.

17h: Mesa 4: Travessia: da poesia à tela. Vicente Franz Cecim, Wilson Freire e Ismael Caneppele debatem o cinema e a poesia em suas obras. Mediação de Diego Grando.

fotos festipoa domingo m04

.

Palavraria - livros a

.

18h45: Leituras-fetiche. Paula Taitelbaum lê A dama do lotação, de Nelson Rodrigues.

paula taitelbaumPaula Taitelbaum nasceu em novembro de 1969, em Porto Alegre. É publicitária, produtora cultural, atriz, escritora e jornalista. Pela L&PM, já publicou Sem vergonha (1999), Mundo da lua (2002), Porno pop pocket(2004) e Ménage à trois (2006) que reúne seus três primeiros livros, entre eles, Eu versos eu (1998), sua obra de estreia. Paula escreve para a Revista Claudia, Claudia Bebê, Estilo Zaffari, entre outras.

.

Palavraria - livros a

.

19h: Pocket musical. Música em branco e preto, com o Circo Petit-Poa.

Ao completar cinco anos de pesquisa, viagens e inquietações, o Circo Petit POA-RS apresenta o MUSICA EM PRETO E BRANCO. 100 anos de música com três músicos muito peculiares vindos de lugares e décadas distantes. No repertório, temas como O Poderoso chefão, Tempos Modernos – Charlie Chaplin e fanfarras do leste europeu.

circo petit poa

O Circo Petit POA-RS nasce dos anseios de construir um trabalho de continuidade com artistas versáteis, que se complementam. É um grupo que busca qualidade e ousadia artística com a missão de fortalecer o circo brasileiro. O grupo traz no nome a metáfora do PETIT (pequeno) e POA-RS (referência de onde foi criado e é preparado): sendo então uma “pequena Porto Alegre” em movimento por onde estiver. O Petit Poa é formado por Ben-Hur Pereira, Isaias da Silva e Gregório Cemin.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Ficha técnica

Direção geral: Ben-Hur Pereira
Repertório: Grupo
Arranjos: Isaias da Silva
Foto: Isadora Machado – Casa fora do eixo
Apoio: DYM malabares

.

Palavraria - livros a

.

19h30: Recital. Antroporgia: lamber para poder cuspir, com Luna Vitrolira.

luna vitroliraLuNa Vitrolira (Gabrielle Vitoria de Lira), natural de Recife, é integrante da nova geração de poetas que compõe a cena artística recifense. Cursa Letras/Licenciatura na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Trabalha nas áreas de poesia, declamação performática, composição musical e atuação cênica.

.

Palavraria - livros a.

20h: Mesa 5. Aventuras provisórias. Debate com poetas da nova geração: Alice Sant´Anna, Pedro Rocha e Guto Leite. Mediação de Moema Vilela.

fotos festipoa domingo m05

.

Palavraria - livros a.

Lançamentos de livros:

– Chão inquieto, de Pedro Rocha

pedro rochaÉ no chão inquieto que se move a poesia de Pedro Rocha – um chão de “terra suja, sob as sarjetas douradas do Leblon”, de asfalto molhado, onde ferventa o som de pneu, esse chão terra negra, terreno ultrafértil da poesia. Uma poesia performance, falada, vivida e sentida com todos os sentidos.

Pedro Rocha nasceu no Rio de Janeiro em 1976. cep 20000 foi uma escola. Em 2002, lançou seu primeiro livro, 11, pela editora Azougue. Oju Runko e desembrulho são seus próximos livros.

.

– Rabo de baleia, de Alice Sant´Anna

alice santannaRabo de baleia é o segundo livro da poeta carioca Alice Sant’Anna. São trinta e cinco poemas: intervenções no cenário cotidiano irrompendo sem aviso, como um rabo de baleia na superfície da água, para transformar a percepção do que parecia acabado e impermeável. Nas palavras da crítica Heloisa Buarque de Hollanda, Alice é sem dúvida uma protagonista da nova poesia no Brasil, e Rabo de baleia um livro “já definitivo”.

 Um dia de verdade, de Neo One Eon

neo one neonO escritor Neo One Eon, carioca que mora no Rio Grande do Sul desde 2009, lança seu primeiro romance-ficção na FestiPoa Literária, dia 12 de Maio de 2013 às 20h, na Palavraria Livros e Cafés. O projeto de lançamento do livro foi contemplado pelo Edital do FAC da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul.

“Como diria o gênio presente na mente de Oscar Wilde, livros não são morais ou imorais, livros são bem ou mal escritos. E a qualidade da proposta literária de Neo em Um Dia de Verdade já foi agraciada pelo Fundo de Cultura da Secretaria de Cultura do Rio Grande do Sul em um projeto que além da edição da obra vai levá-la a ser compartilhada com alunos de escolas do interior gaúcho, fato que emoldura ainda mais o objetivo de difusão de arte que se propõe. Em Um Dia de Verdade mostra um texto límpido, sem excessos, que cativa o leitor em uma aprazível leitura que flui ao natural. Vale a pena acompanhá-lo.” Esteban Ray Fontan – Escritor e Jornalista

24
abr
12

Aconteceu neste fim de semana: FestiPoa na Palavraria

.

.


Fotos da Festipoa na Palavraria neste fim de semana

.

Sábado, 21

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Domingo, 22

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

21
abr
12

Vai rolar neste domingo, 22/04: FestiPoa na Palavraria

.

.

22, domingo – Festipoa na Palavraria:

.

14h30 – Narrativas breves, fantásticas e reais, com Henrique Schneider e Olavo Amaral. Mediação: Leila Teixeira

Henrique Schneider nasceu em 1963 e vive em Novo Hamburgo (RS). Tem diversos livros publicados, entre os quais O grito dos mudos, A segunda pessoa, Contramão e o recente A vida e breve e passa ao largo. Escreve, todos os domingos, a coluna Vida breve, no jornal ABC Domingo.

Olavo Amaral nasceu em 1979 em Porto Alegre. É autor do volume de contos ‘Estática’ (IEL, 2005), além de ter participado da antologia ‘Contos de Oficina 34’ e colaborado com alguns sites e jornais literários. Também atua como roteirista de cinema, colaborando com a produtora Clube Silêncio desde sua fundação, e atualmente finaliza seu primeiro curta-metragem como diretor. Mantém um blog em outro canto deste não-lugar. Nas horas vagas, é médico e pesquisador em neurociências.

Leila de Souza Teixeira, nascida em Passo Fundo (RS), em 1979, é formada em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O interesse por literatura a levou a cursar a Certificação Adicional em Escrita Criativa, na PUC/RS, bem como a participar das oficinas literárias de Charles Kiefer, Luiz Antonio de Assis Brasil e Léa Masina. Venceu, em 2006, os concursos Osman Lins e Mário Quintana/SINTRAJUFE. Publicou contos nas antologias Inventário das delicadezas (2007) e Outras mulheres (2010) e na Revista VOX do IEL/RS (2011). É autora do livro de contos Em que coincidentemente se .É idealizadora e curadora da Vereda Literária.

.

.

 

16h24 – Leitura A melhor maneira de dizer tudo em 6 minutos, com Ramon Mello

Ramon Mello nasceu em Araruama/RJ, em 1984. É poeta e jornalista. É repórter do site Saraiva Conteúdo, desde 2009. É colaborador do Portal Literal, Portal Cultura.rj e Prosa & Verso. Organizador de Escolhas (Língua Geral, 2009) – autobiografia intelectual da professora Heloisa Buarque de Hollanda. Pesquisador e coorganizador de Enter, Antologia Digital. Responsável pela obra do poeta Rodrigo de Souza Leão, falecido em 2009. Participou das antologias Como se não houvesse amanhã – 20 contos inspirados em letras da Legião Urbana (Record, 2010) e Rio-Haiti, 101 histórias (Garimpo Editorial, 2010). É autor do livro de poemas Vinis mofados (Língua Geral, 2009). Mantém os blogs Sorriso do Gato de Alice e Letras – Saraiva Conteúdo.

 .

.

16h30 – Identidade: ficção, esquecimento e memória?, com Pedro Maciel e Altair Martins. Mediação: Luciana Thomé; Lançamento: Previsões de um cego, de Pedro Maciel

Pedro Maciel é mineiro de Sete Lagoas. Foi crítico literário do Jornal do Brasil e atualmente dedica-se exclusivamente à literatura, já tendo publicado os livros A HORA DOS NÁUFRAGOS (Editora Betrand Brasil), COMO DEIXEI DE SER DEUS (Editora Topbooks) e, mais recentemente RETORNAR COM OS PÁSSAROS (Editora Leya).

Altair Martins nasceu em Porto Alegre, em 1975. É bacharel em Letras e mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS. Leciona em escolas de Porto Alegre e é responsável pela cadeira de Conto no Curso de formação de escritores das Unisinos, em São Leopoldo. Como escritor, estreou com a antologia de contos Como se moesse ferro (1999), seguida de Se choverem pássaros. A parede no escuro, seu primeiro romance, foi vencedor do segundo Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria primeiro romance, em 2009. Com seus livros anteriores, Altair Martins também foi vencedor do Prêmio Guimarães Rosa da Radio France Internationale, em 1999, do Prêmio Luiz Vilela e do Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, em 2001 e do Prêmio Açorianos na categoria Contos. Foi também finalista do Prêmio Jabuti em na categoria crônicas em 2001 com o livro Como se moesse ferro. A parede no escuro foi o vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2009 na categoria melhor romance de estréia. Seu livro mais recente é Enquanto água, Record, 2011.

Lu Thomé é jornalista e coordena projetos de assessoria de imprensa no Estúdio de Conteúdo, atendendo autores e editoras como Não Editora e Dublinense. Participou das antologias Ficção de Polpa – Volumes 1, 2 e 3 (Não Editora).

.

.

.

 

18h30 – Literatura se faz na universidade?, debate com Carol Bensimon e Luís Roberto Amabile. Mediação: Augusto Paim

Carol Bensimon nasceu em Porto Alegre, em 1982. É mestre em Escrita Criativa pela PUCRS e doutorando em Literatura Comparada pela Sorbonne Nouvelle. Pó de parede (Não Editora), seu livro de estreia, foi finalista do Prêmio Açorianos de Literatura em 2008. Em 2009, lançou o romance Sinuca embaixo d’água (Companhia das Letras), indicado ao Prêmio São Paulo de Literatura, ao Prêmio Bravo! e ao Prêmio Jabuti.

Luís Roberto Amabile é um escritor-mestrando, em Teoria da Literatura / Escrita Criativa, na PUCRS. Participou de algumas antologias de contos, como Antologia de ficção científica Fantasporto (1001 mundos, 2012, lançada em Portugal). Em 2011, o seu O livro dos cachorros foi escolhido para publicação pelo IEL/RS. Também foi um dos vencedores da Temporada de Originais da Editora Grua Livros, pela qual publicará O amor é um lugar estranho.

Augusto Paim│Jornalista cultural, escritor e tradutor. Graduou-se em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), RS, em 2007, e agora cursa o Mestrado em Teoria da Literatura na PUC RS. Atualmente trabalha como jornalista cultural e assessor de imprensa freelance. Já colaborou com instituições como o Itaú Cultural e o Goethe-Institut Porto Alegre, dentre outros, e publicou reportagens nas revistas Continuum, Norte, Aplauso e Revista da Cultura. Em 2009, traduziu para o português o livro Johnny Cash – uma biografia, premiada obra do quadrinista alemão Reinhard Kleist. Em 2010, foi curador e organizador do I Encontro Internacional de Jornalismo em Quadrinhos.

.

.

 

20h30 – Recital de poesia, com Alunos da oficina Bem dita palavra, ministrada por Maria Rezende.

Maria Rezende é poeta e dizedora. Aprendeu a dizer poemas aos 18 anos na Escola Lucinda de Poesia Viva, com a poeta e atriz Elisa Lucinda. Com outros alunos formou o grupo Te Pego Pelo Verso, que durante dois anos apresentou recitais da obra de poetas como Manoel Bandeira, Adélia Prado, Fernando Pessoa, entre outros. Aos 20 anos se tornou assistente de Elisa em oficinas de poesia falada pelo Brasil, e depois foi professora da Escola Lucinda durante dois anos. Tem dois livros publicados, Substantivo Feminino e Bendita Palavra, ambos acompanhados de CDs com os poemas falados.

.

.

.

.




agosto 2019
S T Q Q S S D
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Categorias

Blog Stats

  • 717.338 hits

Top Clicks

  • Nenhum
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: