Posts Tagged ‘Fronteiras do Pensamento

22
abr
13

Aconteceu na Palavraria, 22, segunda: Lançamento do livro Pensar a Cultura

.

aconteceu

.

Aconteceu nesta segunda: Lançamento do livro Pensar a Cultura, primeiro volume da nova série Fronteiras do Pensamento, organizado pelo jornalista Cassiano Elek Machado. Fotos do evento.

.

fronteiras 01.

fronteiras 02fronteiras 03 fronteiras 04 fronteiras 05.

.

.

.

.

.

fronteiras 06 fronteiras 07 fronteiras 08 fronteiras 09.

.

.

.

.

.

fronteiras 10 fronteiras 11 fronteiras 12 fronteiras 13.

.

.

.

.

.

fronteiras 14 fronteiras 15 fronteiras 16.

.

.

.

.

.

 

Palavraria - livros c.

 

Anúncios
19
abr
13

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 22: Lançamento do livro Pensar a Cultura

program sem

.

22, segunda, 19h: Lançamento do livro Pensar a Cultura,  primeiro volume da nova série Fronteiras do Pensamento.  organizado por Cassiano Elek Machado (Editora Arquipélago).

pensar a cultura

Pensar a cultura é o primeiro livro de uma série que se propõe a colocar em discussão os temas mais instigantes do mundo contemporâneo. Resultado de uma parceria entre o Fronteiras do Pensamento e a Arquipélago Editorial, a coleção tem como lastro o sólido repertório acumulado pelo ciclo de conferências ao longo dos últimos anos. Para aumentar a diversidade de ideias, cada obra terá o acréscimo de material inédito, como entrevistas, artigos e ensaios visuais.

Este volume de estreia, organizado pelo jornalista Cassiano Elek Machado, reúne o pensamento de grandes artistas e intelectuais – entre eles, dois ganhadores do Prêmio Nobel de Literatura, os romancistas Mario Vargas Llosa e Orhan Pamuk – em torno das questões culturais. O debate é ampliado com a publicação das conferências do cineasta Wim Wenders, do escritor Michel Houellebecq, do jornalista Tom Wolfe e do escultor Richard Serra. Para completar, uma entrevista exclusiva do crítico Tzvetan Todorov, um artigo do romancista Mia Couto e um ensaio visual da artista plástica Mayana Redin.

.

.

 

19
ago
12

Livros de Shermer já estão na Palavraria

.

.

O escritor Michael Shermer, psicólogo e historiador da ciência norte-americano, estará em Porto Alegre para conferência no Fronteiras do Pensamento no próximo dia 27 de agosto. Três de suas obras mais recentes em português (veja as sinopses abaixo) já estão à venda na Palavraria.

.

Ensine ciência a seu filho

Foi para os pais – cientistas ou não – que desejam manter viva a curiosidade dos filhos, que Michael Shermer escreveu Ensine ciência a seu filho.  A obra inclui uma introdução a assuntos de física, astronomia, química, biologia etc. Com termos simples, claros e corretos, explica conceitos básicos de tal forma que os pais podem facilmente entender e compartilhar com os pequenos – e nunca mais eles vão precisar responder “porque é assim”.

A obra é muito mais que um livro de conceitos científicos: ela ajuda a entender como se faz ciência e a usar o método científico no dia a dia. Com diversos exemplos e sugestões práticas, Shermer mostra maneiras de incentivar as crianças a buscar as respostas a tantas questões, iniciando-as no caminho do pensamento racional.

A abordagem, diz Shermer, deve ser de honestidade e de desafio constantes. Há dicas, por exemplo, de como lidar com dúvidas para as quais você não sabe a resposta e, mais importante, o que fazer quando você e seu filho não conseguem encontrar a resposta. O indicado em momentos como esses é dizer que a ciência se constrói exatamente de perguntas não respondidas (essas são sem dúvida boas perguntas) e que, quem sabe, um dia seu filho se torne um cientista para estudar aquele tema de forma mais profunda – e então finalmente achar uma resposta.

Para completar, o livro traz uma série de experiências que podem ser feitas em casa, com materiais comuns, uma forma divertida e educativa de se passar um tempo em família.

.

Por que as pessoas acreditam em coisas estranhas

Poucos podem falar com mais autoridade pessoal das crenças humanas do que Michael Shermer. Ele conta que se tornou cético depois de uma odisseia de dez anos pelo mundo da saúde alternativa e das terapias para melhorar a aptidão física. Em seu livro, Shermer aborda sob uma ótica estritamente científica temas como a negação do Holocausto, o criacionismo, as experiências de quase morte e a paranormalidade. Segundo ele, nada supera o método científico, que envolve a obtenção de dados para formular e testar as explicações dos fenômenos naturais, desenvolvido inicialmente nos séculos XVI e XVII.

Para Shermer, as pessoas acreditam em coisas estranhas porque faz parte da natureza humana procurar padrões, conexões de eventos, mesmo onde na verdade não existe nada. Seu livro serve como uma bússola ajudando a navegar pelo “frequentemente confuso desfile de afirmações e crenças que nos são apresentadas como histórias e padrões que fazem sentido”. Mas, acima de tudo, o autor demonstra que o cético não é um cínico nem um niilista. “O ceticismo é uma abordagem provisória das afirmações, é a aplicação da razão a todas as ideias”, diz. “O ceticismo é um método, não uma posição. Os céticos não entram numa investigação fechados à possibilidade de que o fenômeno seja real ou a afirmação seja verdadeira. Quando dizemos que somos céticos, queremos dizer que precisamos ver evidências concretas antes de acreditar.”

.

Cérebro e crença

Sintetizando trinta anos de pesquisas, o psicólogo e historiador da ciência Michael Shermer subverte o pensamento tradicional sobre como os humanos formam suas crenças referentes ao mundo. Em palavras simples, as crenças surgem primeiro e seus motivos vêm depois. O cérebro, afirma Shermer, é o motor da crença. Usando dados sensoriais que fluem a partir dos sentidos, o cérebro procura e encontra padrões, para depois infundir-lhes significado na forma de crenças. Concebidas as crenças, nosso cérebro subconscientemente busca evidências que as confirmem, acelerando o processo de reforço – e esse continua num feedback positivo. Em Cérebro e crença, Shermer oferece exemplos reais de como o processo ocorre, indo da política, economia e religião para teorias conspiratórias, crenças sobrenaturais e paranormais. Demonstra por que a ciência é o melhor instrumento já concebido para determinar se nossas crenças correspondem ou não à realidade.

.

Michael Shermer Professor e escritor norte-americano, é mestre em Psicologia experimental e Ph.D. em História da Ciência. Articulista semanal da Scientific American, é também fundador da Sociedade dos Céticos, instituição que publica a revista Skeptic e que investiga questões que se apresentam como paranormais ou supernaturais e que promove conferências com os principais nomes da ciência atual. De um cristão fervoroso na juventude até a mudança da faculdade de Teologia para Psicologia e Biologia, a diversificada história de vida de Shermer foi decisiva para que ele abordasse os mesmos questionamentos sob outros ângulos. Atualmente, divulga suas ideias pelo mundo através de palestras e escreve livros que rapidamente se tornam best-sellers.

.

.

21
jun
11

Miguel Nicolelis no Fronteiras do Pensamento, nesta segunda, 27

.

Na próxima segunda-feira, 27 de junho, às 19h, Miguel Nicolelis, autor do livro Muito além do nosso eu, estará no Fronteiras do Pensamento, para apresentação do livro e sessão de autógrafos. A Palavraria Livros & Cafés estará presente.

LOCAL: SALÃO DE ATOS DA UFRGS – Sala II
Av. Paulo Gama, 110 – Campus Central da UFRGS
Vagas limitadas. Inscrições gratuitas pelo
telefone (51) 3019.2326 ou e-mail
convite@fronteirasdopensamento.com.br


Muito Além do nosso eu-
A nova neurociência que une cérebro e máquinas e como ela pode mudar nossas vidas. Cia das Letras.

COMPRE ANTECIPADAMENTE SEU EXEMPLAR NA PALAVRARIA
Rua Vasco da Gama, 165 – Bom Fim Telefone 3268 4260

Imagine um mundo onde as pessoas usam computador, dirigem seus carros e se comunicam entre si através do pensamento. Um mundo em que os paraplégicos podem voltar a andar e em que os males de Parkinson e Alzheimer são controlados. Parece cenário de ficção científica, mas tudo isso pode se tornar realidade. A humanidade está prestes a cruzar mais uma fronteira do conhecimento em direção à compreensão do imenso poder do cérebro, um conhecimento que poderá ser aplicado com grande proveito nas áreas de saúde e tecnologia. Em Muito além do nosso eu, o premiado e internacionalmente reconhecido neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis revela suas ideias revolucionárias sobre essa nova tecnologia. Ele nos explica como o cérebro cria o pensamento e a noção que o ser humano tem de si mesmo (o seu self) – e como isso pode ser incrementado com o auxílio de máquinas.

Este é o primeiro livro, destinado a um público leigo, a descrever com pormenores os enormes passos que a ciência vem dando para a criação das interfaces cérebro-máquina.
Nicolelis mostra como a tecnologia será capaz de transformar a sociedade humana e moldar uma nova “indústria do cérebro”, um empreendimento global com potencial de geração de trilhões de dólares. Essas interfaces, também chamadas ICMs, poderão um dia devolver a mobilidade a pacientes com paralisia grave, graças ao uso de “exoesqueletos” membranosos, que serão vestidos como uma roupa.

As descobertas de Nicolelis e sua equipe oferecem também um caminho para a cura de distúrbios neurológicos como a doença de Parkinson e o mal de Alzheimer, sem contar as fascinantes perspectivas de comunicação tátil a longa distância e de exploração do fundo do mar e do espaço. Muito além do nosso eu fala de um futuro tecnológico em que as visões catastrofistas dão lugar ao otimismo e à esperança. Essa é uma das maiores aventuras da ciência contemporânea, e Nicolelis nos proporciona uma compreensão profunda e iluminadora desse admirável mundo novo.

Miguel Nicolelis nasceu em São Paulo, em março de 1961. Formou-se em medicina (1984) e doutorou-se (1988) pela Universidade de São Paulo. Em 1989, determinado a desvendar as leis fisiológicas que regem a interação entre grandes populações de neurônios, mudou-se para os Estados Unidos. Desde 1994 está à frente de um grande laboratório na Universidade Duke, o Duke’s Center for Neuroengineering, base física das avançadas experiências com implantes de microeletrodos neurais em macacos que o tornaram conhecido no mundo todo. É também professor de neurociência na mesma universidade. Suas pesquisas foram publicadas na Nature, na Science e em inúmeras outras revistas científicas. A Scientific American o elegeu um dos vinte cientistas mais influentes do mundo. Membro das Academias de Ciências do Brasil e da França e da Pontifícia Academia das Ciências em Roma, é também fundador e Diretor Científico do Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra, entidade dedicada ao fomento da pesquisa científica de ponta e ao desenvolvimento educacional e socioeconômico do Rio Grande do Norte e da região nordeste do Brasil.

.




maio 2019
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Categorias

Blog Stats

  • 708.833 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: