Posts Tagged ‘Luiz Ruffato

02
abr
16

Aconteceu na Palavraria, nesta terça, 29, Lançamento do livro De mim já nem se lembra, de Luiz Ruffato.

.

aconteceu

.

29, terça, 19h: Lançamento do livro De mim já nem se lembra, de Luiz Ruffato.

.

luiz ruffato 01.

luiz ruffato 02luiz ruffato 03luiz ruffato 04.

.

.

.

.

luiz ruffato 05luiz ruffato 06luiz ruffato 07.

.

.

.

luiz ruffato 08.

.

.

.

.

.

Palavraria - livros c.

 

27
mar
16

Vai rolar na Palavraria, nesta terça, 29, Lançamento do livro De mim já nem se lembra, romance de Luiz Ruffato.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

29, terça, 19h: Lançamento do livro De mim já nem se lembra, de Luiz Ruffato.

de mim já nem se lembra - ruffatoLuiz Ruffato ocupa um lugar único na literatura brasileira. Seu Eles eram muitos cavalos marcou época e hoje, mais de uma década depois de sua publicação, tornou-se um romance cultuado, que registrou numa prosa moderna e incomum as muitas vozes da cidade de São Paulo. O projeto Inferno provisório, saga composta de cinco volumes, tem poucos paralelos nas nossas letras: ambicioso, vasto e singular, acompanha por décadas a trajetória de vários personagens de classe média baixa. De mim já nem se lembra trata de assuntos caros ao autor: a família, o tempo, a memória. Mais uma vez, Ruffato irá transformar um pequeno episódio familiar em oportunidade para falar de seu país e de sua sociedade. Ao abrir uma pequena caixa encontrada no quarto da mãe falecida, a caixa na qual ela “abrigara seu coração esfrangalhado”, o narrador se depara com um maço de cartas cuidadosamente atadas por um cordel. Escritas pelo irmão, vitimado por um acidente automobilístico, e dirigidas à mãe, essas cinquenta cartas reconstituem um passado: ao mesmo tempo que ilustram as mudanças políticas, econômicas e culturais durante a ditadura militar brasileira, convidam o leitor a espreitar a memória de uma família com “olhos derramando saudades”.

Neste livro, o autor recupera a antiga tradição do romance epistolar, transfigurando-a – em vez de uma troca de correspondência ordenada cronologicamente, em De mim já nem se lembra há apenas uma voz, no espaço e tempo imprecisos da ausência.

 

.

Palavraria - livros a.

.

27
mar
16

Programação de 28 de março a 2 de abril de 2016

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

29, terça, 19h: Lançamento do livro De mim já nem se lembra, de Luiz Ruffato.

de mim já nem se lembra - ruffatoLuiz Ruffato ocupa um lugar único na literatura brasileira. Seu Eles eram muitos cavalos marcou época e hoje, mais de uma década depois de sua publicação, tornou-se um romance cultuado, que registrou numa prosa moderna e incomum as muitas vozes da cidade de São Paulo. O projeto Inferno provisório, saga composta de cinco volumes, tem poucos paralelos nas nossas letras: ambicioso, vasto e singular, acompanha por décadas a trajetória de vários personagens de classe média baixa. De mim já nem se lembra trata de assuntos caros ao autor: a família, o tempo, a memória. Mais uma vez, Ruffato irá transformar um pequeno episódio familiar em oportunidade para falar de seu país e de sua sociedade. Ao abrir uma pequena caixa encontrada no quarto da mãe falecida, a caixa na qual ela “abrigara seu coração esfrangalhado”, o narrador se depara com um maço de cartas cuidadosamente atadas por um cordel. Escritas pelo irmão, vitimado por um acidente automobilístico, e dirigidas à mãe, essas cinquenta cartas reconstituem um passado: ao mesmo tempo que ilustram as mudanças políticas, econômicas e culturais durante a ditadura militar brasileira, convidam o leitor a espreitar a memória de uma família com “olhos derramando saudades”.

Neste livro, o autor recupera a antiga tradição do romance epistolar, transfigurando-a – em vez de uma troca de correspondência ordenada cronologicamente, em De mim já nem se lembra há apenas uma voz, no espaço e tempo imprecisos da ausência.

.

Palavraria - livros a.

.

 

30, quarta, 19h: Lançamento do livro Escalafobética, de Noélia Ribeiro.

escalafobética“Escalafobética” tem 84 poemas que versam, em sua maioria, sobre paixão e desejo (realizados ou não), sob um olhar bem feminino, e reflexões de quem busca compreender esta vida vã e nossa sociedade tão contraditória; temas tratados de forma surpreendente e, por vezes, irônica. O livro traz a bela capa da design Anna Mendes, o posfácio do poeta Alberto Bresciani e o prefácio da poeta Leila Míccolis, que assim o define: “Quem vive intensamente por certo se identificará com a leitura deste livro, que nada tem de desajeitado ou esdrúxulo: tem, isso sim, de intenso, de transbordante, de exagerado, bem ao estilo de Cazuza: ‘jogado aos teus pés’, amorosa e totalmente entregue.”

NOÉLIA RIBEIRO – Nascida em Recife, foi muito pequena para o Rio de Janeiro. Estudou Letras na UnB, graduando-se, primeiramente, em Língua Portuguesa e, posteriormente, em Língua Inglesa. Já tomou parte de coletâneas de poetas como “Salada Mista” (com os poetas José Sóter e Paulo Tovar); “Talento em Prosa e Verso” (organizado pela REBRA); “Fincapé” (Coletivo de Poetas), entre outras, e teve poemas publicados em jornais da cidade. É presença ativa em recitais, saraus e movimentos poéticos realizados em Brasília. Lançou seu primeiro livro “Expectativa”, em produção artesanal e independente, em 1982. Em 2009, lançou “Atarantada”, seu segundo livro de poemas, com edição esgotada.

.

Palavraria - livros a.

.

11
nov
14

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 10, Lançamento do livro Minha primeira vez, de Luiz Ruffato. Debate A literatura, a teoria, o sonho, com o autor e Gustavo Melo Czekster. Mediação: Gabriela Silva. Feira Além da Feira.

.

aconteceu

.

10, segunda, 19h: Lançamento do livro Minha primeira vez, de Luiz Ruffato (Editora Arquipélago). Debate A literatura, a teoria, o sonho, com o autor e Gustavo Melo Czekster. Mediação: Gabriela Silva. Feira Além da Feira.

.

ruffato 01

.

ruffato 02ruffato 03 ruffato 04 ruffato 05.

.

.

.

.

.

ruffato 06ruffato 07 ruffato 08 ruffato 09.

.

.

.

.

.

ruffato 10ruffato 11 ruffato 12 ruffato 13.

.

.

.

.

.ruffato 14ruffato 15 ruffato 16

.

.

.

.

ruffato 17ruffato 18 ruffato 19.

.

.

.

.

ruffato 20ruffato 21.

.

.

.

.

 

.

Palavraria - livros c.

 

09
nov
14

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 10, Lançamento do livro Minha primeira vez, de Luiz Ruffato (Editora Arquipélago). Debate A literatura, a teoria, o sonho, com o autor e Gustavo Melo Czekster. Mediação: Gabriela Silva. Feira Além da Feira.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

 

10, segunda, 19h: Lançamento do livro Minha primeira vez, de Luiz Ruffato (Editora Arquipélago). Debate A literatura, a teoria, o sonho, com o autor e Gustavo Melo Czekster. Mediação: Gabriela Silva. Feira Além da Feira.

minha primeira vez

Nesta sua primeira coletânea de crônicas, Luiz Ruffato rememora o passado para iluminar o presente. Nome consagrado da literatura brasileira contemporânea, o autor reflete aqui sobre o que viu e viveu, sobre os amigos que fez e os lugares que conheceu.

minha primeira vez - ruffatoSeu olhar memorialístico eterniza os tempos difíceis e idílicos da infância na cidade mineira de Cataguases, os voos de bicicleta, o pai pipoqueiro e a mãe lavadeira, a doçura e o choque das primeiras descobertas, a juventude como torneiro-mecânico, os primeiros passos como jornalista e o início da paixão pela literatura – como ele revela na crônica que dá título a este volume.

Permeadas pela penetrante observação de uma realidade social muitas vezes injusta e pelo sonho de um futuro melhor, as evocações de Ruffato engendram uma prosa descompromissada, como convém aos melhores cronistas, mas de grande força poética.

 

LUIZ RUFFATO, nascido em Cataguases (MG), em 1961, é autor de Eles eram muitos cavalos (2001), Estive em Lisboa e lembrei de você (2009) e Flores artificiais (2014), entre outros. Seus livros, que receberam os prêmios APCA, Machado de Assis, Jabuti e Casa de las Americas, estão publicados na Itália, França, Portugal, Alemanha, Finlândia, Argentina, Colômbia, México, Cuba e Estados Unidos. Foi escritor residente na Universidade da Califórnia em Berkeley.

.

Palavraria - livros a

.

.

 

29
out
14

Aconteceu na Palavraria, em 20/10, Clube de Leitura Especial – Encontro com o escritor Luiz Ruffato.

.

aconteceu

.

20, segunda, 19h: Clube de Leitura Especial – Encontro com o escritor Luiz Ruffato.

.

clube de leitura 01.

clube de leitura 02 clube de leitura 03 clube de leitura 04.

.

 

Palavraria - livros c.

 

18
jun
14

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 16, Lançamento do livro Flores artificiais, romance de Luiz Ruffato.

.

aconteceu

.

16, segunda, 19h: Lançamento do livro Flores artificiais, romance de Luiz Ruffato. Apresentação do livro por Sergius Gonzaga (Cia das Letras)

.

luiz ruffato 01.

luiz ruffato 02luiz ruffato 03luiz ruffato 05luiz ruffato 04.

.

.

.

.

.

.

luiz ruffato 06luiz ruffato 07 luiz ruffato 08 luiz ruffato 09.

.

.

.

.

.

.

luiz ruffato 10luiz ruffato 11 luiz ruffato 12 luiz ruffato 13.

.

.

.

.

.

.

luiz ruffato 14luiz ruffato 15 luiz ruffato 16.

.

.

.

.

luiz ruffato 17luiz ruffato 18 luiz ruffato 19.

.

.

.

.

luiz ruffato 20luiz ruffato 21luiz ruffato 22.

.

.

.

.

luiz ruffato 23 luiz ruffato 24 luiz ruffato 25.

.

.

.

.

Palavraria - livros c.

 

14
jun
14

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 16, Lançamento do livro Flores artificiais, romance de Luiz Ruffato. Apresentação por Sergius Gonzaga.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b.

 16, segunda, 18h: Lançamento do livro Flores artificiais, romance de Luiz Ruffato (Cia das Letras), Apresentação por Sergius Gonzaga.

flores artificiais - ruffato

O escritor Luiz Ruffato recebe em sua casa a correspondência de um desconhecido. Trata-se de um manuscrito, uma compilação de memórias que Dório Finetto, funcionário graduado do Banco Mundial, redigiu a partir de suas muitas viagens de trabalho. Como consultor de projetos na área de infraestrutura, Finetto percorreu meio mundo numa sucessão de simpósios, reuniões e congressos. A mente de engenheiro, no entanto, esconde um observador arguto e sensível, uma dessas pessoas capazes de se misturar com naturalidade num grupo de desconhecidos.

De Beirute a Havana, passando por Hamburgo, Timor Leste, Buenos Aires e incontáveis lugares mundo afora, Finetto colecionou grandes histórias e pequenos acontecimentos. Foi tão capaz de se misturar à vida local quanto de saber a hora exata em que o prudente é tomar distância e não se envolver. Por alguns momentos, fez parte da vida dessas pessoas. Em outros, foi protagonista involuntário do drama alheio. Às vezes, assistiu a essas realidades quase como de um periscópio.

Foi a partir dessas observações que Finetto compôs seu Viagens à terra alheia, o manuscrito que mandou ao conterrâneo Luiz Ruffato. E é este livro dentro do livro que Ruffato irá transformar no romance Flores artificiais. Partindo de um esqueleto ficcional, Ruffato – o autor, e não o personagem do próprio livro – irá embaralhar as fronteiras entre ficção e realidade, sem jamais perder de vista a força literária que é a grande marca de sua obra.

Luiz Ruffato 2011Luiz Ruffato nasceu em Cataguases, Minas Gerais, em 1961. Formado em comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora, publicou vários livros, entre os quais a pentalogia Inferno provisório e o aclamado Eles eram muitos cavalos, que recebeu o prêmio APCA e o Machado de Assis, da Biblioteca Nacional.

facebook.com/luizruffato

sergius gonzagaSergius Gonzaga é professor de Literatura Brasileira na UFRGS e ministra cursos na Casa de Ideias. Durante sua carreira participou de centenas de cursos, mesas e palestras no estado, país e exterior (Argentina, Uruguai, Espanha e Portugal). Como cronista e comentarista de livros, trabalhou vários anos na TVE e na Tevê Guaíba. Criou o jornal de cultura Já e as editoras Novo Século e Leitura XXI. Foi um dos fundadores do curso Unificado e do colégio Leonardo da Vinci. Dirigiu a editora da UFRGS e o Instituto Estadual do Livro. De 2005 a 2012, exerceu a função de Secretário Municipal de Cultura, de Porto Alegre, e no ano de 2010 tornou-se o representante da Associação Brasileira dos Municípios junto ao Conselho Nacional de Cultura. Entre suas obras, destacam-se o Curso de Literatura BrasileiraGuia de leitura de A rosa do PovoGuia de leitura de estrela da vida inteira, O hipnotizador de Taquara (crônicas), Erico Verisimo e Josué Guimarães.

.

Palavraria - livros a.

.

06
maio
14

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 5: Debate sobre o livro Eles eram muitos cavalos, de Luiz Ruffato. Mediação de Jeferson Tenório

.

aconteceu

.

Aconteceu na Palavraria, nesta segunda, 5: encontro do Clube de Leitura, com debate sobre o livro Eles eram muitos cavalos, de Luiz Ruffato. Mediação de Jeferson Tenório.

.

clube de leitura 01.

clube de leitura 05clube de leitura 03  .

.

.clube de leitura 02

.

.clube de leitura 04

.

.

.

.

 

 

Palavraria - livros c.

 

04
maio
14

Vai rolar na Palavraria, nesta segunda, 5, 19h: Clube de Leitura – Livro Eles eram muitos cavalos, de Luiz Ruffato, com mediação de Jeferson Tenório

clube de leitura

.

Leitura de maio: Eles eram muitos cavalos, de Luiz Ruffato

Mediação de Jeferson Tenório

 

05 de maio de 2014, segunda-feira, 19h

Na Palavraria

 

eles eram muitos cavalos - capaLançado originalmente em 2001, o romance Eles eram muitos cavalos tornou seu autor num grande sucesso de público e crítica. Com uma voz literária original e arrebatadora, Luiz Ruffato retratava um dia na vida de São Paulo, combinando recursos de sua formação jornalística a inovações formais e estéticas. O romance, que chega neste relançamento à sua 11ª- edição, seria ainda vencedor dos prêmios APCA e Machado de Assis. Considerado pelo jornal O Globo um dos dez melhores livros de ficção da década, está publicado em Portugal, na França, Itália, Alemanha, Colômbia e Argentina.

O nove de maio de 2000 é um dia qualquer em São Paulo. Os habitantes seguem realizando pequenos e grandes feitos cotidianos, protagonistas de uma narrativa subterrânea, que representa, ao fim e ao cabo, o próprio tecido da cidade. Para captar essa polifonia urbana, Ruffato estruturou seu romance em 69 episódios, cada qual com registro e fôlego próprios, alternando entre poesia, discurso publicitário, música, teatro e prosa, instantâneos de uma cidade que só se move deixando para trás um rastro de esquecidos. Ao jogar luz sobre esses anônimos, o autor iluminou também as circunstâncias em que eles se confrontam, em atos que se alternam entre a solidariedade e a frieza. Doze anos depois de sua publicação, Eles eram muitos cavalos ainda é um retrato atual e doloroso da vida na grande cidade.

 

Luiz Ruffato 2011Luiz Ruffato nasceu em Cataguases, Minas Gerais, em 1961. Formado em comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora, publicou vários livros, entre os quais a pentalogia Inferno provisório e o aclamadoEles eram muitos cavalos, que recebeu o prêmio APCA e o Machado de Assis, da Biblioteca Nacional.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – 

Clube de Leitura Penguim/Companhia das Letras – Palavraria

clube de leitura

Inscrições gratuitas

O Clube de Leitura reúne, preferencialmente na primeira segunda-feira de cada mês, pessoas interessadas em ler e trocar idéias sobre obras da literatura clássica e contemporânea.

A primeira reunião foi em novembro de 2012, e discutiu o livro Terra Sonâmbula, de Mia Couto. Já foram enfocados Se um viajante numa noite de inverno (Italo Calvino), Barba ensopada de sangue (Daniel Galera), Caixa preta (Amoz Oz), Jacob, o mentiroso (Jurek Becker), A ausência que seremos (Héctor Abad), Risíveis amores (Milan Kundera), , O pintor de batalhas (Arturo Pérez-Reverte), A infância de Jesus (J. M. Coetzee), A máquina de Joseph Walser (Gonçalo M. Tavares), Há quem prefira urtigas ( Junichiro Tanizaki) e Todos os homens são mentirosos (Alberto Manguel).

.

Em cada reunião os participantes escolhem as obras a serem discutidas nos próximos encontros e os respectivos mediadores, que serão sempre alternados.

Os participantes do Clube de Leitura terão um desconto de 10%, ao adquirirem na Palavraria os livros destinados à discussão.

 

Informações e inscrições na Palavraria
Rua Vasco da Gama, 165 – 51 3268 4260 – de segunda à sexta das 11 às 21h
ou pelo email palavraria@palavraria.com.br.

.

.

.

 




julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Categorias

Blog Stats

  • 748.287 hits
Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: