Posts Tagged ‘revista

18
dez
12

Vai rolar na Palavraria, nesta quinta, 20/12, lançamento da Teorema 21, Crítica de Cinema

program sem

.


20, quinta, 18h: Lançamento da revista Teorema – Crítica de Cinema, nº 21.

teorema 21

Teorema 21: é com certeza um números mais vibrantes de sua história.

Luiz Joaquim tira a temperatura da Febre do Rato;
Helena Stigger joga Cara ou Coroa;
Gabriel Carneiro atraca em Porto dos Mortos;
Enéas de Souza ausculta O Som ao Redor;
Fabiano de Souza repensa A Vida Útil;
Fatimarlei Lunardelli encontra Paulo Emílio Salles Gomes;
Ivonete Pinto conversa com Jean-Claude Bernardet;
Milton do Prado trafega por Cosmópolis;
Vicente Moreno foge para Moonrise Kingdom;
Leonardo Bomfim desfruta de Um Verão Escaldante;
Chirstian Petermann viaja com Holy Motors;
Daniel Schenker peregrina para Além das Montanhas;
Marcus Mello celebra Minha Felicidade;
Paulo Henrique Silva cerca Um Alguém Apaixonado;
Cristian Verardi destrincha 13 Assassinos.

Para coroar, a entrevista com o luminoso Dudley Andrew, autor do livro As Principais Teorias de Cinema, presente em 11 dentre 10 estantes dos amantes da sétima arte.

Na capa: Robert Pattinson em Cosmópolis, de David Cronenberg.

.

Anúncios
05
set
12

Vai rolar na Palavraria, nesta quinta, 06/09: Lançamento da revista Teorema 20

program sem

.

06, quinta, 19h: Lançamento da revista Teorema 20.

Teorema 10 anos: 20ª edição

A Teorema chega à sua vigésima edição, comemorando 10 anos de existência.   A revista dedicada à crítica de cinema, impressa e independente, é uma das raras publicações do gênero existentes no País.   A periodicidade ininterrupta deve-se ao empenho e engajamento dos cinco editores fundadores, Fabiano de Souza, Fernando Mascarello, Flávio Guirland, Ivonete Pinto e Marcus Mello, que investiram esforços e recursos financeiros próprios para viabilizar o projeto. Em 2006, Fernando Mascarello deixou a revista, para dedicar-se a outras atividades profissionais. Seu posto logo seria ocupado por Enéas de Souza e, mais tarde, a partir da edição número 19, o time de editores foi reforçado por Milton do Prado.

Neste lançamento, os editores fazem um agradecimento especial ao artista gráfico Flávio Wild, que desde a primeira hora é parceiro do projeto, criando o conceito das capas e trabalhando em todas elas nas 20 edições.

A 20ª ediçãotraz um conjunto de 12 artigos e é complementada por uma longa entrevista com o diretor Carlos Gerbase, que acaba de lançar seu sexto longa-metragem, Menos que Nada. O artigo de abertura é assinado por Enéas de Souza, que analisa Habemus Papam, o mais recente trabalho do italiano Nanni Moretti. A seguir, Marcelo Miranda, um constante colaborador, se debruça sobre Deus da Carnificina, a última exploração do polonês Roman Polanski sobre os atritos de personagens confinados entre quatro paredes. Flávio Guirland analisa Shame, de Steve McQueen, um dos filmes mais comentados da temporada. As diferentes possibilidades e resultados do 3D, encarado por muitos como o futuro do cinema, são focadas nos três artigos seguintes: Suzi Weber e Glênio Póvoas destrincham o documentário Pina, do alemão Wim Wenders; a adaptação de Steven Spielberg do universo do desenhista francês Hergé em As Aventuras de Tintim é objeto de memorialístico texto assinado pelo decano da crítica cinematográfica local Hiron Goidanich, o Goida, também um dos maiores conhecedores do País em quadrinhos; e Milton do Prado comenta a longamente aguardada e bem sucedida incursão de Martin Scorsese no formato em A Invenção de Hugo Cabret. Outro filme muito aguardado, Na Estrada, versão do brasileiro Walter Salles para o mítico romance de Jack Kerouac, é objeto do texto de Fabiano de Souza. A entrevista de Carlos Gerbase é complementada por artigo de Marcus Mello sobre Menos que Nada, abrindo o bloco dedicado ao cinema brasileiro. Neste bloco, o ambicioso Xingu, de Cao Hamburger, é escrutinado por Ivonete Pinto. O primeiro longa de ficção de Marcos Prado,  Paraísos Artificiais, ganha texto assinado por Daniel Feix. E estreando como colaborador, o baiano João Sampaio escreve sobre o oportuno retorno ao cinema de seu conterrâneo Edgard Navarro com O Homem que Não Dormia. Por fim,  a análise de Leonardo Bomfim sobre o legado do cineasta grego Theo Angelopoulos, morto no início deste ano.

A edição especial de Teorema é dedicada à memória de dois importantes diretores brasileiros recentemente falecidos: Carlos Reichenbach e Sérgio Silva. Ambos foram objeto de singulares entrevistas à publicação (Reichenbach na edição número 4, Silva na de número 3), constituindo parte fundamental da história de Teorema.

O que: Lançamento da Teorema edição 20
Quando: Dia 06 de setembro, quinta-feira, a partir das 19h
Onde: PALAVRARIA – R. Vasco da Gama, 165 – F : 51 32684260 – Porto Alegre

QUANTO: R$ 10,00

Editores: Enéas de Souza, Fabiano de Souza, Flávio Guirland, Ivonete Pinto, Marcus Mello e Milton do Prado
Capa: Flávio Wild, sobre imagem de Kate Winslet em Deus da Carnifica, de Roman Polanski
Projeto Gráfico e Editoração: Gustavo Demarchi
Pesquisa de imagens: Renato Cabral

.

.




junho 2019
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Categorias

Blog Stats

  • 710.830 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: