29
maio
16

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 4, Lançamento do livro Nas velas do violão – Crônicas, letras e partituras, de Raul Ellwanger. Apresentação de Nelson Coelho de Castro, cantorias e autógrafos.

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

4, sábado, 17h: Lançamento do livro Nas velas do violão – Crônicas, letras e partituras, de Raul Ellwanger. Apresentação de Nelson Coelho de Castro, cantorias e autógrafos. 

Flyer Raul

Nas Velas do Violão reuni o desejo de escrever algumas memórias, a partir de pressões que me fazem muitos amigos, e transmitir um pouco do que aprendi sobre o ofício de criar canções. Sendo um amante da musica e dos relatos meditados de vivências pessoais, tentei encaixar as duas facetas. Criador de pequenas peças (as famosas doze músicas de três minutos de um antigo disco de vinil), encontrei um formato também de pequeno fôlego, próximo da crônica, para expor ideias, lembranças, anedotas e dicas técnicas sobre 71 canções. Por isto, cada texto tem sua letra e sua partitura.

Recorrendo um bom pedaço de tempo e de vida0, incluí canções compostas desde 1967. Para abordar cada uma, me deixei levar pelo mais espontâneo que me sugeria ao ouvi-la, crendo que assim poderia transmitir o aspecto mais vital, aquele que mais me toca de cada tema. Assim, muitos detalhes e facetas que cercam cada canção e sua época, seu feitio e seu destino, deixam de ser referidos, para privilegiar o mais essencial. Pude assim oscilar entre o comentário severo sobre alguma passagem da técnica contrapontística e uma situação divertida entre músicos, pude passear com meu cão entre bromélias, pássaros e bovinos, pude tomar um chope no bairro boêmio, pude contar a angústia do exílio, pude reverenciar os parceiros que me somaram às suas artes, pude tentar compreender certas letras que não entendia, pude falar de amigas, amigos e mestr@s  que são parte da pessoa que chego a ser hoje.

Nas Velas do Violão velejam comigo parentes, ídolos, colegas, bairros, cidades, países, exílios, amores, estéticas, mancadas, éticas, sabores, alcoois, perfumes, piadas, filosofadas, bobices e seriedades. Vinicius de Morais, Mutinho, Pery Souza, Paulinho do Pinho, Tenorio Jr., Elis Regina, Jeronimo Jardim, Flora Almeida, Alfredo Zitarrosa, Toinho do Quinteto Violado, Alicia Sherman, Macunaima, Eugenia Perpetua da Rosa, Vicente Barreto, León Gieco, Mercedes Sosa, Tarrago Ros, Vicente Feliú, Toti Soler, Santiago Ellwanger, Pancho Giacobbe,  passeiam sua amizade elegante e  suas canções pelos becos, palcos e botecos de Montevidéu, Porto Alegre, Barcelona, São Leopoldo, Osório, Praia do Rosa, La Habana, Santiago do Chile, São Francisco de Assis, Palermo Viejo, Santa Tereza, Lapa, Sumaré, Auxiliadora, Bonfim, ao ritmo  de candombes e afoxés, milongas e chacareras, sambas e valsas, zambas e tangos, discutindo a harmonia, a vida, a rima, o contraponto, os pescados, a décima, o sotaque, o futebol, os amores e desamores,  a metáfora, a anacrusa, o perfume da amada, o soneto, a  sob as bandeiras americanas de Garibaldi, Getulio Vargas, Bolivar, Artigas, Allende e Marti. Um caleidoscópio, um turbilhão, uma eterna chegada:  uma boa “sopa marinera”, da beira furtiva do cais.

Por detrás e por dentro das letras, partituras e textos deste livro está o sonho de fazer música popular bonita e comprometida, numa época e num continente estremecidos. Na voz que nasce do hálito do próprio peito, está a vida vivida, o breve tempo de urgências pessoais, a vicissitude do músico de província, o suave perfume do amor familiar e da amizade, o malabarismo de escapar às tiranias, o doce e agreste sendeiro do cantautor destes tempos e destas terras.

Raul Ellwanger

.

Palavraria - livros a.

.

19
maio
16

Vai rolar na Palavraria, nesta sexta, 20: FestiPoa 2016

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

 

20, sexta, a partir das 18h30: FestiPoa 2016 na Palavraria

18h30: Mesa 3 – Bate-papo com as artistas Ana Terra, Erica Maradona e Carla Pilla. Mediação de Fabriano Rocha

festipoa 2016-119h30: A Cidade dos piratas – conversa com Pilar Prado e Otto Guerra

20h: Mesa 4 – Corpo-ficção-poesia-corpo-movimento, com Ismael Caneppele, Carina Sehn e Gabriel Pardal. Mediação de Natasha Centenaro

.

Palavraria - livros a.

 

17
maio
16

Vai rolar na Palavraria, nesta quinta, 19, FestiPoa 2016

.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

19, quinta, a partir das 18h30: FestiPoa 2016 na Palavraria

18h30: Mes19-5 eliane marques@mauricio oliveiraa 1 – Um teto todo nosso: as escritoras e os espaços literários, com Júlia Dantas, Cíntia Moscovich e Eliane Marques. Mediação: Priscila Pasko
– Leituras: Eliana Guedes. 

20h: Mesa 2 – Encontro com Paulo Scott e Elvira Vigna. Mediação: Moema Vilela

.

Palavraria - livros a.

 

 

15
maio
16

Programação de 16 a 21 de maio de 2016

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

17, terça, 19h: Confraria de Leitura Reinações. Em debate o livro Um menino e um urso em um barco, Dave Shelton, Editora Bertrand.

 

.

Palavraria - livros a.

.

19, quinta, a partir das 18h30: FestiPoa 2016 na Palavraria

18h30: Mes19-5 eliane marques@mauricio oliveiraa 1 – Um teto todo nosso: as escritoras e os espaços literários, com Júlia Dantas, Cíntia Moscovich e Eliane Marques. Mediação: Priscila Pasko
– Leituras: Eliana Guedes. 

20h: Mesa 2 – Encontro com Paulo Scott e Elvira Vigna. Mediação: Moema Vilela

.

Palavraria - livros a.

.

20, sexta, a partir das 18h30: FestiPoa 2016 na Palavraria

18h30: Mesa 3 – Bate-papo com as artistas Ana Terra, Erica Maradona e Carla Pilla. Mediação de Fabriano Rocha

festipoa 2016-119h30: A Cidade dos piratas – conversa com Pilar Prado e Otto Guerra

20h: Mesa 4 – Corpo-ficção-poesia-corpo-movimento, com Ismael Caneppele, Carina Sehn e Gabriel Pardal. Mediação de Natasha Centenaro

.

Palavraria - livros a.

.

13
maio
16

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 14, às 17h: Lançamento do livro Metâmeros, de Ryan Mainardi.

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

 

 

14, sábado, 17h: Lançamento do livro Metâmeros, de Ryan Mainardi.

Amostra_metameros_capa_aberta_2

Um fenômeno peculiar, esses novos textos de Ryan Mainardi. De tanto acharem defeitos no leitor, também o leitor, acuado, acusado, começa a querer achar defeitos no texto.

Rosnam com raiva canina essas páginas, dispostas, a qualquer preço, a comprar uma briga — mas que no fundo e por detrás de seus dentes arregaçados revelam uma profunda melancolia: são cantos de despedida a amores passados e a peles perdidas, um acerto de contas entre dois corpos que se descolam, dois caminhos que bifurcam, um deles sem volta nem saída. O incansável e corajoso vigor desses textos os conduz a um beco e a uma promessa: a de que tampouco o autor que escreveu essas linhas poderá voltar atrás, que elas encerram — como um metâmero — um todo essencial, e que a partir daqui apenas a reinvenção e a metamorfose poderão resgatar o autor desse impasse.

Do belíssimo Sobre traças ao insaciável Sobre vidas cotidianas, esses Metâmeros de tinta e papel constituem um exercício em fechar portas; são textos que provocativamente querem deixar a margem ser margem, que não andam por aí se oferecendo de ponte para o mundo.

E quanto mais o leitor compra a briga, quanto mais ele puxa a sua ponta nesse cabo-de-guerra, mais ele percebe que não é nem raiva nem melancolia o que esses textos transmitem, mas sim a vibração de algo desaparecendo do mundo. (Caio Yurgel)

Ryan Mainardi nasceu em Sobradinho, no ano de 1987. Dedica-se à literatura desde 2006 e reside em Porto Alegre desde 2009. Metâmeros é seu terceiro livro e sai pela Editora Schoba, de São Paulo.

.

Palavraria - livros a.

.

13
maio
16

Vai rolar na Palavraria, neste sábado, 14, às 11h: Lançamento do livro Direito das mulheres no Brasil: Experiências de norte a sul, de Amanda Motta Castro e Rita de Cassia Fraga Machado.

 

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

14, sábado, 11h: Lançamento do livro Direito das mulheres no Brasil: Experiências de norte a sul, de Amanda Motta Castro e Rita de Cassia Fraga Machado (organizadoras).

direitos das mulheres 12-4.

Palavraria - livros a.

.

 

09
maio
16

Programação de 9 a 14 de maio de 2016

ESTA SEMANA NA PALAVRARIA b

.

12, quinta, 19h: Lançamento do livro Jogo jogado e outras histórias, de Guilherme Cassel. Bate-papo do autor com Raphael Guimarães.

Jogo_JogadoJogo jogado e outras histórias” reúne sete narrativas lancinantes e febris, com poder de fogo e imaginação para desconcertar o leitor e conduzi-lo aos escombros da condição humana. Os relatos de crueldade e humor, raiva e dignidade navegam nas águas turvas da tragédia ética que desafia o Humanismo do século 21, por sua vez soterrando-o e, logo adiante, dando-lhe nova e talvez derradeira chance.

 

.

Palavraria - livros a.

.

14, sábado, 11h: Lançamento do livro Direito das mulheres no Brasil: Experiências de norte a sul, de Amanda Motta Castro e Rita de Cassia Fraga Machado.

direitos das mulheres 12-4.

Palavraria - livros a.

.

14, sábado, 17h: Lançamento do livro Metâmeros, de Ryan Mainardi.

Amostra_metameros_capa_aberta_2

Um fenômeno peculiar, esses novos textos de Ryan Mainardi. De tanto acharem defeitos no leitor, também o leitor, acuado, acusado, começa a querer achar defeitos no texto.

Rosnam com raiva canina essas páginas, dispostas, a qualquer preço, a comprar uma briga — mas que no fundo e por detrás de seus dentes arregaçados revelam uma profunda melancolia: são cantos de despedida a amores passados e a peles perdidas, um acerto de contas entre dois corpos que se descolam, dois caminhos que bifurcam, um deles sem volta nem saída. O incansável e corajoso vigor desses textos os conduz a um beco e a uma promessa: a de que tampouco o autor que escreveu essas linhas poderá voltar atrás, que elas encerram — como um metâmero — um todo essencial, e que a partir daqui apenas a reinvenção e a metamorfose poderão resgatar o autor desse impasse.

Do belíssimo Sobre traças ao insaciável Sobre vidas cotidianas, esses Metâmeros de tinta e papel constituem um exercício em fechar portas; são textos que provocativamente querem deixar a margem ser margem, que não andam por aí se oferecendo de ponte para o mundo.

E quanto mais o leitor compra a briga, quanto mais ele puxa a sua ponta nesse cabo-de-guerra, mais ele percebe que não é nem raiva nem melancolia o que esses textos transmitem, mas sim a vibração de algo desaparecendo do mundo. Caio Yurgel

Ryan Mainardi nasceu em Sobradinho, no ano de 1987. Dedica-se à literatura desde 2006 e reside em Porto Alegre desde 2009. Metâmeros é seu terceiro livro e sai pela Editora Schoba, de São Paulo.

.

Palavraria - livros a.

.




maio 2016
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Categorias

Blog Stats

  • 560,192 hits

Comunidade

Follow Palavraria – Livros & Cafés on WordPress.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.349 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: