Posts Tagged ‘Bianca Obino convida

26
out
12

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 27/10: Bianca Obino convida Ana Santos

.

.

27, sábado, 19h: Bianca Obino convida Ana Santos

Bianca Obino vem ganhando destaque na cena gaúcha há 3 anos com o projeto “Bianca Obino Convida”, dirigido por Felipe Azevedo, numa série de espetáculos seus no formato violão e voz, sempre ao lado de outro artista convidado. Em Março deste ano foi agraciada com a Comenda Lobo da Costa, oferecida pela Sociedade Partenon de Literatura aos artistas destaque na área cultural do RS em 2011. É bacharel em Canto Lírico pela UFRGS. Agrega ao seu currículo diversos cursos, workshops e masterclasses de aperfeiçoamento em cidades do Brasil, Itália e Estados Unidos. Está em pré-produção do seu primeiro CD.

Ana Santos, natural de Porto Alegre, estudou Jornalismo na UFRGS e cursou a Oficina de Criação Literária da PUCRS. Também participou de duas oficinas de escrita criativa na Universidade do Colorado, e tem contos publicados em antologias e nas revistas Bravo!, Cult e Ficções. Publicou O que faltava ao peixe, contos, pela Libretos em 2011.

.

.

.

Anúncios
21
out
12

Programação de 22 a 27 de outubro de 2012

.

.

De segunda à sexta, programação exclusiva da Vereda Literária 2012. No sábado, Bianca Obino convida Ana Santos.

.

22, segunda, 19h: Além-mar: o que aprender com o Português, e a literatura do lado de cá e de lá, com Gabriela Silva e Reginaldo Pujol Filho.

ATENÇAO: ESTA ATIVIDADE FOI TRANSFERIDA PARA SEXTA-FEIRA, 26

Gabriela Silva tem literatura no seu dna. Desde a infância convive com homens e deuses e as histórias que lhe contam. É formada em Letras, estuda o mal e a morte na literatura e todas as teorias conspiratórias e literárias. É doutoranda em Teoria da Literatura na PUCRS, tendo como foco a construção da personagem. Entre outras atividades, coordena atualmente (2011-2012) o grupo que organiza e apresenta mensalmente o Sarau das 6, programa de leituras e comentários literários, na Palavraria e publica semanalmente na coluna de Crônicas do blog da Palavraria.

Reginaldo Pujol Filho, escritor portoalegrense, é um dos primeiros autores da Não Editora. Tem dois livros de contos publicados, Azar do Personagem e Quero ser Reginaldo Pujol Filho e é o organizador da antologia Desacordo ortográfico. Publicou contos em antologias como 101 Que Contam e Histórias de Quinta (organizadas por Charles Kiefer), 24 Letras Por Segundo (org. Rodrigo Rosp), no Janelas (projeto de cartazes literários dele com o amigo e poeta Everton Behenck) e no youtube. Mantem o blog Por causa dos elefantes.

.

23, terça, 19h: Em homenagem à FestiPoa (e ao Fernando Ramos) a Vereda Literária vai repetir a mesa Conto: espelhamentos e impossibilidades reincidentes”, com Juarez Guedes Cruz e Leila de Souza Teixeira e a mediação de Lu Thomé. 

Juarez Guedes Cruz, médico, psiquiatra e psicanalista, nasceu e vive em Porto Alegre (RS). Freqüentou oficinas de criação literária orientadas pela Professora Cinara Ferreira Pavani e pelo professor Charles Kiefer. Participa, atualmente, de um dos grupos de criação literária coordenados pela professora Léa Masina. Além da presença em antologias de contos ou de ensaios psicanalíticos, publicou dois livros de contos: ‘A cronologia dos gestos’ (2003), vencedor do Prêmio Açorianos 2004, e ‘Alguns procedimentos para ocultar feridas’ (2007), finalista do Prêmio Açorianos 2008. Também em 2007, foi o organizador da antologia de contos ‘O paradoxo de Tchekov’.

Leila de Souza Teixeira, nascida em Passo Fundo (RS), em 1979, é formada em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O interesse por literatura a levou a cursar a Certificação Adicional em Escrita Criativa, na PUC/RS, bem como a participar das oficinas literárias de Charles Kiefer, Luiz Antonio de Assis Brasil e Léa Masina. Venceu, em 2006, os concursos Osman Lins e Mário Quintana/SINTRAJUFE. Publicou contos nas antologias Inventário das delicadezas (2007) e Outras mulheres (2010) e na Revista VOX do IEL/RS (2011). É idealizadora e curadora da Vereda Literária.

Lu Thomé é jornalista e coordena projetos de assessoria de imprensa no Estúdio de Conteúdo, atendendo autores e editoras como Não Editora e Dublinense. Participou das antologias Ficção de Polpa – Volumes 1, 2 e 3 (Não Editora).

.

.

24, quarta, 19h: Pulp Fiction: A literatura chamada marginal e a literatura chamada séria. À margem de que? Séria para quem?, com Biagio Dangelo e Samir Machado. Mediador: Charles Dallagnol

Biagio D’Angelo é mestre em Línguas e Literaturas Estrangeiras, área de Eslavística, pela Universidade de Veneza Ca’ Foscari (1992) e doutor em Teoria literária pela Universidade Russa de Estudos Humanísticos (1998). Lecionou literatura na Universidade Pázmany Peter, de Budapeste (Hungria), na PUC-SP e atualmente leciona Teoria da Literatura na PUC-RS (Faculdade de Letras).. Dentre suas publicações, destacam-se Borges en el centro del universo (Lima, 2005), Las babas del sabio. Ensayos sobre la dislocación de la escritura (2007), Comparaciones en vertical. Conflictos mitológicos en las literaturas de América Latina, escrito com Paola Mildonian (2009), e Oriundos das palavras. A meta da literatura em Machado de Assis e Guimarães Rosa (Porto Alegre, Ed. UFRGS, 2011). Seu recente livro Benjamin. Poema com desenhos e músicas (São Paulo: Melhoramentos, 2011) ganhou o Premio Jabuti 2012 (1º lugar em Literatura Infantil-Juvenil).

Samir Machado de Machado nasceu em Porto Alegre, em 1981. Publicitário de formação, desde 2007 atua como editor e designer da Não Editora, da qual é um dos sócios fundadores. É o editor das três coletâneas de FC e fantasia Ficção de Polpa, da mesma editora. Seu conto Os expressionistas foi adaptado para curta-metragem por Frederico Cabral. É autor da novela O professor de botânica (Não Editora, 2008).

Charles Dall`Agnol é graduado em Teatro pelo Instituto de Arte e Ciência (2008). Atualmente é bolsista PROBIC/FAPERGS do projeto Leitura: a adivinhação desejável, na PUC-RS.

.

25, quinta, 19h: Monstros de mentira: os autores falam sobre seus recém lançados livros de contos, com Flávio Torres e Luisa Geiser. Mediador: Daniela Langer.

Daniela Langer nasceu em Porto Alegre e é webdesigner. Seu interesse pelos livros a levou à pós-graduação em literatura, cultura e regionalidade e a participar da oficina literária de Charles Kiefer. e venceu oconcurso de contos Osman Lins (2005). Além de ter textos publicados em diversas antologias, como Inventário das delicadezas (2007) e Outras mulheres (Dublinense, 2010), é autora do livro de contos No inferno é sempre assim e outras histórias longe do ceu (Dublinense, 2011).

 

26, sexta, 19h: Daniela Langer e Rafael Jacobsen. Mediador: Gustavo Czekster

Rafael Bán Jacobsen nasceu em 21 de maio de 1981 em Porto Alegre. É físico, professor, pianista e escritor. Participou de inúmeras coletâneas e tem grande quantidade de artigos publicados em jornais e revistas. Em 1998, lançou seu primeiro livro individual, Tempos & Costumes, recebendo o Prêmio Açorianos de Destaque em Narrativa Longa. Em 2005, lançou seu primeiro romance, Solenar, também agraciado com o Açorianos em 2006. Em 2009, lançou seu segundo romance, Uma Leve Simetria, finalista no Prêmio Açorianos de Literatura 2009, na categoria Narrativa Longa. Seu terceiro romance, Imemorial das Pedras, foi contemplado com a concorrida Bolsa Funarte de Criação Literária em 2009. É sócio do Grêmio Literário Castro Alves (GLCA), da Casa do Poeta Rio-Grandense (CAPORI), membro do Partenon Literário e ocupante da Cadeira número 11 da Academia de Artes Ciências e Letras Castro Alves (AACELCA). Trabalha, atualmente, com pesquisa em Cosmologia e em Física Nuclear e de Partículas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde realizou bacharelado e mestrado.

Gustavo Melo Czekster nasceu em Porto Alegre, em 1976. É advogado e mestre em literatura comparada pela UFRGS. Publicou pela Editora Dublinense o livro de contos O homem despedaçado.

.

.

.

.

 

27, sábado, 19h: Bianca Obino convida Ana Santos

Bianca Obino vem ganhando destaque na cena gaúcha há 3 anos com o projeto “Bianca Obino Convida”, dirigido por Felipe Azevedo, numa série de espetáculos seus no formato violão e voz, sempre ao lado de outro artista convidado. Em Março deste ano foi agraciada com a Comenda Lobo da Costa, oferecida pela Sociedade Partenon de Literatura aos artistas destaque na área cultural do RS em 2011. É bacharel em Canto Lírico pela UFRGS. Agrega ao seu currículo diversos cursos, workshops e masterclasses de aperfeiçoamento em cidades do Brasil, Itália e Estados Unidos. Está em pré-produção do seu primeiro CD.

Ana Santos, natural de Porto Alegre, estudou Jornalismo na UFRGS e cursou a Oficina de Criação Literária da PUCRS. Também participou de duas oficinas de escrita criativa na Universidade do Colorado, e tem contos publicados em antologias e nas revistas Bravo!, Cult e Ficções. Publicou O que faltava ao peixe, contos, pela Libretos em 2011.

.

.

.

05
jun
12

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 02/06: Bianca Obino convida Killy Freitas

.

.

Neste último sábado, 02, Bianca Obino recebeu o músico Killy Freitas na Palavraria. Fotos do evento.

.


.

.

.

.

.

.

.

.

.

.



.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

01
jun
12

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 02/06: Bianca Obino convida Killy Freitas

program sem

.

02, sábado, 19h: Bianca Obino convida compositor e violonista Killy Freitas.

.


30
mar
12

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 31/03: Bianca Obino convida Bruno Polidoro

program sem

.

31, sábado, 19h: Bianca Obino convida Bruno Polidoro

.

.

Bianca Obino Convida é um projeto cultural iniciado em 2010 que propõe o entrelaçamento dos universos artísticos da cantora e dos seus convidados, de forma semelhante aos “diálogos” que estabelece nos arranjos do seu violão com sua voz.

No ano de 2010, Bianca Obino dividiu suas apresentações com a bailarina Cibele Sastre, os poetas Sidnei Schneider e Guto Leite, os atores Carolina Garcia, Elaine Regina e Álvaro Villaverde e o escritor Marco de Curtis. Em 2011, com o acordeonista Matheus Kleber, a violoncelista Monica Lima, o sapateador Leonardo Stenzel e a cantora soprano Deisi Coccaro.
Os encontros têm apoio cultural da rádio Buzina do Gasômetro, site Artístas Gaúchos e livraria Palavraria; Produção conjunta do Jornal VAIA e da Balaio de Cordas Ltda. e Direção artística e musical de Felipe Azevedo.

O convidado:

Formado em realização audiovisual pela UNISINOS, Bruno Polidoro é publicitário e cineasta.  Dirigiu a fotografia dos filmes gaúchos Casa Afogada, Melhor que Aqui e Peixe Vermelho. Atualmente é Diretor de Arte  da Cappuccino Digital,agência de publicidade on-line em São Paulo,.

www.cappuccinodigital.com.br

.

.


 

 

14
ago
11

Aconteceu na Palavraria, neste sábado, 13/08: Bianca Obino convida Mônica Lima

.

.

Ontem, 13, rolou na Palavraria o pocket musical Bianca Obino convida Mônica Lima. Fotos do evento.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


.

.

.

.
.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


.

.

.

.

.


.

.

..

12
ago
11

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 13/08

.

.

 

13, sábado, 19h: Bianca Obino convida Mônica Lima.

Pelo segundo ano consecutivo, Bianca tem a oportunidade de compartilhar o palco com artistas da cena local, ampliando ainda mais a sua “Artesania do Som”! A edição deste mês terá a participação da violoncelista Mônica Lima. A direção artística e musical é de Felipe Azevedo.


Mônica Lima iniciou seus estudos de música na Escola de Música Tio Zequinha aos 9 anos de idade. Em 2002, deixou o Brasil em busca de uma maior aperfeiçoamento profissional. É formada em violoncelo pelo Conservatório de Música de Irun, na Espanha, sob orientação do Professor Iñaki Etxepare e com bolsa de estudos proporcionada pelo programa Bolsas Vitae de Artes. Depois de uma temporada na Espanha, mudou-se para Londres e teve a oportunidade de se especializar no Método Suzuki e em Música para Bebês pelo método Kindermusik.

Paralelamente à atividade pedagógica, sempre esteve envolvida em orquestras, música de câmara e todo tipo de grupos musicais. Também tem interesse por música contemporânea e popular, tocando e gravando para diferentes grupos no Brasil e exterior, como a Orquestra de Mantra Rudráksha (Brasil), Felipe Azevedo (Brasil), Grupo Poesia y Flamenco (Espanha), Damien Katkhuda (Inglaterra), entre outros. Atualmente é professora de violoncelo, musicalização e música para bebês na Escola de Música Tio Zequinha em Porto Alegre, além de violoncelista da Orquestra Filarmônica da PUCRS.

No ano de 2010, Bianca Obino dividiu suas apresentações com a bailarina Cibele Sastre, os poetas Sidnei Schneider e Guto Leite, os atores Carolina Garcia, Elaine Regina e Álvaro Villaverde, o escritor Marco de Curtis e o acordeonista Matheus Kleber.

Os encontros têm apoio cultural da rádio Buzina do Gasômetro, site Artístas Gaúchos e livraria Palavraria; produção de Jornal VAIA e Balaio de Cordas.

.

.





novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Categorias

Blog Stats

  • 623,705 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: